0 In O que fazer no Rio/ Passeios

Um dia na Feira de São Cristóvão

Feira_de_são_cristovao_Kari_Desbrava

Fala pessoal! 😉

Como vocês estão?

Na semana passada, mais precisamente no Dia dos Pais, resolvi levar minha coroa, que é nordestina, a Feira de São Cristóvão. E claro, pensei: isso merece ser postado no blog. E aqui estou para contar a vocês o quão legal é a feira.

Localizada no bairro de São Cristóvão, dãaaaa, a feira reúne tudo de mais gostoso da cultura nordestina. E tô falando das comidas, das bebidas, dos artesanatos, da música. Tudo, tudinho mesmo, reunido em um só lugar.

Com minha tia como guia, acho que herdei esse gosto de mostrar as coisas legais para as pessoas hehehe, fomos ao restaurante Chiquita. Lá comemos um bolinho de carne seca como entrada e depois um churrasco de carne de sol, que de tão bom esqueci de tirar foto. :(

Bolinho de carne seca do Chiquitita: uma delícia

Bolinho de carne seca do Chiquita: uma delícia

O local me encantou, não somente pela comida, que é dos Deuses, mas também pela decoração. Tudo muito bem pensado, como artigos nordestinos usados na dança do bumba meu boi até a Maria Bonita, que aparece do meu lado na foto abaixo. Além disso, também andamos pelas diversas lojinhas e me esbaldei nos artesanatos. Paramos um pouco para observar a galera curtindo o forró e apreciamos um pouco dos shows que estavam rolando nos dois palcos que tem lá.

Desbravando a Feira dos Nordestinos ?? #karidesbrava #feiradesaocristovao #riodejaneiro #nordeste

Uma foto publicada por Kari Desbrava (@karidesbrava) em

 Por fim, antes de irmos embora, paramos no museu que tem dentro do pavilhão. Essa pra mim foi a parte mais emocionante, já que ao entrar demos de cara com uma maquete que retratava o cotidiano simples do Nordeste e a escultura de um caminhão pau-de-arara, que me fez lembrar meu avô, que foi agricultor. Um homem simples, mas sábio.

? #karidesbrava #feiradesaocristovao

Um vídeo publicado por Kari Desbrava (@karidesbrava) em

Feira em três momentos: A decoração do restaurante Chiquita, o corredor do pavilhão e um pouquinho da culinária

Feira em três momentos: A decoração do restaurante Chiquita, o corredor do pavilhão e um pouquinho da culinária

Caminhão pau-de-arara

Caminhão pau-de-arara

Lá também garanti minha foto com Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, e Padre Cícero. Até fiz meus pedidos a ele, quem sabe não ganho aquela forcinha divina, hahaha.

Eu com o Luiz Gonzaga e Padre Cícero

Eu com o Luiz Gonzaga e Padre Cícero

Minha mãe adorou revisitar um pouquinho das origens dela. E se você quiser visitar a feira, ela fica no Campo de São Cristóvão, s/n . Seu funcionamento é de terças às quintas, das 10h às 18h, com entrada franca. Já às sextas, sábados e domingos, o valor do ingresso custa R$ 3, exceto nos dias de grandes shows, que não costumam ser muito mais caro que isso.

Para chegar lá a melhor opção é o ônibus, já que a estação de metrô mais próxima fica do outro lado do bairro e é uma boa caminhada. Se for de carro, por lá tem estacionamento enorme que custa em torno de 10 reais a noite toda.

Tem alguma história na Feira de São Cristóvão? Conta para mim nos comentários! E para finalizar este post, curtam o gostinho de um bom forró.

***

Se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais.

Beijos,

Kari.

 



You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox
Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox