Browsing Tag

vida fora do brasil

0 In Mais recentes/ Relato dos colaboradores/ Viagens

Todo mundo deveria ser imigrante um dia | Por Binha Silveira

Compartilhe:

Na sessão “relato dos colaboradores” de hoje vamos conferir as dicas da viajante Binha Silveira sobre a vida de imigrante, com suas dores e sabores. Confira!

Quer compartilhar seu relato com outros viajantes? Envie um texto contando como foi sua experiência para o e-mail: karidesbrava@gmail.com

***

Vida de imigrante, para quem nunca foi, é só glamour, romantismo. Mas a realidade é bem diferente disso! O fato é que é um reaprender a caminhar, é sair da zona de conforto, sem ter onde, em quem se apoiar.

Se o açúcar acabou ou não tem grana, não tem vizinho ou amigo para pedir emprestado. Não tem cheque especial ou cartão de crédito a pagar fora da vista. Não tem “jeitinho”.

Se quer vida social, tem que conquistar, a duras penas. Isso sempre lidando com o preconceito e desconfiança dos nativos, que sempre o terão como um forasteiro (o que na verdade é).

Ser imigrante te faz ser mais humilde, menos egocêntrico e mais centrado. É uma luta constante pela sobrevivência e permanência no espaço.

É provar o tempo inteiro que você não faz parte do “bando” conhecido – o que às vezes se torna cansativo – e conquistar diariamente o seu espaço por si só, sem referências. E isso te torna mais forte, te mostra caminhos que antes você desconhecia, te faz se redescobrir, se reinventar.

As relações às quais você está acostumado jamais serão as mesmas. Os lugares também não. Isso pode ser bom ou ruim, depende de como você enxerga. Fato é que imigrar é para os fortes (ou para quem se permite ser lapidado).

Você vai deixar de estar presente fisicamente em comemorações, nascimentos, velórios, aniversários e tantos outros acontecimentos diários que perderá a conta.

Vai sentir muita falta dos seus amigos e família e ter que vê-los através de uma tela de computador ou celular.

Não tem cheiro, nem abraço. Mas vai ter novas relações, novas experiências, aprendizados e descobertas. Vai te libertar de uma mentalidade, por vezes, bairrista e provinciana.

Eu, como uma amante da vida e das boas relações interpessoais, por não abrir mão delas, me entrego às experiências. Mas dizer que é fácil, seria hipocrisia da minha parte. Não, não é. E quem disse que seria? E isso é o que torna ainda mais gratificante o resultado dessa constante busca: a descoberta.

Bom, para quem está disposto. E tem estrutura para aguentar. Quem não tem, sucumbe, retorna, desiste.

Mas, se posso dar um conselho para um crescimento e amadurecimento pessoal é: seja imigrante pelo menos uma vez em sua vida. Você vai se surpreender!”

Para conferir mais textos da Binha, conheça o blog dela.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe: