Browsing Tag

Viagens

2 In Belém/ Viagens

O que conhecer em Belém do Pará

Mercado Ver-o-peso em Belém, no Pará

Belém, no Pará, é uma cidade encantadora. Com uma variedade cultural grande, há muitos encantos para se conhecer na capital paraense. Criada para ser a capital do Império, Belém tem um ar bucólico. Nos pontos turísticos da cidade é possível “respirar história” e facilmente imaginar como era a Belém de outros tempos.

Sobre as questões práticas, é uma cidade pequena. Logo você conhece os principiais pontos turísticos em três dias no máximo. Então, se quiser passar mais tempo no Pará aproveite para ir as Ilhas mais próximas da capital como Algodoal e Salinas ou estique até outras maravilhosas paisagens como as da Ilha de Marajó ou Alter do Chão. 

INSCREVA-SE NO CANAL DO BLOG NO YOUTUBE

 

Roteiro de três dias em Belém

Mercado Ver-o-peso

Comece o dia pelo mercado Ver-o-peso. Lá você vai encontrar iguarias como o peixe frito com o açaí, além de ver as mais variadas especiarias típicas do Norte. Lá também encontramos a barraquinha das rezadeiras com os mais variados tipo de banho.

Ps: Furtos em Belém, principalmente no Ver-o-peso são bens comuns. Por isso, compartilho aqui a dica de que ouvi de vários moradores: não ande exibindo seus pertences (celulares, cordão, relógios, etc) e se tiver com bolsa mantenha ela para frente, além de andar sempre atento.

Forte Feliz Lusitânia e Casa das Sete Janelas

Saindo do Ver-o-peso caminhe até o Forte das Feliz Lusitânia e a Casa das Sete Janelas. O local é bem conservado e ambos possuem um vista privilegiada do Rio Guamá.

Forte Feliz Lusitânia

Estação das Docas

Esse foi um dos cantinhos que mais gostei em Belém. Reformada em 2000, a estação das Docas virou uma espécie de grande louge com restaurantes e lojinhas. Quando for lá não deixe de experimentar os sorvetes da Cairu. Experimentei os sabores: açaí, tapioca, castanha do Pará e murici e olha são todos maravilhosos.

Estação das Docas  Estação das Docas

Estação das Docas

No fim do dia, aproveite e faça o passeio de barco pelo Rio Guamá com a Valverde Turismo. Nesse post conto essa maravilhosa experiência. Ao retornar a estação das docas, prove uma cervejinha na Amazon Beer.

Segundo Dia

Museu Emílio Goeldi, Basílica de Nossa Senhora de Nazaré e Theatro da Paz

O segundo dia pode começar por um passeio no Museu Emílio Goeldi. Nele você confere uma exposição e no fim um tem um zoológico com diversas espécies como onça, arara azul, guarás, etc. La dentro também tem um aquário, mas quando fui estava fechado.

Museu Emílio Goeldi

Museu Emílio Goeldi

Algumas quadras depois na mesma calçada que o museu está a Basílica de Nossa Senhora do Nazaré. Com estilo neoclássico, a igreja sedia em outubro o Círio de Nazaré, que arrasta mais de dois milhões de fiéis pelas ruas de Belém.

Depois siga para o Teatro da Paz e faça uma visita guiada. No passeio é possível entender o quão rica Belém era no Ciclo da Borracha e por qual motivo tanta prosperidade não durou depois desse período. 

Theatro da Paz

Theatro da Paz

Terceiro Dia

Mangal das Garças

Comece o dia almoçando no restaurante do Mangal das Garças, que é muito bem avaliado, e depois faça o passeio pelo local. No Mangal você pode conhecer um aviário e um borboletario, além de observar os animais se alimentando.

Uma curiosidade sobre o Mangal: os animais foram tirados do habit natural pelo homem e seriam destinados para o tráfico de animais. Entretanto, os bichos foram recapturados em apreensões do Ibama e hoje ele vivem no Mangal por ainda não conseguirem se adaptar a natureza, estando mais vulneráveis aos predadores.

Mangal das Garças

Mangal das Garças

Na minha viagem fiquei três dias em Belém e quatro dias em Soure, na Iha de Marajó. Confira mais dicas sobre o Pará:

Pará: diversidade cultural e riquezas do Norte do Brasil

Passeio de barco em Belém do Pará

O que fazer na Ilha de Marajó

Passeio na Fazenda Bom Jesus, na Ilha de Marajó

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



4 In Entrevistas/ Felicidade/ Viagens

‘Não é preciso ser rico para viajar. É questão de prioridade’ – Entrevista com Marianne Rangel, do blog Despachadas

Marianne Rangel, do blog despachadas, em Kefalonia, na Grécia

Estreei aqui no blog uma sessão de entrevistas. Já batemos um papo com a Rafaela do canal no Youtube Brasilicans e com a Mariana Bueno, do blog Marina Viaja. E hoje, vamos conversar com a Marianne Rangel do blog Despachadas.

A Marianne desenvolve um trabalho muito bacana, com altas dicas sobre viagens e a venda de roteiros personalizados. Conversamos sobre como surgiu a ideia do blog, dicas de planejamentos, momentos bacanas e nem tão bacanas assim das viagens, e claro, como para viajar mais não é preciso ser rico. Confere só!

O Despachadas tem 9 anos e nasceu de um desejo de compartilhar sua primeira Eurotrip com seus amigos e familiares. O que você aprendeu sobre viagens nesse tempo?

Aprendi que com a internet e planejamento é possível ir a qualquer lugar do mundo! E que não é necessário ser rico para viajar! Tudo é questão de prioridades! Conheci pessoas incríveis e lugares inesquecíveis que valem mais do que qualquer outra coisa que o dinheiro pode comprar!

Ainda tem um destino que é seu sonho de consumo ou já conheceu todos que mais queria?

Sempre tem! Minha listinha só cresce! Hehehe Sonho em conhecer o Japão, Nova Zelândia, ver a Aurora Boreal na Islândia, Finlândia e Noruega, ai.. difícil escolher só um!

Marianne Rangel, do blog despachadas, em Londres

Marianne Rangel, do blog despachadas, em Londres

Tem alguma dica de viagem que você tem que compartilhar com os leitores do blog… Qual?

Uma dica importante (e que nem sempre consigo seguir) é: viaje leve! É bem mais confortável e menos sofrido do que carregar uma mala de 20kg pra cima e pra baixo. Pratique o desapego e organize looks básicos que combinem entre si para evitar excessos.

Outra dica é se panejar com uma certa antecedência! Não precisa ser tanto tempo antes, uns 6 a 4 meses está bom. Organizar uma viagem em cima da hora é certo que pagarão mais caro, tanto em passagens como em hospedagem.

Pra finalizar, se for possível escolher o mês pra viajar nas férias, tente sempre escolher os meses de meia estação, como Abril-Maio e Setembro-Outubro. Claro que, levando em considerações o clima e fenômenos naturais específicos de cada região. Normalmente, pra maioria dos lugares, esse período tem clima mais ameno, tem menos turistas e, por não ser alta temporada, os custos de passagem e hospedagem costumam ser bem mais baixos!

Como ou quais ferramentas você usa para planejar suas viagens?

Uso vários sites no processo de planejamento. Um deles e o primeiro que uso é o google maps, onde marco o trajeto dos países que quero ir e todos os pontos que quero visitar, restaurantes, aeroporto, hotel, estação de trem, e qualquer outra coisa que eu considere importante. Faço isso antes da viagem para me situar no lugar, estudar a cidade e saber distância entre os pontos. E durante a viagem uso o app google maps com todos os pontos marcados, e assim chego facilmente em qualquer lugar!

Para buscar passagens uso os buscadores Skyscanner ou Kayak. Para organizar minha viagem uso o app TripIt, e para buscar os meios de transporte entre as cidades uso o site Rome2Rio. Com esse pacote de ferramentas vou pra qualquer canto do mundo! hehehe

Como surgiu a ideia dos roteiros? Pode aproveitar o espaço e fazer aquela propaganda, rs

A ideia dos Roteiros Personalizados surgiu da tentativa de unir o útil ao agradável. Há 9 anos, desde a minha primeira Eurotrip e criação do blog, eu já fazia roteiros personalizados para as minhas viagens. Quando voltava de viagem, tantas pessoas me pediam dicas e ajuda que eu acabava montando roteiros pra todos. E durante todo esse tempo as pessoas elogiavam meus roteiros e perguntavam quando eu iria abrir a minha agência. Como trabalhava em empresa, fazia como hobby, porque era uma coisa que eu curtia muito! Porém, 9 anos depois, embora fosse bem sucedida profissionalmente, não estava mais feliz no trabalho. Resolvi mudar de empresa, achando que isso iria resolver minha tristeza,mas não. O problema era comigo, com minha realização pessoal. Foi quando decidi transformar meu hobby em profissão. Porque não ganhar dinheiro fazendo o que amo, se é uma coisa que eu sei fazer como ninguém e faço com o maior prazer do mundo? Foi assim que, no final de 2015, surgiu o serviço de Roteiros Personalizados Despachada! 😊 

Marianne Rangel, do blog despachadas, em Punta Del Este

Em Punta Del Este

Lista três lugares que você mais ama no mundo…

Amo tantos lugares no mundo, que é difícil escolher só 3. Mas vou tentar: Sem dúvida o primeiro é Londres, pois foi o primeiro lugar que pisei na Europa. Foi amor à primeira vista! As Ilhas Gregas (qualquer uma hehe) também mexem com meu coração! E pra finalizar, Marrakech. Amei esse lugar, a cultura, as pessoas, tudo tão diferente do que estamos acostumados, que me encantou. Também amei Fernando de Noronha! Deixa 4, vai! hehehe 

Marianne Rangel, do blog Despachadas, em Marrakech

Com um camelo em Marrakech

E três que você não curtiu tanto…

Viajar é sempre tão maravilhoso, que mesmo não amando o lugar, eu gosto só por estar viajando!Mas vou citar os que menos gostei. O que não quer dizer que eu não voltaria! haha Não curti muito Los Angeles. Cheguei de noite e tive uma péssima impressão da cidade. Além disso achei a calçada da fama bem sem graça. Gostei bem mais de Santa Mônica e me arrependi de não ter me hospedado lá. Outra cidade que não é muito meu estilo é Las Vegas. É legal conhecer, mas não curto muito cidades tão artificiais. Gosto de ruelas, história, conhecer cultura, hábitos, comida local… E por último, não que eu não tenha gostado, mas Marbella , na Espanha, foi uma cidade que não me impressionou. É bonitinha e tudo mais, mas é dispensável.

É melhor viajar sozinha, acompanhada de amigos, em casal ou com a família?

Já viajei das 4 formas e cada uma delas é especial! Depende do momento de cada pessoa.

Já passou por alguma situação engraçada durante as viagens? Qual?

Muitas! Vou contar algumas:

– Já viajei 14 horas de ônibus, de Berlim para Praga, ao lado de um senhor polonês que não falava nem uma palavra em inglês. Conversamos durante toda a viagem por mímicas, super nos entendemos, e no final ele me deu um papel com o endereço dele para visitá-lo quando fosse na Polônia!

– Era madrugada em um hostel em Roma, quando acordei com um barulho de água. Acendi minha luz da cama e me deparei com um colega de quarto em pé fazendo xixi na penteadeira.

– Em uma viagem interna pela Europa, de cia low cost, tive que vestir 2 calças, um vestido, 1 blusa, 1 casaco, 2 relógios e 55 pulseiras de uma única vez pra não pagar excesso de bagagem!

Tenho tantas outras que passaria o dia contando aqui! hahaha

Viajar é…

Inspirador, libertador e transformador! É muito mais que apenas visitar pontos turísticos! É se (re)conhecer ou se (re)encontrar! Em qualquer situação da vida, boa ou ruim, viaje! 

Zakybthos, na Grécia

Zakybthos, na Grécia

 

E aí gostou da entrevista? Me conta nos comentários!

Quer ver algum blogueiro sendo entrevistado no Kari Desbrava? Manda sua sugestão para: karidesbrava@gmail.com :)

 

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



2 In Entrevistas/ Felicidade/ Viagens

‘Viajar sozinha é uma oportunidade de aprendizado’ – Bate-papo com Mariana Bueno, do blog Mariana Viaja

mariana-viaja-paris

Inspirar outros pessoas a viajarem (mais) é a coisa que esse blog mais gosta de fazer. Depois de compartilharmos o relato da Rafaela, do canal no youtube Brazilicans, é a vez de batermos um papo com a Mariana Bueno, do blog Mariana Viaja.

A Mariana é mineira, jornalista, torcedora do Cruzeiro e capricorniana. Ela também faz parte do coletivo De Viagem em Viagem e nessa conversa falamos sobre como surgiu essa paixão por viagens, destino favorito, dica de como viajar mais e outras coisas. Confere só:

Como começou sua paixão por viajar? 

Quando pequena eu adorava ler e ficava imaginando que um dia ia ver de perto aqueles lugares. Mas nem sei se eu achava mesmo possível ou se era só coisa de criança. Nem sabia como era viajar. A primeira vez que vi o mar, tinha 10 anos de idade, foi a primeira vez que viajei, um ônibus, a família toda, a noite toda na estrada. Depois disso viajava para a praia a cada dois ou três anos e, para mim, era a coisa mais maravilhosa, o momento mais esperado da vida. E olha que era sempre para a mesma cidade, mas só de estar em um lugar diferente do meu, ver pessoas diferentes, eu já amava. Aí entrei na faculdade, comecei a trabalhar e fui vendo que era possível. Ou seja, a paixão é antiga, mas só virou realidade recentemente. Comecei e não parei mais!

Marina em Sergipe

Mariana em Sergipe

O que mudou na Mariana após começar a desbravar esse mundão?

Nossa, muita coisa! Sempre fui muito “bicho do mato”, muito fechada, e, na medida em que fui desbravando novos lugares, fui ficando mais aberta, porque fui vendo que não existe certo e errado, existem costumes, culturas, então cada um é de um jeito e tudo bem eu ser do meu jeito. A gente vai perdendo os pré-conceitos porque vai vendo muitas diferenças, vai aprendendo a enxergar além do nosso mundinho, a respeitar tudo isso e a se respeitar. Então viajar abriu e ainda abre muito a minha cabeça. Cada novo lugar é um novo aprendizado, cada nova experiência é uma nova Mariana que volta. Sempre crescendo, evoluindo e, acredito eu, me tornando uma pessoa melhor.

Até agora, qual a sua viagem favorita?

Ai… é uma escolha difícil. Cada vez que faço uma viagem costumo voltar falando que foi a melhor viagem que eu fiz. Então brinco que a favorita é sempre a mais recente. Estava superapaixonada por Portugal, ainda estou, e agora estou falando mais de Sergipe, que amei conhecer. Minha primeira viagem sozinha foi bem marcante, para Cuba. Mas Paris é um lugar que eu amo, sempre sonhei conhecer, e foi a primeira viagem internacional que fiz, então marcou também e, até agora, é meu lugar favorito no mundo!

LEIA MAIS: Mas, e você vai sozinha?

Já passou por algum perrengue durante uma viagem? Qual?

Graças a Deus nunca teve nada muito sério. Só aquelas coisas que na hora parecem tensas, mas depois acabo rindo. Na Itália eu fui picada por uns mosquitos e foi horrível porque sou alérgica a insetos. E não senti as picadas na hora (em Veneza), só no avião, a caminho de Roma, é que começou uma coceira insuportável. Eu não sabia o que fazer. Quando desembarquei e me olhei no espelho, meu corpo estava todo coberto por calombos vermelhos enormes, inchados. Era de noite, então só no dia seguinte pude ir a uma farmácia e comprar uma pomada, aí fui melhorando. Mas, na hora, foi um susto. Acho que de perrengues que me lembro esse foi o pior.

Tem algum lugar que você nunca conheceria?

Até tem… Mas pode ser que eu acabe mudando de ideia, porque sou dessas! rs E não é nada definitivo tipo “nuuuunca vou”, não tenho nenhum problema, só que são lugares que não me atraem tanto e, como a vida é curta e o mundo é grande, sei que vai ficar muita coisa de fora, então para alguns eu nem ligo de não conhecer, não tenho vontade.

“Na medida em que fui desbravando novos lugares, fui ficando mais aberta, porque fui vendo que não existe certo e errado, existem costumes, culturas, então cada um é de um jeito e tudo bem eu ser do meu jeito”

E o surgimento do blog… como foi?

Foi em 2015. Como eu sou jornalista e sempre gostei de escrever, toda vez que viajava fazia um diário de bordo, anotando como foi, os lugares que visitei, mais para ter de lembrança mesmo. De vez em quando algum amigo ia viajar e me pedia dicas, aí eu mandava o arquivo. E eu sempre senti falta de ter um espaço meu, onde eu pudesse escrever do meu jeito, de uma forma mais livre, sem as cobranças do trabalho. Sempre pensei em ter um blog e não sabia exatamente de que – não queria simplesmente ter só pra ter, sabe? Queria algo que fosse legal pra mim, mas que fosse legal para os outros também! Gosto de boas histórias (como as que lá atrás me faziam viajar) e gosto de contar histórias. Aí um dia me deu esse estalo de que poderia unir as duas cosias – viajar e escrever. No mesmo dia criei o nome, comprei o domínio, aí fui para Nova York de férias e, quando voltei, comecei a organizar. Faz dois anos e é muito bom ver que as pessoas gostam, receber feedback de leitores, isso dá mais ânimo para continuar! Porque é um trabalho e é difícil e puxado, mas tem valido a pena!

Em Portugal

Em Portugal

Indica algum livro e filme sobre viagens?

Sou apaixonada por “Comer, rezar, amar”, que é livro e filme. Eu gosto mais do livro. Resumindo e sem spoilers, é uma mulher que viaja sozinha para diferentes países durante um ano, para se conhecer melhor. Outro filme que eu amo é “O fabuloso destino de Amélie Poulain”, que é mais poético e me inspira muito a sonhar com novas viagens e a realizá-las. Em Paris até fui na lanchonete onde a personagem trabalhava. Na verdade qualquer livro ou filme que se passe em um lugar que não é o meu, vai despertar em mim a vontade de conhecer!

Infográfico: 10 dicas de segurança para viajantes

E alguma dica para ajudar as pessoas que querem começar a viajar mais…

Se planejar, se programar. Ver tudo com antecedência é fundamental e ainda faz a viagem ficar mais barata. Pesquisar sobre o destino que deseja conhecer, calcular mais ou menos quanto vai custar e aí colocar no papel quanto vai ser preciso economizar e ter isso como meta, guardar um pouquinho todo mês. Porque quando a gente já tem algo mais concreto, fica mais fácil resistir a comprar uma roupa nova ou a ir a um evento caro. Prefiro guardar pra viagem. E também ficar sempre ligada em sites de promoções de passagem, para conseguir preços melhores. Outra dica é acessar os blogs, porque os relatos e dicas reais podem sempre ajudar e dar novas ideias.

Passeando por Inhotim, Minas Gerais

Passeando por Inhotim, Minas Gerais

Quais são os próximos destinos?

Vou Chile ainda este ano. E, no Brasil, quero conhecer Blumenau. Mas tudo pode mudar a qualquer momento! 

LEIA MAIS: Dicas para planejar uma viagem sozinha

Qual recado você manda para a mulherada que quer começar a viajar sozinha?

Meu lema é “vai, e se der medo, vai com medo mesmo”. Porque eu sei que bate um monte de inseguranças, é natural. A gente corre mesmo mais riscos, a sociedade em que vivemos ainda é muito machista, mas é a partir da gente que isso vai mudar. É nas nossas atitudes, nos pequenos passos, que vamos impondo respeito. Então, se não tiver coragem de ir muito longe, comece indo perto, uma cidade vizinha, só passar um dia e voltar, ou um fim de semana.

Depois passe para lugares mais longes, períodos maiores e, assim, vai se habituando. Acho que ninguém deve deixar de viajar e conhecer lugares lindos porque não tem companhia naquele momento! Viajar sozinha é uma oportunidade de aprendizado e crescimento!

 

Gostaram do bate-papo? Deixa nos comentários o que achou e que blogueiro você gostaria de ver por aqui! 😉

 

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Pará/ Recentes

Pará: diversidade cultural e riquezas do Norte do Brasil

belem-do-pará-kari-desbrava

Um dos estados mais ricos do Brasil é o Pará. Digo isso, pois a diversidade cultural, de fauna e flora (que abriga parte da floresta Amazônica) e gastronômica são exóticas e inconfundíveis. 

Participe do nosso grupo no Facebook 

Estação das Docas, em Belém

Estação das Docas, em Belém

Na cultura é possível dançar o carimbó. Um ritmo gostoso e que tem várias vertentes: a mais folclórica, mais sensual, com mais destaque para a dama ou para o cavalheiro, etc. 

Segundo os paraenses, o ritmo nasceu na Ilha do Marajó. Local místico e cheio de peculiaridades, entre elas a imensidade de búfalos espalhados por lá, a Marajó, nos deu o ritmo que é a cara do Brasil. 

para-norte-do-brasil

No sentido horário, a partir da foto da igreja: Igreja de Nossa Senhora de Nazaré, a fé estampada, cabeças de búfalos empalhadas, torre no Mangal das Garças, artesanato marajoara, passeio de búfalo, altar dentro da Basílica de Nossa Senhora do Nazaré, casal dançando carimbó

Além do carimbó, no Pará também é possível curtir o calipso, tecnobrega e as famosas aparelhagens. Com uma imensidão de aparatos tecnológicos, as aparelhagens reúnem milhares de pessoas que buscam balançar o corpinho.

Já na fauna e na flora é espetáculo atrás de espetáculo. É borboleta, arara, papagaio, tartaruga, sapo, capivara, guará, coco amarelo, bacuri, mangaba, cupuaçu… Já falei búfalo? Rs

Salvaterra-ilha-de-marajo-para

Praia em Salvaterra, Ilha de Marajó

Ah, e na culinária… é um show de sabores a parte. Tacacá, queijo de búfalo (olha ele de novo!), açaí, pato no tucupi, tapioca, manisoba. Éguaaaa, é muita coisa peculiar que você só vai experimentar no Pará. 

Sorvete de açaí com tapioca, sorvete de castanha do pará e murici, bife e queijo de búfalo com cebola e lanchinho composto de: bolo de tapioca, bolo com cobertura de cupuaçu, pão e queijo de búfalo

Sorvete de açaí com tapioca, sorvete de castanha do pará e murici, bife e queijo de búfalo com cebola e lanchinho composto de: bolo de tapioca, bolo com cobertura de cupuaçu, pão e queijo de búfalo

Esse texto é uma mera tentativa de transmitir para vocês tudo que vi, comi e vivi no Pará. Entretanto, tem coisas na vida que por mais que a gente queira passar de maneira mais próximo do que ocorreu nada se compara a experiência de viver o momento. Portanto, se você quer conhecer o Pará de verdade viaje para lá! E descubra você mesmo a sensação de estar no estado mais norte do país. 

 

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



4 In Dicas de Viagem/ Recentes/ Viagens

Infográfico: 10 dicas de segurança para viajantes

Segurança-do-viajante

Na noite desta quarta-feira (05) fiz uma live no Facebook sobre o tema segurança do viajante (se você perdeu clique aqui e assista). Como prometido na live, disponibilizo agora um infográfico com 10 dicas de segurança. 

Dicas de segurança para viajantes (2)

E aí, o que achou do infográfico? Me conta nos comentários!

Ah, compartilhe o info e ajude mais viajantes!

Beijos,
Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



1 In Recentes/ Viagens/ Vídeos

Tag #Wanderlust: 10 curiosidades sobre as minhas viagens

maranhao-lencois-maranhenses-kari-desbrava

Fui desafiada pela Mariana, do blog Mariana Viaja, a participar de um desafio bem bacana: responder a tag Wanderlust. Para quem não conhece, a brincadeira consiste em responder 10 perguntas sobre viagens.

Pois, bem. Desafio feito é desafio aceito. Dá o play aí e confira minhas respostas:

Wanderlust é uma palavra de origem alemã que não tem tradução exata para o português. Seu significado seria algo como “desejo de viajar”.

Como vocês viram no vídeo eu desafio os blogs Arrumei as Malas e Parti, Two in Trip e Blog da Lion a participarem da brincadeira. É com vocês pessoal! Já tô ansiosa para ver as respostas :)

Beijos,
Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



22 In Felicidade/ Viagens

Mas, e você vai sozinha?

mulher_sozinha_kari_desbrava

Leia ouvindo Quando eu digo não é não, da Lila

 

Vou sozinha sim. Ou acompanhada, desde que eu queira. O importante aqui é a minha (sua) vontade e não a opinião dos outros.

É impressionante como em pleno 2017 ver uma mulher sozinha num bar, restaurante, cinema, aeroporto, num passeio ainda incomoda tanto. E eu me pergunto: Por quê?

Lugar de mulher é onde ela quiser. E não deixe nada nem ninguém fazer você desacreditar disso. Nos bastamos e estarmos sozinhas não significa que estamos solitárias.

Estar sozinha tem mais a ver com apreciar a própria companhia e escolher estar ao lado de quem se ama quando quer do que com solidão. Portanto, tire da cabeça o que os outros vão pensar se te verem sozinha. Os outros são só os outros e porque se importar tanto com quem você jamais verá na vida novamente? Ou com quem nem se importa de verdade com você?

Isso vale para uma simples ida à padaria ou para aquela viagem que você sempre quis fazer. Vale para qualquer plano que você tenha deixado de lado por medo. De ser julgada, de ser violada, simplesmente porque é mulher.

Nossa luta tá longe de acabar. Mas que consigamos celebrar cada pequena vitória. Dentro e fora de nós mesmas.

***

Esse texto é um manifesto a todas as mulheres que deixaram de fazer algo por medo. E também é um incentivo. Deixe o medo de lado e vá mulher! Vá fazer o que você sempre quis e o que te deixa feliz 😉

***

Ah, tenho duas dicas legais para quem tá precisado de um empurrãozinho pra seguir. Primeiro, é um vídeo lá do canal (aproveita e se inscreve :) ) com dicas para quem deseja iniciar sair sozinha. Qualquer dúvida, crítica ou sugestão só comentar que trocamos uma ideia.

A segunda dica é o livro “Mas, e você vai sozinha?”, da Gaía Passarelli. Gostei tanto do livro que resolvi dar o mesmo nome para esse texto. Na obra, Gaía conta suas aventuras pelo mundo, provando que mulher pode sim viajar sozinha. O livro também traz um box com dicas para quem quer conhecer os mesmos lugares que a Gaía. É isso. Boa leitura!

Dica de leitura 📖: Ler é uma diversão pra mim. E como viajar também… quando junta as duas coisas imagina como eu fico? Feliz da vida! 😊 Como felicidade é para ser compartilhada hoje indico para vocês o livro “Mas você vai sozinha?”, @gaiapassarelli. No livro Gaia relata suas aventuras viajando sozinha pelo mundo. Com um jeito divertido e leve, ela nos prova que viajar sozinha não tem mistério, basta ter alguns cuidados. Você tem alguma aventura sozinha nesse mundão? Teria coragem de viajar sozinha(o)? Me conta nos comentários! #karidesbrava #viagens #travel #trip #deviagememviagem #dicadeleitura #desbravesuacidade #turistando #rbbv #ler #leitura #livro #travelando #wanderlust

Uma publicação compartilhada por Kari Desbrava (@karidesbrava) em

Beijos,
Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



11 In Carioquices/ O que comer no Rio/ O que fazer no Rio/ Rio de Janeiro

Manual de sobrevivência: Carnaval no Rio de Janeiro

carnaval_kari_desbrava

O Carnaval tá chegando e a Cidade Maravilhosa se prepara para a folia. Essa festa, seja na Sapucaí, seja na rua com os famosos blocos, encanta turistas do mundo todo. Eis então, o motivo deste post. Uma ajudinha para quem decidiu passar esses quatro dias por aqui. Um verdadeiro manual de sobrevivência para quem quer aproveitar o melhor do Rio de Janeiro.

A cidade do Rio

Como uma metrópole, o Rio de Janeiro é cheio de contrastes. E eles já começam na geografia da cidade. Cercado pelo mar e por montanhas, a chegada ao Rio pode ser algo que te deixa literalmente de boca aberta por causa da vista.

Rio de Janeiro_Kari_Desbrava

Além disso, tem toda aquela coisa da desigualdade social, que também é bem visível durante um passeio. Aqui, favela e asfalto andam literalmente junto & misturado. Que honestamente, é o grande charme do Rio.

Por conta dessa mistura, temos um dos maiores carnavais do mundo, com desfiles das escolas do Grupo Especial, Grupo A e as escolas mirins na Sapucaí e os 452 blocos (número de blocos oficiais deste ano!!!) que põe os foliões para dançar.

Dicas Gerais

Para aproveitar o melhor da Carnaval no Rio, separei algumas dicas. Diferente de outras cidades do Brasil, o Carnaval por aqui é na cidade toda. No Centro, da Zona Sul a Zona Norte, na Zona Oeste. Em todo canto vai ter um bloquinho passando. Por isso, é bom ficar atento a algumas questões. Vamos a elas:

Não use carro

Ir de carro para bloco ou para os desfiles na Sapucaí é furada na certa. Vai ser difícil de achar um lugar para estacionar, sem falar no trânsito de pessoas, que em alguns locais podem ser milhares, ruas fechadas, interferindo na sua rota. Olha, motivos para deixar o carro em casa é o que não falta. Por isso, dê preferência para usar o transporte público. Com o metrô, você consegue se deslocar para os principais eventos que rolam na cidade nesta época do ano, sem transtorno. Ah, vale lembrar que durante o Carnaval o Metrô Rio funciona 24 horas. (Podia ser sempre assim, né??!)

Leia mais: 5 aplicativos para ajudar você a se virar no Rio de Janeiro

Saiba para onde vai

Saber para onde vai está intimamente ligado a dica acima. Se você sabe para onde quer ir vai conseguir se planejar como chegar no local desejado, sem precisar apelar para um táxi ou Uber e gastar uma grana com deslocamento. Como falei acima, dê preferência para o transporte público.

Banheiros

Achar banheiros durante o Carnaval pode ser uma missão complicada. A Prefeitura disponibiliza os banheiros químicos, mas eles estão longe de dar vazão para a quantidade de pessoas que vem para a cidade. Por isso, quando pintar aquela vontade de ir ao banheiro, vá logo! Assim, você evita fazer xixi na rua. Além de sem uma falta de educação tremenda, fazer xixi na rua pode render multa no valor de R$ 510.

Visual leve

O Rio é uma cidade tropical. Por isso, o clima aqui é quente e úmido. Normalmente, é um solzão durante o dia, com sensação térmica pra lá de quente, com chances de pancadas de chuvas durante a noite. Ou seja, usar roupas pesadas e com muito tecido durante o dia não é uma boa ideia. Dê preferência para tecidos leves e roupas fresquinhas.

Usar um bom tênis para não machucar o pé com latas, garrafas, entre outros objetos, também é uma boa pedida. E não esqueça dos óculos de sol e protetor solar.

Ah, também vale carregar uma capa de chuva ou guarda-chuva caso você não queira correr o risco de se molhar.

Hidratar sempre

Por causa do tempo quente, é sempre bom se hidratar. E não tô falando de bebida alcoólica e sim de água mesmo. Intercalar a cerveja com copos d’água é uma forma de evitar a ressaca  e ter mais disposição no dia seguinte.

Segurança

Resolvi abrir um tópico especialmente para segurança por motivos meios óbvios. Infelizmente, o Rio de Janeiro é manchete por vários casos de violência. Não tô aqui para fazer alarde, pois toda metrópoles sofre com problemas de segurança.

“Ah, então por qual motivo abriu um tópico só para falar disso?”

Para alertar e desmistificar algumas coisas. Primeiro, é preciso ter cuidado em qualquer parte do mundo. E aqui no Rio, indico não andar com objetos de valor como cordões e celulares a mostra. Furtos e roubos desses objetos infelizmente são muitos comuns por aqui. Então, para evitar dor de cabeça tenha atenção.

Uma outra dica, é não levar para o bloco seu smartphone de última geração e sim um celular mais velhinho. Assim se acontecer algo, você não terá um grande prejuízo. Ou então, use uma doleira. E coloque nela somente o essencial.

Nada também de anda por ruas escuras, desertas e todas aquelas medidas de segurança que normalmente temos.

De resto, se joga e aproveita!

Como se locomover

Metrô

Se você vai para os blocos do Centro ou da Zona Sul, a melhor forma de chegar é de metrô. Assim, você evita ficar preso no trânsito e perder a festa. Para usar o metrô no Rio é muito fácil. Compre um bilhete pré-pago na bilheteria e recarregue-o sempre que os créditos estiverem acabando. Desta forma, você evita ter que ficar circulando com muito dinheiro por ai sem falar que evita pegar filas, economizando tempo.

O Rio tem três linhas: 1, 2 e 4. A linha 1 vai de Botafogo à Pavuna. A 2 da estação Uruguai até General Osório/Ipanema. E a 4 de General Osório até Jardim Oceânico (na Barra da Tijuca).  Durante o Carnaval, o metrô funciona 24 horas e não é preciso fazer baldiação na estação Estácio.

Se você vai para o Sambódromo deve descer na Estação da Praça Onze (linha 1) e caminhar até o até a Av. Marquês de Sapucaí.

VLT 

De VLT você pode passear pelas principais ruas do Centro do Rio. Logo, ele é uma ótima opção se você deseja curtir os blocos por essa região. Além disso, o VLT passa pela Rodoviária Novo Rio e pelo Aeroporto Santos Dumont, pontos de chegada e partida da cidade. Outro fator positivo, é que ele passa por diversas estações de metrô e por atrações como a Orla Conde, onde fica o Museu do Amanhã, o Museu de Arte do Rio, o grafite “Etnias”, pintado pelo Kobra, o Aquario, entre outras.

Mapa das estações do VLT Foto: Reprodução

Mapa das estações do VLT Foto: Reprodução

BRT 

O BRT passa por boa parte da Zona Norte, Oeste e tem integração com o metrô facilitando a vida de quem quer chegar na Zona Sul e Centro. Existem duas linhas: BRT Transoeste e o BRT Transolímpica, como é possível ver na imagem abaixo. Dependendo do lugar da cidade para onde você vai, ele é uma boa opção.

mapa-estacoes_brt_kari_desbrava

Clique na imagem e veja o mapa ampliado

Ônibus

De ônibus você consegue se deslocar pelo Rio todo. Apesar da variedade de linhas, durante o Carnaval não é a melhor opção, devido as interdições de trânsito. Sem falar, no risco de ficar preso no engarrafamento. Realmente, se você tiver indo para a muvuca, opte pelo metrô e/ou BRT/VLT.

Onde se hospedar

– Ibis Botafogo, Copacabana e Centro

A rede Ibis é uma rede de hotel que preza pelo conforto e preço em conta. Apesar de não ter me hospedado nos hotéis da rede que ficam na Cidade Maravilhosa, me hospedei no Ibis de Belo Horizonte e adorei a experiência. Levando em consideração que geralmente redes de hotel seguem o mesmo padrão, o Ibis e uma ótima opção.

-Hostelzinho Vidigal 

O Hostelzinho Vidigal é um hostel que fica na Favela do Vidigal. Se você não conhece uma comunidade carioca e tem curiosidade, ele pode ser uma boa opção. Lembrando que a favela do Vidigal é pacificada.

Além disso, no Vidigal você pode conhecer o Bar da Laje e fazer a trilha do Morro Dois Irmãos, uma das mais bonitas vistas do Rio.

-Casa Francisco

Localizada em Santa Teresa, a Casa Francisco é super bem avaliada pelos viajantes no Booking. Com nota 9,5, quem se hospedeu nela avaliou bem os quesitos: limpeza, conforto, localização, comodidade, funcionários e custo-benefício.

– Airbnb

Se você não curte hostel, nem pousada e não quer gastar rios de dinheiro em um hotel um boa opção é se hospedar através do Airbnb. Nesse post contei como funciona o serviço, além de trazer a experiência de outros viajantes que já usaram a plataforma. Outro ponto que deve ser destacado, é que no Airbnb você se hospeda na casa de um local. Logo, você verá a cidade através dos olhos deste morador.

Se você se interessou por essa experiência, receba R$ 100 de desconto em sua primeira aventura na plataforma!

Você também pode procurar mais opções de hospedagem no Booking.com. Assim você ajuda o Kari Desbrava a continuar produzindo conteúdo de qualidade sem pagar nada a mais por isso!

Onde comer

– Dona Olinda 

Com um buffet variado, o Dona Olinda é uma alternativa para quem está hospedado na Barra da Tijuca. Com boa comida, a padaria e restaurante também tem vista para a praia do Pepê.

Pães e bolos

– Bar da Laje

Localizado no Vidigal, o Bar da Laje é um restaurante point da cidade. A comida é gostosa e tem uma vista de cair o queixo. Recomendo o espetinho de Salsichão com um cerveja, ou então, a feijoada.

Bar_da_Laje

– Cadeg

O Cadeg é uma espécie de mercadão do Rio de Janeiro. Ele fica em Benfica, na Zona Norte do Rio. Lá você encontra bons restaurantes e lojas que vendem diversos artigos, como bebidas, comidas, plantas, flores, entre outro.

– Confeitaria Colombo

Tradicional, a Confeitaria Colombo é um ponto turístico da cidade. Fundada em 1894, o prédio tem arquitetura que remete a época em que o Rio era capital da República. Vale o passeio pela comida e sem dúvida nenhuma pelo ambiente.

A Colombo também criou uma filial no Forte de Copacabana e recentemente no aeroporto do Galeão. Apesar de ambas terem os mesmos quitutes, a mais bonita arquitetura com certeza é a da original.

– Arab

O Arab é um restaurante de comida árabe que fica na Lagoa Rodrigo de Freitas. Visitá-lo vale tanto pela comida quanto pela vista, que mais uma vez, é exuberante.

O que fazer

Os pontos turísticos clássicos:

-Corcovado

O Morro do Corcovado certamente é o ponto turístico mais conhecido do Rio. É lá que fica o Cristo Redentor e a vista mais linda da cidade (acho que já disse várias vistas mais lindas nesse texto, mas é que o Rio tem muita vista linda e não consigo eleger somente uma, ok?). Visitá-lo é quase uma obrigação quando se vem ao Rio.

E há diversas formas de chegar no Cristo, mas as mais comuns são: de van — com pontos de partida no Largo do Machado, Copacabana, Barra da Tijuca e Paineiras — ou de trem, com ponto de partida no Cosme Velho. Se for de van,   recomendo a parada no Centro de Visitantes das Paineiras, inaugurado antes dos Jogos Olímpicos 2016. 

Corcovado_kari_desbrava

-Pão de Açúcar

O bondinho do Pão de Açúcar também é bem conhecido por turistas. A atração fica no bairro da Urca, na Zona Sul da cidade.  Os ingressos para visitação custam R$76 para adultos. Menores de 6 anos não pagam. O horário de visitação é de 8h às 19h50.

Serviço: Av. Pasteur, 520 – Urca. Tel. 2546-8400

-Praias de Copacabana e Ipanema

Copacabana e Ipanema são dois clássicos cariocas. Passear pela orla das duas praias é um programa e tanto. Você também pode andar de bicicleta, patins, skate, jogar vôlei, altinha. A regra aqui é se divertir. 

ipanema_kari_desbrava

-Vista Chinesa

A Vista Chinesa é um mirante em estilo chinês que fica no bairro do Alto da Boa Vista, dentro da Floresta da Tijuca. De lá você consegue ver o Corcovado, o Pão de Açúcar e o Morro Dois Irmãos.

-Centro histórico e Lapa

Muita gente quando lembra do Rio só  fala das belezas naturais. O que algumas pessoas esquecem é que o Rio de Janeiro já foi a capital da república e muito da história do Brasil aconteceu por aqui. Tanta história é refletida na arquitetura da cidade e monumentos. A maioria deles pode ser visto na região Central da cidade que engloba áreas como Centro, Praça Mauá/Zona Portuária e Lapa.

No Centro é possível conhecer o Theatro Municipal, o Museu de Belas Artes, o Real Gabinete Português de Leitura, a Cinelândia, entre outros prédios que guardam um pouco do que foi a cidade.

Na Lapa, você encontrará muita diversão e badalação seja nos bares, casas de festa ou na rua. A Lapa aqui no Rio é o local onde todas as tribos se encontram e convivem.

Sai do óbvio 

Parque das Ruínas e Santa Teresa

O Parque das Ruínas fica em Santa Teresa e tem uma das vistas mais bonitas do bairro. O local também tem um Centro Cultural com programação para toda família. É um bom passeio para casal, família, amigos e até mesmo sozinho. 

7cf25b_97e906b800164841a9e82f8b58e51b20

O bairro de Santa Teresa também é um espetáculo a parte com muitos bares e ateliês. O passeio por ele com certeza é encantador.

Serviço: Parque das Ruínas. Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa. Telefone: (21) 2215-0621/2224-3922

– Grumari

Grumari é o paraíso escondido. É uma praia rústica e relativamente vazia, se comparado com as praias da Zona Sul, que fica na Zona Oeste da cidade. Para chegar lá, só com carro.  Leia mais sobre esta praia neste post.

grumari_kari_desbrava

– Joatinga 

Bonita por natureza. Assim defino a Joatinga. Com cerca de 300 metros de faixa de areia, a praia é pequena mais é uma graça. Com um ar mais rústico do que outras praias urbanas, a Joatinga consegue ser ainda assim aconchegante. Leia mais sobre esta praia neste post.

Vista da Praia da Joatinga Foto: Karilayn Areias

Vista da Praia da Joatinga Foto: Karilayn Areias

– Voe de asa delta

Uma das experiências mais loucas e gostosas que já fiz e que recomendo para todo mundo. O Rio tem uma das pistas de vôo livre mais conhecidas do mundo e com uma vista (de nooooovo) incomparável!

Leia mais sobre como é voar de asa delta neste post.

DCIM104GOPRO

-Trilha da Pedra do Telégrafo

Essa trilha virou modinha no Instagram e viralizou na vida real. É lá que as famosas fotos em que a pessoa fotografada parecia estar a beira do precipício são tiradas. A trilha é um pouco puxada, mas vale cada segundo. E imagina qual o motivo de valer tanto? … Dessa vez não vou nem responder, hehehe

Pedra_do_telegrafo_kari_desbrava

– Trilha do Morro da Urca

Com tanta beleza natural o que não falta no Rio é trilha para fazer. E uma opção bem tranquila, até para aqueles que não estão acostumados com aventura, é a trilha do Morro da Urca. Com subida moderada, o tempo médio de duração da trilha é de 45min.

KariDesbrava Morro da Urca Trilha

Quanto custa viajar para o Rio de Janeiro?

De acordo com o site Quanto Custa Viajar, uma viagem para o Rio custa em média R$ 105 por dia. Fiz uma simulação de 8 dias na cidade maravilhosa e viajando no modo mochileiro, a média de gasto total da viagem é de R$ 993. No modo econômico, a estimativa é de que cada pessoa gaste R$ 1.532 durante a viagem. Já no modo conforto, uma viagem para o Rio pode custar em média R$ 3.134. 

Para visualizar a simulação clique aqui.

Uma coisa que gosto de ressaltar é que esses gastos são uma estimativa. Você pode gastar mais ou menos dependendo do seu modo de viagem e prioridades. Os valores acima são somente um norte para quem deseja planejar uma viagem ao Rio.

‘Top 100 atrações do Rio de Janeiro’

Se você quer mais dicas de como se divertir no Rio de Janeiro baixe o e-book ‘Top 100 atrações do Rio de Janeiro’. A publicação, feita por blogueiras do coletivo De Viagem em Viagem e colaboradoras, é GRATUITA e tem dicas de praias, trilhas, rodas de samba, Rio com crianças, Rio em dias de chuva, restaurantes, entre outros.

CLIQUE AQUI E BAIXE O E-BOOK

ebook_kari_desbrava

E aí, ficou alguma dúvida? Me conta nos comentários que a gente conversa!

Ah, e se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais :)

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



2 In Viagens

Veja quais são os feriados de 2017 e programe-se!

Numeral 2017

Hey desbravadores!

Dois mil e dezessete está batendo na porta. E com ele, onze feriados nacionais vem junto. Então, já que o ano que vem vai trazer uma porção de folgas, que tal dá uma olhada no calendário e já ir programando as próximas viagens? 

calendario_kari_desbrava

 

 

Aproveita que você já está pensando nas próximas viagens e reserve seu hotel, alugue seu carro ou faça seu seguro viagem através aqui do blog. Assim, você ajuda o Kari Desbrava a continuar produzindo conteúdo de qualidade 😉

E aí, o que achou da quantidade de feriados que 2017 terá? Me conta nos comentários!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Viagens

Confira a lista de países que não exigem visto para brasileiros

buffer-1143485_1280

Heeey!

Há um tempo leitores aqui do blog me pediram para fazem um post sobre os países que não exigem visto para brasileiros. Pois bem, aqui estamos. Se você é brasileiro e tem vontade de desbravar esse mundão, tenho uma boa notícia para você! Dos zilhares de países que existem (o número vária de acordo com o órgão que contabiliza), 153 países não exigem vistos para nós brasileiros. Tá bom ou quer mais?

+ Já fez seu seguro viagem? Faça sua cotação sem compromisso e evite estresse durante a viagem!

africa-1356782_1280

153 países não exigem vistos para brasileiros Foto: Pixbay

Portanto, se você quer viajar esse mundão e ainda tem dúvida de qual país pode entrar sem visto, se liga na lista:

Não exigem visto:

Dos 153, alguns países que não exigem visto para brasileiros são: África do Sul, Alemanha, Andorra, Antilhas Francesas, Argentina, Áustria, Bahamas, Barbados, Bélgica, Bolívia, Bósnia, Guiana, Bulgária, Chile, Colômbia, Coréia do Sul, Costa Rica, Croácia, Dinamarca, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Filipinas, Finlândia, França, Geórgia, Grécia, Guatemala, Honduras, Holanda, Hong Kong, Hungria, Irlanda, Islândia, Israel, Itália, Liechtenstein, Luxemburgo, Malásia, Marrocos, México, Mônaco, Namíbia, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paraguai, Peru, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Rússia, San Marino, Sérvia, Suécia, Suíça, Suriname, Tailândia, Trinidad e Tobago, Tunísia, Turquia, Ucrânia, Uruguai, Vaticano e Venezuela.

Exigem visto: 

Afeganistão, Argélia, Armênia, Angola, Austrália, Bangladesh, Benin, Burkina Faso, Cabo Verde, Camarões, Camboja, Canadá, Catar, China, Congo, Cuba, Egito, El Salvador, Emirados Árabes Unidos, Estados Unidos, Etiópia, Gabão, Gana, Índia, Honduras, Irã, Iraque, Indonésia, Japão, Jordânia, Líbano, Laos, Mali, Moçambique, Nepal, Nigéria, Quênia, República da Guiné, São Tomé e Príncipe, Vietña e Tanzânia.

*Os dados acima correspondem a uma pesquisa feita neste ano (2016)  pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, em inglês) e a consultoria Henley & Parners.

A título de curiosidade: Apesar de sermos aceitos em váaaarios países, não somos a nacionalidade de que mais pode viajar “livremente” por aí. Segundo uma pesquisa são os alemães que mais conseguem visitar países sem precisarem de visto.

E você tem alguma curiosidade sobre o tema? Deixe sua pergunta nos comentários!

***

Se você gostou deste conteúdo compartilhe nas redes socias. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars

 



Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox
Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox