Browsing Tag

Viagem

0 In Dicas de Viagem/ Viagens

[VÍDEO]: Febre amarela e como ela afeta a vida do viajante

Algumas cidades brasileiras estão vivendo um surto, ou a eminência de um, de febre amarela. Por causa disso, uma campanha de vacinação foi iniciada em vários estados e a procura por imunização tem crescido. Mas como a febre amarela afeta a vida de quem viaja? Quais cuidados temos que ter antes de ir para um lugar em que a doença circula? Saiba essa e outras respostas assistindo o vídeo abaixo.

Após o vídeo, tem um FAQ com algumas perguntas e respostas que também podem lhe auxiliar.

Porque e quando devo tomar a vacina?

É preciso se vacinar se você está em uma área de risco da doença ou se vai viajar para uma. O ideal é tomar a vacina com até 10 dias de antecedência de uma viagem, já que o efeito de proteção começa a contar a partir do décimo dia após a vacinação.

Existe contra indicação?

Sim. A vacina é contra-indicada para crianças com menos de seis meses; para pessoas com alergia grave ao ovo; para pessoas com hipersensibilidade a algum dos componentes da vacina; para portadores de imunodeficiências; e pessoas em de tratamento com quimioterapia/ radioterapia.

Maiores de 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam crianças menores de seis meses e portadores de HIV precisam ser avaliadas e ter autorização médica para tomar a vacina.

Qual a diferença entre dose fracionada e dose integral?

A dose fracionada vale por oito anos.  Já a  dose integral vale para a vida inteira e é essa que a pessoa tem que tomar para poder embarcar para viagens internacionais.

Para que serve o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP)?

O certificado é o documento que comprova que você de fato se vacinou contra a febre amarela ou outras doenças.

Em que casos devo apresentar o certificado de vacinação contra febre amarela?

Em viagens internacionais para países que exigem a apresentação do cartão. Consulte aqui se o destino para onde você vai tem essa exigência.

Como emitir o cartão de vacinação?

Para emitir o CIPV é  preciso ir a um posto habilitado da Anvisa e apresentar a documentação necessária que é: carteira de identidade, passaporte ou outro documento oficial com foto, ou certidão de nascimento para menor de idade; comprovante de vacinação preenchido corretamente, caso a vacina tenha sido aplicada em outra data e local. Confira aqui os endereços dos postos.

Se eu não posso tomar a vacina e preciso viajar, o que devo fazer?

É preciso tirar um atestado médico, escrito em inglês ou francês, que comprove que você não pode receber a vacina. A anvisa tem um modelo de formulário para estes casos. Confira aqui.

O macaco transmite a febre amarela?

Não. O transmissor da febre amarela é o mosquito. O macaco é tão vítima da doença quanto nós, humanos. Um macaco doente serve como alerta para nós de que a doença está circulando em áreas próximas a gente. Se você vê um macaco com comportamento atípico (movimentos lentos, destacado do grupo) acione a Vigilância Sanitária do seu município para que o animal seja localizado e estudado. 

Se você mora no estado do Rio, pode entrar em contato com as secretarias de Saúde do município ou do estado através do telefone (21) 98596-6553 ou e-mail: notifica@saude.rj.gov.br

Vale lembrar, que matar macacos é crime ambiental! Além disso, ao matá-lo você está desequilibrando o ecossistema.

 

*As indicações deste post foram tiradas do site da Anvisa e da FioCruz
.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Viagens

Cataratas do Iguaçu é eleita um dos melhores destinos de 2018

As Cataratas do Iguaçu entraram para a lista dos 18 melhores destinos do mundo para serem visitados em 2018. O ranking foi feito pelo Guia de Viagem da Forbes, a mais antiga revista de negócios dos Estados Unidos.

Segundo a publicação, as cataratas são um “deslumbrante Patrimônio Mundial da UNESCO”, além de ser considerado popular entre os visitantes argentinos. Entretanto, a revista também afirma que “o enorme fluxo de água também está começando a despertar o interesse de outros turistas internacionais”.

Em 2017, cerca de 1,8 milhão de pessoas visitaram o Parque Nacional do Iguaçu. Os números foram apresentados pelo grupo responsável pelo local, que afirmou que esta é a maior visitação já registrada na unidade de conservação. Os brasileiros lideram o ranking com 992.038 visitas. Na sequência dos países com mais representatividade vem, pela ordem, Argentina, Paraguai, França, Alemanha, Estados Unidos, Espanha, Uruguai, Inglaterra, China e Peru.

O Brasil é considerado o país mais rico em ecossistemas do planeta e o de maior variedade de flora e fauna pelo Fórum Econômico Mundial, que o aponta como o de maior potencial natural para desenvolver o turismo entre 140 nações.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Dicas de Viagem/ Viagens/ Vídeos

[VÍDEO]: ID Jovem – Dicas, quem tem direito e como aproveitar o benefício

O ID Jovem é um programa do Governo Federal, que entre alguns benefícios, dá direito a viagens gratuitas ou pela metade do preço para ônibus interestaduais. Você já pensou em usar o programa para conhecer novos lugares e ter acesso a novas culturas? Para explicar para gente como funciona essa iniciativa, conversei com a estudante de jornalismo, Luana Benedito, que é beneficiada pelo programa e nos explica quem tem direito e como melhor aproveitá-lo.

Então resumidamente:

A Identidade Jovem, ou ID Jovem, é um programa do governo Federal que concede alguns benefícios para pessoas que estão dentro dos quesitos exigidos.

Quem tem direito ao ID Jovem?

Brasileiros de 15 a 29 anos, cadastrados no Cadastro Único e com renda de até dois salários mínimos.

Como usar o benefício? 

O ID Jovem dá direito a meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos e também a vagas gratuitas ou com desconto no sistema de transporte coletivo interestadual.

Como emitir o benefício?

O cartão é virtual e deverá ser apresentado nos estabelecimentos na tela do seu smartphone ou impresso pela página da internet.

Para emitir pela internet basta acessar o site da ID Jovem, preencher os dados que forem solicitados e gerar o seu cartão. Neste caso será preciso imprimir o cartão.

Você também pode emitir o ID Jovem pelo aplicativo. Para isso, basta fazer o download do APP da ID Jovem, preencher os dados cadastrais solicitados e gerar o cartão virtual. Não é necessário imprimir, apenas apresente a imagem do cartão dentro da validade na tela de seu celular no momento da aquisição do bilhete ou ingresso acompanhada de documento oficial com foto.

Por quanto tempo vale o ID Jovem?

A ID Jovem tem validade de 180 dias. Após esse período é necessário revalidar o documento em nova consulta no App ou no site.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Dicas de Viagem

Aprenda a montar a mala ideal para as férias

Montar uma mala para as férias pode ser uma missão complicada. Pensando nisso, nós do Kari Desbrava conversamos com a  consultora de Comportamento Profissional e de Etiqueta Social, Maria Inês Borges da Silveira, que separou algumas dicas para lhe ajudar nessa difícil jornada.

Para Maria Inês, a primeira coisa a ser feita antes de viajar é ver quantos dias vai ficar em determinado destino. “Também é importante ver como vai estar o clima no local e somente a partir dessas duas premissas começar a arrumar a mala”, comenta a especialista.

LEIA MAIS: O que levar na mala de mão + check list para imprimir e ajudar a organizar a viagem

Confira mais dicas da consultora para os mais diversos destinos:

– Lugares quentes

Segundo Maria Inês, tecidos leves são indispensáveis quando o destino é quente. Além disso, a especialista aponta quais itens não podem faltar na mala para lugares tropicais. Anote aí: chapéu ou viseira, sapatos confortáveis, rasteirinhas e chinelos, sandálias, bolsas de palha e rafia, óculos escuro, protetor, bermuda, camisetas e regatas.

“Já para a noite, aposte nas pantalonas de seda, camisas ou tops, ou ainda nos vestidos leves, que servirão para as mais diversas ocasiões como encontros em restaurantes, jantares e aniversários. Se o lugar tiver praia ou piscina, não esqueça os biquínis, maios e saída de banho”, ensina.

–  Lugares frios

Locais frios pedem roupas apropriadas. “Leve um casaco prático trecho-coat, um cardigã e aquela calça coringa de cor neutra. Para quem gosta de jeans, uma ou duas peças, além de camisas e malhas que combinem com os casacos e as calças. Uma bota confortável, sapato fechado estilo mocassim, uma bolsa prática para o dia, cachecol, gorro, calça de veludo ou couro e colete pratico que combinem entre si também facilitam na hora de montar o look. E não esqueça dos óculos e do protetor solar. Mesmo no frio eles sempre protegem a pele”, lembra Maria Inês.

LEIA MAIS: Glossário do viajante: Entenda o significado de alguns termos

– Viagem para uma estação de esqui:

“Além das peças citadas antes, acrescente um casaco Doudone. Ele é muito versátil e despojado. O ideal é usar ele com uma calça sequinha devido ao seu volume. Caso você tenha materiais para esquiar, não esqueça de levar, principalmente a própria bota”, sugere. “Porém, se não tiver esses equipamentos em casa, muito lugares são especializados em aluguel. Não encha-se de meias, suéteres e conjuntos de lã. O ideal para esquiar são as peças leves e impermeáveis, próprias para o esporte”, completa. 

Consultora dá dicas de como montar a mala de férias de acordo com cada destino Foto: Divulgação

– No frio ou no calor é bom levar:

“Um bom livro, necessaire com maquiagens e cremes que você goste de usar, secador de cabelo portátil, sombrinha dobrável, lentes de contato (caso use), prendedores de cabelo. Mesmo na praia, lembre-se de levar um agasalho ou cardigã, jaqueta bomber ou pashmina”, finaliza a especialista.

Com essas dicas, você nunca mais irá passar perrengue nas suas viagens!

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Dicas de Viagem/ Viagens

Como economizar mais R$ 6 mil por ano e viajar mais!

Existem várias formas de se economizar para conseguir viajar mais. Mas, se engana quem acha que para juntar essa grana é preciso fazer grandes cortes no orçamento. Na grande maioria dos casos, uma pequena mudança de hábito já faz grande diferença e já te permite juntar uma boa quantia.

Leia mais:4 atitudes para não se endividar com as viagens de fim de ano

E hoje vou falar sobre uma pesquisa da Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalho (Assert) e Instituto Datafolha que mostrou que um grande vilão das nossas finanças é comer fora de casa. Segundo a pesquisa, publicada em agosto de 2017,  o trabalhador gasta, em média, R$36,94 por dia para se alimentar na rua no Rio. Já a média nacional está em R$32,94.

Ou seja se você optar por levar comida de casa, pode conseguir economizar cerca de R$ 540 por mês. O que em um ano, sem as férias, resulta em uma economia de mais de R$ 6 mil (R$ 6.480 para ser mais exata). Porrannnn!! Imagina quantos destinos você não consegue conhecer com essa quantia? Sem falar, que é muito mais saudável levar comida de casa né?

Por onde começar…

Desde que inventaram o Google, nossa vida ficou muito mais fácil. Se você não saber cozinhar, basta buscar por tutorias no Youtube e nas “internetê” da vida que você encontra várias informações que te ajudam a iniciar nessa aventura que pode ser uma cozinha.

Mas, se você gosta de referências… vou te ajudar com as que uso para conseguir economizar e ainda comer bem 🙂

LEIA MAIS: 7 dicas que você deve seguir se quiser viajar mais  

– Blogs sobre marmitas

Blogs são uma ótima referência para diversos assuntos. E no ramo da gastronomia não é diferente. Um blog que me ajuda muito a como levar marmita para o trabalho, além de ter me ensinado como conservar a comida e como me planejar melhor foi o Minha Marmita Tem.

– Aplicativos de receitas

No meu celular tenho dois aplicativos de receitas: o TudoGostoso e o Receitas Light. Ambos me ajudam a ter mais criatividade e variar na cozinha. Assim, não preciso comer a mesma coisa todo santo dia. 

– Canais de culinária no Youtube

O Youtube é uma ótima fonte de pesquisa e inspiração (aproveita e se inscreve lá no canal vai!). Com as imagens, fica muito mais fácil transformar um prato em realidade. Os canais que gosto de acompanhar são: Ana Maria Brogui, Receitas de Minuto, Master Chef Brasil e Tastemade Brasil.

LEIA MAIS: Dicas para planejar uma viagem sozinha

– ‘Marmitas e Merendas’, no GNT

O canal da TV paga, GNT, exibe um programa muito legal sobre o universo das marmitas. O “Marmitas e Merendas” pode ser mais uma fonte de inspiração para quem quer começar a levara comida de casa, mas não sabe por onde começar.

Agora me conta. Qual é a sua maior dificuldade quanto o assunto é economizar para viajar?

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Listas

7 dicas que você deve seguir se quiser viajar mais

Quem nunca se comparou com o amigo do Facebook que vive viajando? Quem nunca pensou como ele faz para viajar tanto? Então… vou te contar um segredo. Se você não nasceu em berço de ouro ou não ganhou na loteria, só tem um jeito de viajar: ECONOMIZANDO!

O que você faz com seu dinheiro? Já parou para pensar nisso? 🤔 Os gastos supérfluos, aqueles que normalmente a gente não monitora, geralmente são os responsáveis por levar boa parte do seu suado dinheirinho.

Mas, se você também está nessa sinuca de bico e se sente perdido quando pensa “Como posso começar a viajar?” vou te dar algumas dicas. Anota aí 📝

1. Tenha metas

Se você quer começar a viajar coloque isso como uma meta. Escreva em uma agenda, no Google Docs, cole no seu mural. Visualize sua meta sendo alcançada e busque sempre ler, ver fotos e vídeos sobre o destino para manter o foco!

2. Planeje-se com antecedência

Decido o destino, veja o quanto precisa para conhecê-lo e em quanto tempo consegue juntar esse dinheiro. Trace um plano! Para isso, será necessário rever seu orçamento e vê se não está desperdiçando dinheiro com bobagens.

3. Priorize sua meta

Para viajar é preciso ter dinheiro. Logo, se você quer mesmo viajar mais, pode ser que seja preciso abdicar de algumas coisas para conseguir algo maior. Você precisa mesmo de tantas “brusinhas”? É necessário mesmo comer fora todos os dias? Às vezes, com um pouquinho de esforço você consegue concretizar aquele plano tão sonhado! POUPAR AQUI É UM MANTRA!

4. Invista seu dinheiro

Faça o dinheiro trabalhar para você! Invista ele em aplicações que possam fazer ele render (Já ouviu falar de Tesouro Direto?). Mas, calma! Se você não entende nada de aplicações, comece pelo começo: guarde o dinheiro na poupança e estude sobre finanças e qual seria o melhor investimento para você. Só quando se sentir segura e estiver munida de informação o suficiente aplique a grana. Estar bem informada e saber o que está fazendo é essencial para não fazer besteira!

5. Procure formas alternativas de viajar

Existem muitas formas de viajar. Você pode ficar hospedada em albergues/hostels, trabalhar em troca de hospedagem, se hospedar na casa de um local, etc. Procure se informar sobre como viajar barato e escolha a possibilidade que esteja dentro do seu perfil.

6. Passagens em promoção

Monitore as passagens para o destino que você quer conhecer. Assim, quando o valor da passagem diminuir você saberá e poderá comprar com um preço mais em conta. Aplicativos como Voopter, Melhores Destinos, Kayak e Google Voos fazem isso 

7. Renda extra

Procure por atividades que possam lhe render uma grana extra. Traduzir um texto, vender algo que não usa mais, trabalhar através de algum aplicativo, etc. Com uma renda a mais fica mais fácil alcançar a meta para fazer sua viagem.

Bom, essas são algumas das coisas que faço desde que decidi começar a viajar mais. Se você achou essas dicas úteis, compartilhe esse post com quem você se importa!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



9 In Dicas de Viagem/ Viagens

Como usar o Facebook para organizar a sua viagem

Rei das redes sociais, o Facebook é nosso velho conhecido quando o assunto é nos entreter. Quem nunca ficou rolando a tela do smartphone acompanhando o feed de notícias, assim, meio sem rumo? Mas, você sabia que dá para usar a rede social para planejar a sua viagem?

Isso mesmo! Mais que entretenimento ou uma forma de estar atualizada sobre a vida dos seus amigos, o Facebook pode te ajudar a encontrar coisas legais para fazer em determinado destino baseado adivinha em que? Nas atividades dos seus amigos na rede!

Planejando uma viagem pelo Facebook

Escolher lugares para conhecer se tornou mais fácil com o Facebook. Assim que você chega em determinado destino, que ele detecta através do GPS do celular, ele envia uma notificação para te ajudar escolher locais para visitar baseado no que seus amigos já visitaram antes. Ou então, ele te sugere locais para visitar, próximo a sua localização. 

viagem-facebook-planejamento

Além disso, a rede social também possibilita que o usuário procure por restaurantes, cafés, shoppings e outros lugares, bem como atrações populares. Assim, se você não teve muito tempo para elaborar um roteiro, essa função pode ser muito útil, otimizando seu tempo, o que em uma viagem é muito importante. 

A rede social também informa a temperatura do destino, mostra os lugares mais frequentados pelos moradores e possibilita pesquisar outras cidades. 

viagem-facebook-planejamento-2

E aí? A partir de agora vai usar o Facebook para mais funções do que só saber da vida dos amigos? Me conta nos comentários!

***
Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



2 In Para mulheres/ Viagens

Desafio: Vai viajar sozinha? 10 curiosidades sobre minhas viagens

Fui desafia pela Rayane Azevedo, do blog AzWanderlust, a responder dez perguntas sobre minhas viagens sozinha. Como adoro um desafio topei de cara e as respostas você confere abaixo.

Ah, o desafio foi elaborado pela Rayane e pela Mariana, do Mariana Viaja. Clique aqui e aqui para conferir as respostas dessas minas viajantes 🙂

E como não poderia deixar de ser, antes de começar a responder as minhas perguntas, desafio a Marcela Falco do blog Diário de Navegador a responder as 10 perguntas.

1 – Quando e onde foi sua primeira vez (de viagem solo, viu? rs)?

A primeira vez que viajei sozinha foi aos 16 anos para Saquarema. Não foi exatamente uma viagem solo, pois foi somente o trajeto de ida sozinha. Mas, pra mim, na época foi emocionante e angustiante ao mesmo tempo ter em mãos a responsabilidade de me virar completamente sozinha, mesmo que por algumas horas.

Depois disso, passear sozinha na minha própria cidade se tornou algo natural. Então, é super comum me ver pelo Rio conhecendo novos lugares na minha própria companhia. Agora, viagem viagem mesmo, a minha primeira solo foi em maio deste ano para Belém e Ilha de Marajó. Além do desafio de estar sozinha, também tive o desafio de não ser um destino tão desenvolvido e em que não é comum ter mulheres viajando sozinha. Foi desafiador e, por isso, acredito que voltei mais confiante.

LEIA MAIS: Dicas para planejar uma viagem sozinha

2 – Por que você foi sozinha: era uma vontade ou foi necessidade?

Necessidade. Queria muito curtir o Carnaval na região dos Lagos, mas só poderia ir depois do pessoal que estava na casa. Então, comprei a passagem e fui.

3 – Você costuma planejar ou é daquelas que arruma a mala e vai?

Gosto de planejar. Sou metódica demais pra me jogar sem o mínimo de planejamento. Mas, um dia desejo viajar assim, sem planos para ver como é a experiência.

kari-solo-travel

Na sequência: em Marajó, Belém, Niterói e no Centro do Rio

4 – Já passou algum perrengue desesperador por estar sozinha? E como deu a volta por cima?

Não e que bom que não! Mas, se acontecer volto aqui e mudo a resposta.

5 – Costuma ficar em albergue ou hotel? E prefere mala ou mochila?

Sobre o albergue ou hotel vai depender da localização, preço, etc. Agora, sobre mala ou mochila com toda certeza mochila. É mais prático e mais fácil de carregar e vigiar as coisas. Mala dá muito mais trabalho.

6 – O que deu muito errado? E o que deu muito certo?

Errado ainda nada. Agora certo todas as experiências e amigos que fiz no caminho. Além do autoconhecimento adquirido. Isso é uma coisa que ninguém me tira 🙂

7 – Já pegou carona ou se hospedou na casa de alguém?

Não. Prefiro os meios tradicionais, rs. Não tenho esse nível de desapego, mas admiro muito quem tem. Quanto a se hospedar na casa de alguém sozinha, acho que se eu reservar através de uma plataforma como Airbnb até tenho coragem. Agora, carona essa acho que tô fora mesmo! hehehe

LEIA MAIS: Mas, e você vai sozinha?

8 – Você acha que viajar sozinha é perigoso?

E que lugar não é perigoso? O mundo como todo é perigoso. Por isso, não acho que essa resposta seja uma justificativa para não viajar sozinha. Acho que viajar sozinha traz mais vantagens do que desvantagens. Agora, é claro que sempre tomamos alguns cuidados, como não dar mole com os pertences, sempre nos comunicar com nossos amigos e familiares, compartilhar a localização, não exagerar no álcool…

9 – Tem filho, namorado, marido, cachorro papagaio? Como conciliar isso com as viagens solo?

Namoro, mas não acho que isso seja impedimento para ter um momento meu. Temos tempo para nós, para nós com nossos familiares, para nós com nossos amigos e para cada um ficar sozinho também. E nesse tempo sozinha porque não viajar? Acho isso super saudável pro relacionamento, afinal ninguém precisa esquecer sua individualidade só porque está namorando.

10 – O que não pode faltar na sua bagagem?

Roupas confortáveis e versáteis. Viajando, sozinha ou não, só tem eu para carregar a minha bagagem logo levar muito peso, já que sou eu que vou ter que carregar, está fora de cogitação. Apesar de não ser fácil levar pouca coisa, posso dizer, com certo orgulhinho, que tenho conseguido 🙂

BONUS: Inspire mais mulheres a viajarem sozinhas! Em três palavras, o que é viajar sozinha para você?

Viajar sozinha é ter mais liberdade para fazer as coisas na hora que quiser e se quiser. O que significa ser mais independente também. Além de melhorar o conhecimento sobre nós mesmos. É um mergulho em si próprio.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



2 In Dicas de Viagem/ Viagens

Três dicas para comprar passagens aéreas mais baratas

As passagens aéreas podem ser um dos maiores gastos de uma viagem. Por isso é bom ficar atento a algumas coisas para economizar na compra dos bilhetes. No poste de hoje, listei as TRÊS principais dicas que uso quando compro as minhas. Confira:

Monitore as tarifas

Use e abuse da tecnologia para achar passagens aéreas mais em conta. E o que não falta são aplicativos ou sites que fazem isso para você. Independente do aplicativo, eles funcionam basicamente da mesma forma: você cria um alerta com a data e local para onde pretende viajar e ele te avisa (por notificação no celular, e-mail, etc) quando aparacer a passagem mais barata. O Google Flights é um ótimo exemplo disso.

Outro aplicativo que gosto muito é o Voopter. Nele você cadastra até quatro datas diferentes e ele te avisa quando aparece a tarifa mais barata. Recentemente consegui comprar quatro passagens para Curitiba por R$ 100 cada. Isso mesmo que você leu, cada passagem saiu por 100 prata. Muito barato!

A monitoração do valor das passagens podem ser feitas por outros aplicativos ou sites como: Kayka, Momondo, Skyscanner, Wego, eDestinos, Decolar.com, Viaja Net, Flight Tonight (para voos baratos de emergência), entre outros.

Busque com o navegador anônimo

Outra coisa que sempre faço quando estou buscando por algo que quero comprar (qualquer coisa mesmo, independente de ser para viagem ou não) é procurar com um navegador anônimo. Quando você busca por um produto ou serviço com o navegador comum, os sites guardam os seus dados de navegação e quando você procura de novo pá: o preço tá maior.

Isso acontece pois quando você entra em um site, os robôs rasteiam os dados de cada visitante. E ao entrar no site novamente, os mesmos robôs sabem que não é a sua primeira vez naquele site e logo aumentam o preço. Às vezes o preço aumenta até durante a própria navegação. 

Por isso é tão importante procurar com o navegador anônimo, pois como o nome mesmo já dá ao entender, ele não deixa seus dados visíveis para estes robôs e daí você paga o preço mais barato.

Procure nos horários menos concorridos

Comprar uma passagem aérea na hora em que todo mundo está navegando na internet é aumentar as chances de pagar mais caro por elas. Logo, minha dica é procurar por passagens de madrugada. Nesse horário a maior parte dos mortais estão dormindo e logo os preços ficam mais baixos.

Alguns sites dizem que comprar a passagem aérea na terça-feira é mais barato. Bom, eu nunca consegui o preço mais em conta nesse dia, mas fica aí uma dica que você pode tentar. Já que tentar não custa nada, não é mesmo?

Dica extra: Além dos aplicativos que citei acima, use o Melhores Destinos. Ele mostra uma notificação a cada promoção de passagem aérea e você pode conseguir o seu bilhete para o lugar dos sonhos por um preço beeeem em conta. Acho que ele mais algum dos aplicativos citados anteriormente formam uma boa força tarefa na missão de encontrar passagens aéreas baratas.

Seguindo essas três dicas garanto que você conseguirá economizar! Aí é só aprontar as malas e viajar! 

 

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



6 In Felicidade

Os dois lados de viajar: privilégio x prioridade

Leia ouvindo Ponto de Vista, do Casuarina

Que viajar é bom demais acho que todo mundo concorda. E o que não falta na internet são textos sobre como viajar é bacana, quais lugares você TEM que conhecer ou ainda histórias de pessoas que largaram tudo e foram dar a volta no mundo.

Por outo lado, há outros textos que tratam a viagem como um privilégio. Que pregam que viajar não é tão fácil assim e que quem viaja muito é até visto como esnobe.

Mas, qual dessas opiniões está correta?

Então… não chamo de corretas, mas de pontos de vista e explico.

Viajar é um privilégio 

Vou começar pelo lado “negativo” da coisa para chegar no positivo. Se considerarmos que a desigualdade mundial é enorme — segundo dados do Fórum Social Mundial,  desde 2015, apenas 1% da população global concentra em mãos mais riqueza que os 99% restantes — viajar é sim um privilégio. 

LEIA MAIS: Mas, e você vai sozinha?

Segundo dados do Fórum Social, a riqueza mundial está concentrada na mão de 1%

Segundo dados do Fórum Social, a riqueza mundial está concentrada na mão de 1%

 

Boa parte da população mundial passa por perrengues todos os dias e viajar para estas pessoas, infelizmente, não é uma opção. Afinal, alguém que não tem suas necessidades básicas atendidas não tá pensando em viajar, né? 

Para transformar o desejo de viajar viável para todos, primeiro precisamos fazer com que a pobreza e outras mazelas sociais sejam combatidas. E como mostra o estudo, ainda estamos bem distante disso. 

Mas, viajar também é questão de prioridade

Por outro lado, viajar atualmente é muito mais fácil do que era há alguns anos atrás. O acesso a internet nos abriu uma infinidade de portas, como descobrir promoções de passagens, de hospedagem, formas de trabalhar no exterior como voluntário, entre outras coisas.

Então, se você não está entre as pessoas que passam por perrengue para sobreviver e mesmo assim se pergunta porque não viaja mais, talvez seja hora de rever suas prioridades.

Ninguém é obrigado a viajar. Se você gosta de gastar seu dinheiro com roupas, maquiagem, comida e outras coisas, tudo bem. Agora, se você está querendo viajar mais e acredita que não tem dinheiro, comece a estudar seu orçamento e veja se você não tem dinheiro mesmo ou se gasta ele com coisas supérfluas. 

LEIA MAIS: ‘Não é preciso ser rico para viajar’ – Entrevista com Marianne Rangel, do blog Despachadas

Glossário do viajante: Entenda o significado de alguns termos

Como você gasta o seu dinheiro?

Como você gasta o seu dinheiro?

Quando a gente senta e analisa nosso orçamento vemos o quanto de dinheiro poderíamos tá aproveitando de uma maneira melhor. E eu, nem preciso dizer que sou daquelas que levantam a bandeira de que aproveitar o dinheiro com experiências é muito melhor do que com coisas.

Fica a reflexão…

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox
Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox