Browsing Tag

Viagem

1 In Para mulheres/ Viagens

Desafio: Vai viajar sozinha? 10 curiosidades sobre minhas viagens

kari-desbrava

Fui desafia pela Rayane Azevedo, do blog AzWanderlust, a responder dez perguntas sobre minhas viagens sozinha. Como adoro um desafio topei de cara e as respostas você confere abaixo.

Ah, o desafio foi elaborado pela Rayane e pela Mariana, do Mariana Viaja. Clique aqui e aqui para conferir as respostas dessas minas viajantes :)

E como não poderia deixar de ser, antes de começar a responder as minhas perguntas, desafio a Marcela Falco do blog Diário de Navegador a responder as 10 perguntas.

1 – Quando e onde foi sua primeira vez (de viagem solo, viu? rs)?

A primeira vez que viajei sozinha foi aos 16 anos para Saquarema. Não foi exatamente uma viagem solo, pois foi somente o trajeto de ida sozinha. Mas, pra mim, na época foi emocionante e angustiante ao mesmo tempo ter em mãos a responsabilidade de me virar completamente sozinha, mesmo que por algumas horas.

Depois disso, passear sozinha na minha própria cidade se tornou algo natural. Então, é super comum me ver pelo Rio conhecendo novos lugares na minha própria companhia. Agora, viagem viagem mesmo, a minha primeira solo foi em maio deste ano para Belém e Ilha de Marajó. Além do desafio de estar sozinha, também tive o desafio de não ser um destino tão desenvolvido e em que não é comum ter mulheres viajando sozinha. Foi desafiador e, por isso, acredito que voltei mais confiante.

LEIA MAIS: Dicas para planejar uma viagem sozinha

2 – Por que você foi sozinha: era uma vontade ou foi necessidade?

Necessidade. Queria muito curtir o Carnaval na região dos Lagos, mas só poderia ir depois do pessoal que estava na casa. Então, comprei a passagem e fui.

3 – Você costuma planejar ou é daquelas que arruma a mala e vai?

Gosto de planejar. Sou metódica demais pra me jogar sem o mínimo de planejamento. Mas, um dia desejo viajar assim, sem planos para ver como é a experiência.

kari-solo-travel

Na sequência: em Marajó, Belém, Niterói e no Centro do Rio

4 – Já passou algum perrengue desesperador por estar sozinha? E como deu a volta por cima?

Não e que bom que não! Mas, se acontecer volto aqui e mudo a resposta.

5 – Costuma ficar em albergue ou hotel? E prefere mala ou mochila?

Sobre o albergue ou hotel vai depender da localização, preço, etc. Agora, sobre mala ou mochila com toda certeza mochila. É mais prático e mais fácil de carregar e vigiar as coisas. Mala dá muito mais trabalho.

6 – O que deu muito errado? E o que deu muito certo?

Errado ainda nada. Agora certo todas as experiências e amigos que fiz no caminho. Além do autoconhecimento adquirido. Isso é uma coisa que ninguém me tira :)

7 – Já pegou carona ou se hospedou na casa de alguém?

Não. Prefiro os meios tradicionais, rs. Não tenho esse nível de desapego, mas admiro muito quem tem. Quanto a se hospedar na casa de alguém sozinha, acho que se eu reservar através de uma plataforma como Airbnb até tenho coragem. Agora, carona essa acho que tô fora mesmo! hehehe

LEIA MAIS: Mas, e você vai sozinha?

8 – Você acha que viajar sozinha é perigoso?

E que lugar não é perigoso? O mundo como todo é perigoso. Por isso, não acho que essa resposta seja uma justificativa para não viajar sozinha. Acho que viajar sozinha traz mais vantagens do que desvantagens. Agora, é claro que sempre tomamos alguns cuidados, como não dar mole com os pertences, sempre nos comunicar com nossos amigos e familiares, compartilhar a localização, não exagerar no álcool…

9 – Tem filho, namorado, marido, cachorro papagaio? Como conciliar isso com as viagens solo?

Namoro, mas não acho que isso seja impedimento para ter um momento meu. Temos tempo para nós, para nós com nossos familiares, para nós com nossos amigos e para cada um ficar sozinho também. E nesse tempo sozinha porque não viajar? Acho isso super saudável pro relacionamento, afinal ninguém precisa esquecer sua individualidade só porque está namorando.

10 – O que não pode faltar na sua bagagem?

Roupas confortáveis e versáteis. Viajando, sozinha ou não, só tem eu para carregar a minha bagagem logo levar muito peso, já que sou eu que vou ter que carregar, está fora de cogitação. Apesar de não ser fácil levar pouca coisa, posso dizer, com certo orgulhinho, que tenho conseguido :)

BONUS: Inspire mais mulheres a viajarem sozinhas! Em três palavras, o que é viajar sozinha para você?

Viajar sozinha é ter mais liberdade para fazer as coisas na hora que quiser e se quiser. O que significa ser mais independente também. Além de melhorar o conhecimento sobre nós mesmos. É um mergulho em si próprio.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



2 In Dicas de Viagem/ Viagens

Três dicas para comprar passagens aéreas mais baratas

avião

As passagens aéreas podem ser um dos maiores gastos de uma viagem. Por isso é bom ficar atento a algumas coisas para economizar na compra dos bilhetes. No poste de hoje, listei as TRÊS principais dicas que uso quando compro as minhas. Confira:

Monitore as tarifas

Use e abuse da tecnologia para achar passagens aéreas mais em conta. E o que não falta são aplicativos ou sites que fazem isso para você. Independente do aplicativo, eles funcionam basicamente da mesma forma: você cria um alerta com a data e local para onde pretende viajar e ele te avisa (por notificação no celular, e-mail, etc) quando aparacer a passagem mais barata. O Google Flights é um ótimo exemplo disso.

Outro aplicativo que gosto muito é o Voopter. Nele você cadastra até quatro datas diferentes e ele te avisa quando aparece a tarifa mais barata. Recentemente consegui comprar quatro passagens para Curitiba por R$ 100 cada. Isso mesmo que você leu, cada passagem saiu por 100 prata. Muito barato!

A monitoração do valor das passagens podem ser feitas por outros aplicativos ou sites como: Kayka, Momondo, Skyscanner, Wego, eDestinos, Decolar.com, Viaja Net, Flight Tonight (para voos baratos de emergência), entre outros.

Busque com o navegador anônimo

Outra coisa que sempre faço quando estou buscando por algo que quero comprar (qualquer coisa mesmo, independente de ser para viagem ou não) é procurar com um navegador anônimo. Quando você busca por um produto ou serviço com o navegador comum, os sites guardam os seus dados de navegação e quando você procura de novo pá: o preço tá maior.

Isso acontece pois quando você entra em um site, os robôs rasteiam os dados de cada visitante. E ao entrar no site novamente, os mesmos robôs sabem que não é a sua primeira vez naquele site e logo aumentam o preço. Às vezes o preço aumenta até durante a própria navegação. 

Por isso é tão importante procurar com o navegador anônimo, pois como o nome mesmo já dá ao entender, ele não deixa seus dados visíveis para estes robôs e daí você paga o preço mais barato.

Procure nos horários menos concorridos

Comprar uma passagem aérea na hora em que todo mundo está navegando na internet é aumentar as chances de pagar mais caro por elas. Logo, minha dica é procurar por passagens de madrugada. Nesse horário a maior parte dos mortais estão dormindo e logo os preços ficam mais baixos.

Alguns sites dizem que comprar a passagem aérea na terça-feira é mais barato. Bom, eu nunca consegui o preço mais em conta nesse dia, mas fica aí uma dica que você pode tentar. Já que tentar não custa nada, não é mesmo?

Dica extra: Além dos aplicativos que citei acima, use o Melhores Destinos. Ele mostra uma notificação a cada promoção de passagem aérea e você pode conseguir o seu bilhete para o lugar dos sonhos por um preço beeeem em conta. Acho que ele mais algum dos aplicativos citados anteriormente formam uma boa força tarefa na missão de encontrar passagens aéreas baratas.

Seguindo essas três dicas garanto que você conseguirá economizar! Aí é só aprontar as malas e viajar! 

 

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



6 In Felicidade

Os dois lados de viajar: privilégio x prioridade

viajar

Leia ouvindo Ponto de Vista, do Casuarina

Que viajar é bom demais acho que todo mundo concorda. E o que não falta na internet são textos sobre como viajar é bacana, quais lugares você TEM que conhecer ou ainda histórias de pessoas que largaram tudo e foram dar a volta no mundo.

Por outo lado, há outros textos que tratam a viagem como um privilégio. Que pregam que viajar não é tão fácil assim e que quem viaja muito é até visto como esnobe.

Mas, qual dessas opiniões está correta?

Então… não chamo de corretas, mas de pontos de vista e explico.

Viajar é um privilégio 

Vou começar pelo lado “negativo” da coisa para chegar no positivo. Se considerarmos que a desigualdade mundial é enorme — segundo dados do Fórum Social Mundial,  desde 2015, apenas 1% da população global concentra em mãos mais riqueza que os 99% restantes — viajar é sim um privilégio. 

LEIA MAIS: Mas, e você vai sozinha?

Segundo dados do Fórum Social, a riqueza mundial está concentrada na mão de 1%

Segundo dados do Fórum Social, a riqueza mundial está concentrada na mão de 1%

 

Boa parte da população mundial passa por perrengues todos os dias e viajar para estas pessoas, infelizmente, não é uma opção. Afinal, alguém que não tem suas necessidades básicas atendidas não tá pensando em viajar, né? 

Para transformar o desejo de viajar viável para todos, primeiro precisamos fazer com que a pobreza e outras mazelas sociais sejam combatidas. E como mostra o estudo, ainda estamos bem distante disso. 

Mas, viajar também é questão de prioridade

Por outro lado, viajar atualmente é muito mais fácil do que era há alguns anos atrás. O acesso a internet nos abriu uma infinidade de portas, como descobrir promoções de passagens, de hospedagem, formas de trabalhar no exterior como voluntário, entre outras coisas.

Então, se você não está entre as pessoas que passam por perrengue para sobreviver e mesmo assim se pergunta porque não viaja mais, talvez seja hora de rever suas prioridades.

Ninguém é obrigado a viajar. Se você gosta de gastar seu dinheiro com roupas, maquiagem, comida e outras coisas, tudo bem. Agora, se você está querendo viajar mais e acredita que não tem dinheiro, comece a estudar seu orçamento e veja se você não tem dinheiro mesmo ou se gasta ele com coisas supérfluas. 

LEIA MAIS: ‘Não é preciso ser rico para viajar’ – Entrevista com Marianne Rangel, do blog Despachadas

Glossário do viajante: Entenda o significado de alguns termos

Como você gasta o seu dinheiro?

Como você gasta o seu dinheiro?

Quando a gente senta e analisa nosso orçamento vemos o quanto de dinheiro poderíamos tá aproveitando de uma maneira melhor. E eu, nem preciso dizer que sou daquelas que levantam a bandeira de que aproveitar o dinheiro com experiências é muito melhor do que com coisas.

Fica a reflexão…

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Dicas de Viagem/ Recentes

Dicas para planejar uma viagem sozinha

kari-desbrava-para-viajando-sozinha-4

Viajar sozinha não é um bicho de sete cabeças. Mas, claro, que é necessário alguns cuidados a mais para evitar problemas. A preocupação vai desde a segurança de quem viaja sozinha (principalmente se for mulher) aos gastos, que podem ficar maiores do que em uma viagem dividida com alguém.

SE INSCREVA NO CANAL!

Por essas e outras que divido abaixo algumas dicas para quem quer viajar sozinha, mas não sabe por onde começar.

Pesquise, pesquise, pesquise

A pesquisa é algo essencial para qualquer viajante. Nela você define seu destino com base no orçamento disponível. Também é nessa parte que começamos a encontrar as particularidades do destino escolhido. Quais são as diferenças culturais? Os hábitos alimentares? É tranquilo de se locomover? Há opções de meios de transporte? Entre outras questões. 

18588945_1573470499352333_5033669419750232935_o

Nas ruínas de Joanes, em Salvaterra, Ilha de Marajó, no Pará

Planeje com antecedência

Planejar uma viagem com antecedência é fundamental. Assim é possível até economizar, quem sabe, para uma próxima viagem. Ou então não voltar com dívidas.

O planejamento com antecedência também previne que você entre em enrascadas. Ficar sem dinheiro durante a viagem? Não conseguir fazer o passeio que você tanto queria? Não saber como se deslocar de um lado para o outro? Tudo isso e muito mais pode ser evitado com planejamento.

Calcule os gastos

Saber quanto se vai gastar durante uma viagem é essencial para se evitar perrengues e essa etapa faz parte do planejamento. Uma boa dica é definir quanto você gastará por dia. Se exceder o limite estabelecido, no dia seguinte poupe. Se não gastou o combinado com você mesmo, você escolhe: gaste o que sobrou ou guarde junto com a reserva para emergências. 

18718125_1431868343542955_763303038_n

Fazenda Bom Jesus, em Soure, Ilha de Marajó

Faça um seguro viagem

Melhor prevenir do que remediar. A gente nunca sabe quando precisaremos de auxílio. E viajando, assim como no dia a dia, também estamos expostos a diversas situações desconfortáveis ou perigosas. Por isso, fazer um seguro viagem é tão importante. Para alguns destinos, como para países da Europa, é até obrigatório. Por isso, neste caso, deixe aquele pensamento de economia boba de lado. Sua segurança é fundamental. E ninguém merece pagar uma fatura caríssima de um atendimento médico só porque não fez o seguro.

Faça seu seguro viagem através do blog. Assim você ajuda o Kari Desbrava a produzir conteúdo de qualidade sem pagar nada a mais por isso

Deixe o medo em casa

kari-desbrava-para-viajando-sozinha-3

Deixar o medo de lado é essencial para conhecer novos lugares e novas pessoas

 

Depois de pesquisar e planejar a viagem é hora de se jogar e curtir. Tenha cuidado no destino escolhido, mas sem paranoias. Quem vive em grandes metrópoles já está acostumando a não dar mole por aí com objetos de valor ou andar sem cara de perdido, bancando o turistão. Ande com segurança, firme no seu propósito, que com certeza você voltará com uma bagagem de histórias para contar. 

Leia mais: Infográfico – 10 dicas para a segurança do viajante

Beijos,
Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Felicidade/ Viagens

Mini Gentilezas: Projeto arrecada produtos de higiene e doa para moradores de rua

solidariedade-kari-desbrava

Sabe aquela ação que te toca o coração e que você quer espalhar para o mundo? Foi assim que me senti quando descobri o Mini Gentilezas. Em minhas andanças pela internet, esbarrei no blog Finestrino e lá ouvi falar pela primeira vez do trabalho deste projeto. O Mini Gentilezas recolhe produtos de higiene pessoal e os distribuí para pessoas em situação de rua.

Não sei vocês, mas sempre que passo por alguém que reside na rua, zilhares de perguntas rondam minha cabeça. Qual é a história daquele ser humano? Por que ele foi morar na rua? Onde está a família daquela pessoa? Como fazem para se manter bem mentalmente quando as pessoas passam por elas e fingem que não as veem? Ou como lidam com a cara de medo dos outros que acham que elas vou roubá-los…

Por essas e outras questões, pois ser humano nenhum merece viver na rua, é que projetos como o Mini Gentilezas me tocam tanto e que ações assim realmente merecem ser divulgadas.

argilando-mini-gentilezas-capa-2016-im-e1481596986543

Projeto arrecada produtos de higiene e dá para moradores de rua Foto: reprodução Facebook

Um país melhor…

Sem demagogia nenhuma… (Afinal, não estou aqui para me candidatar a nada…) Apesar da crise que estamos vivendo (crise política, econômica, social, ética), acredito mesmo que podemos e vamos ser um país melhor.

Mas, para isso é preciso lutar e apoiar causas que realmente nos tragam um futuro mais promissor. Nenhum país evolui se questões sociais não forem sanadas e, se a sociedade e o governo não olhar para os mais pobres. Um povo feliz, é um povo que produz mais, logo que transforma o país em um lugar melhor para se viver.

Como ajudar

Como disse acima, o Mini Gentilezas arrecada donativos de higiene pessoal e os destina para pessoas que vivem em situação de rua. O projeto tem postos de coletas em diversas partes do país, o que facilita muito a vida de quem quer colaborar. Para conferir qual é o posto de coleta mais próximo de você clique aqui

mini-gentilezas

E se você não sabe o que doar, te dou uma ajudinha. Sabe aquelas miniaturas de produtos de higiene, geralmente oferecidas por hotéis e aviões, quando a gente viaja? Quase nunca usamos esse produtos. Ou seja, ao invés de jogar fora, que tal fazer uma boa ação e doar para o Mini Gentilezas??? Assim você ajuda o próximo, além de evitar o desperdício. Duas causas em uma. :)

E você, tem o hábito de ajudar alguma causa social? Qual? Já conhecia o Mini Gentilezas? Me conta nos comentários! Vamos trocar uma ideia.

Siga o Mini Gentilezas nas redes sociais: Facebook | Instagram

Beijos,
Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



4 In Dicas de Viagem/ Recentes/ Viagens

Infográfico: 10 dicas de segurança para viajantes

Segurança-do-viajante

Na noite desta quarta-feira (05) fiz uma live no Facebook sobre o tema segurança do viajante (se você perdeu clique aqui e assista). Como prometido na live, disponibilizo agora um infográfico com 10 dicas de segurança. 

Dicas de segurança para viajantes (2)

E aí, o que achou do infográfico? Me conta nos comentários!

Ah, compartilhe o info e ajude mais viajantes!

Beijos,
Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



3 In Dicas de Viagem/ Viagens

O que levar na mala de mão + check list para imprimir e ajudar a organizar a viagem!

mala_de_mão_kari_desbrava

Hey desbravadores!

Você também tem dúvida de quais itens levar na sua mala de mão? Se sim, então esse post veio para lhe ajudar.

Segundo as regras da Anac, para voos nacionais, a bagagem de mão não pode exceder ao peso de 5 kg e a soma das dimensões da bagagem (comprimento + largura + altura) não pode ultrapassar 115 cm;

Já para voos internacionais, a regra vai depender da sua companhia aérea do país de destino.  Neste caso, a bagagem pode ser classificada em dois tipos: peça ou peso. No sistema por peça, a bagagem de mão deve ser acomodada no compartimento de bagagem na cabine de passageiros ou sob a poltrona, e a soma de suas dimensões não pode exceder 115 cm. No sistema por peso, a bagagem de mão deve ser acomodada no compartimento de bagagem na cabine de passageiros ou sob a poltrona, com peso e dimensões apropriados, conforme definição da empresa aérea.

Esclarecido o que é considerado uma bagagem de mão, vamos ao tema do post do que levar nela. Como é uma bagagem compacta, o ideal é que você leve o essencial ou que leve o que você gostaria de usar caso sua mala seja extraviada.

De maneira nenhuma torço para que você tenha problemas com sua mala. Mas, como imprevistos podem fazer parte de qualquer viagem, é sempre bom levar isso em consideração na hora de montar a mala de mão.

Então, vamos a lista do que gosto de levar na mala de mão:

  • Uma muda de roupa (Lembra do que falei sobre o risco da mala extraviada, né?)
  • Casaco (Para enfrentar o frio do avião)
  • Desodorante
  • Livros e/ou revistas
  • Travesseiro cervical
  • Escova e pasta de dente
  • Guloseimas
  • Máquina fotográfica
  • Celular
  • Carregador de celular
  • Cabos
  • Mini farmacinha

E para ajudar vocês a se organizarem, elaborei esse check lista aí embaixo para você não esquecer de nada. Na lista, ainda tem uns campos em brancos para serem preenchidos com outros itens, caso você ache necessário. Muito legal, né? É só salvar que é 0800. 

Checklist (2)

E para você, o que é indispensável na sua mala de mão? Me conta nos comentários! Vamos conversar!

Ah, me siga no Pinterest e mantenha-se sempre inspirado!

O que levar na mala de mão

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Beijos,

Kari

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



5 In Dicas/ Felicidade/ Viagens

A coragem de largar tudo e viajar o mundo

Mulher e criança sentadas de frente para o mar

Há um tempo já queria trazer para vocês histórias REAIS de nômades digitais. A internet está recheada de histórias de casais ou pessoas que largaram tudo e foram dar a volta ao mundo… Acho muito bacana, mas ao mesmo tempo vejo um certa glamourização de uma escolha tão séria como esta. Afinal, a vida não é uma mar de rosas como mostram as fotos do Instagram.

Entretanto, quando li o relato da Raphaela Luz, do Brazilicans, achei que valia a pena compartilhá-lo com vocês por reconhecer uma história verdadeira e que vale a pena ser lida. Então, se você tá precisando de inspiração para realizar a sua viagem ou somente quer ler sobre esse assunto mesmo, se liga no relato da Rapha:

“Nossa história como uma Família Nômade Digital que viaja pelo mundo morando a cada mês em um país diferente, começou bem antes do início da nossa jornada aqui na Europa, em Maio de 2016.

nomade_digital_kari_desbrava

Meu marido sempre teve o grande desejo de viajar pelo mundo no estilo mais livre possível. Desde sua formatura na faculdade, estava sempre buscando por oportunidades de ter a liberdade que sempre desejou pra poder viajar pelo mundo tendo independência financeira e liberdade pra trabalhar quando quiser e onde quiser. Foi aí que teve a ideia de entrar em contato com Agências de Marketing Digital, que trabalham remotamente, e tentar uma vaga pra trabalhar de graça. E foi assim que ele fez, por quase 1 ano ele trabalhou gratuitamente para empresas online, apenas porque sabia que iria trazer muito conhecimento, experiência e aprendizado naquela área e talvez fosse o início de uma carreira trabalhando remotamente com marketing digital.

Não foi fácil viver por 1 ano sem salário fixo, vivendo do dinheiro que tinha economizado e guardado na poupança por tanto tempo. Até que ele entrou em contato com uma Agência de Marketing Digital onde conseguiu uma colocação como trabalho gratuito novamente, e depois de apenas alguns poucos meses trabalhando com eles, acabou virando um dos sócios da Agência. Foi uma das maiores conquistas dele.

nomade_digital_3_kari_desbrava

Depois de ter atingido o tão sonhado emprego remoto, onde poderia trabalhar em casa, tendo flexibilidade de horário, estava na hora de começar a planejar as viagens!

Após nosso casamento, na Flórida onde morávamos no momento, fomos para o Brasil, onde ele poderia aprender o meu idioma, conhecer minha cultura e país e claro minha família. No Brasil, queríamos conhecer os Estados e suas características tão diversas, os sotaques, as praias maravilhosas do nordeste e todo o calor daquele povo lindo, então nos mudamos de SP, onde mora minha família, para o Nordeste, onde moramos por alguns meses, mudando a cada mês para um Estado diferente.

Até que decidimos nos mudar para a América Central pra um “mochilão” começando por Nicarágua. Mas depois de 1 mês morando lá descobri que estava grávida e com dengue ao mesmo tempo. Não foi fácil e decidimos voltar pro Brasil para perto da minha família. Nossos planos de viajar pelo mundo tinham que ser interrompidos por um tempinho. Após o nascimento do nosso bebê nos mudamos para Florianópolis, onde tive a oportunidade de iniciar o curso que sempre tive desejo de fazer, Massoterapia.

Novamente tivemos que deixar nosso sonho de mochilar pelo mundo pra depois, rs. Ao término do meu curso estávamos prontos pro mundo… Nosso baby já estava com quase 1 ano e tudo que tínhamos estava vendido. Vendemos tudo! Carro, móveis, roupas… Tudo dos poucos bens materiais que tínhamos, nós vendemos. Sempre fomos minimalistas, nunca possuímos muitos bens materiais, pois estávamos sempre nos mudando e sabíamos que um dia iriamos fazer um mochilão. Tudo vendido. Ficamos apenas com duas mochilas de 10 quilos de roupa, uma pra mim e outra pro meu marido, uma malinha de 5 quilos pro nosso baby, e duas bolsinhas de mão.

nomade_digital_4_kari_desbrava

Era Maio de 2016 e estávamos prontos pra nossa mochilada de tempo indeterminado pela Europa. Foi tudo muito maravilhoso quando chegamos, fomos hospedados por uma família incrível de 10 pessoas no norte da Itália através do Programa Workaway, onde trabalhamos como voluntários por 1 mês, servindo a família por 5 horas diárias 5 dias na semana em troca de um quarto pra nós com todas as refeições inclusas e muito amor e aprendizado. Foi uma das experiências mais memoráveis que já tivemos.

Após isso nos mudamos pra Madrid, na Espanha, onde ficamos por quase 1 mês através do AirBnb com uma “família” de amigos hippies que dividiam um apartamento cheio de muita personalidade, música, risadas, e muita simplicidade. Foi uma experiência que jamais esqueceremos.

Depois disso moramos também no Sul da França, com um senhor marroquino muito bondoso que nos hospedou maravilhosamente bem por 1 mês através do AirBnb.

Fomos pra Inglaterra onde ficamos com amigos por quase 1 mês, e pudemos vivenciar as delícias da culinária Inglesa, e as gírias e sotaque do inglês britânico.

Na Escócia, moramos em um Castelo. A hospedagem também foi no esquema workaway. Uma família hospedaram naquela época 12 voluntários do workaway pra cuidar do imenso Castelo de mais de 50 cômodos. Foi incrível vivenciar essa experiência com voluntários de tantos países diferentes, tantas histórias de vida e tantas aventuras pra compartilhar.

Também fomos para a Bulgária, onde ficamos por dois meses e meio. Este era um país que eu nem sabia que existia, nem sabia onde era no mapa, mas que me surpreendeu muito por seu charme e riqueza em ruínas e tanta antiguidade em cada esquina das ruas em Plovdiv e Sofia, as duas cidades mais famosas do país.

Então Grécia, o país que eu tanto esperei pra conhecer! Ficamos em Atenas por 1 mês onde pudemos vivenciar os costumes de um Natal Grego e aprender tanto da história desse lugar incrível.

Foram tantas experiências que jamais esqueceremos! Às vezes parece um sonho! Mas não é bem assim… Nossa vida como mochileiros é cheia de dias onde nos sentimos sozinhos, buscando por amigos, por alguém pra conversar, sentindo falta da família, de um abraço sincero de mãe e pai. Tudo na vida tem seu lado bom e ruim, sempre vai existir o dia em que pensamos em voltar pra casa, mesmo que ainda não saibamos onde é a nossa “casa”. Sempre vai existir o dia onde pensamos se vale mesmo a pena realizar nossos sonhos de viajar e viver o lado escuro da vida de mochileiro, aquele lado que não mostramos em fotos no Instagram.

De tudo que já vivemos em nossas viagens, o que mais nos marcou até o momento é que muitas vezes sonhamos com coisas que estão fora de nosso alcance, e quando alcançamos isso vemos que realmente não é tão extraordinário como parece ser, que sempre vai haver o lado escuro dos nossos sonhos, e que acima de tudo “felicidade só é real quando compartilhada” “Hapinness only real when shared” – Into the Wild.”

Para acompanhar as aventuras da Raphaela e sua família é só acompanhar nas rede sociais.

Canal no youtube: https://www.youtube.com/brazilicans

Página no facebook: https://www.facebook.com/brazilicans/

Instagram: https://www.instagram.com/brazilicans/

Ah, e se você tem algum história interessante e quer compartilhar ela comigo e com os leitores aqui do blog, envia um e-mail para: karidesbrava@gmail.com

Beijos,
Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



2 In Dicas/ Viagens

Vai viajar por um período prolongado? Veja quais cuidados ter com a parte elétrica da sua casa

Malas

Quando a gente vai viajar por um período mais prolongado é necessário que tenhamos certos cuidados com a nossa casa. Um deles com certeza é com o gasto de energia. Afinal, uma conta de luz cara pesa no bolso e dificulta a economia para uma próxima viagem.

Pensando nisso, resolvi dar algumas dicas sobre os cuidados que devemos ter com a nossa casa ao sairmos de viagem.

– Primeiro de tudo, nunca mais nunquinha mesmo deixe aparelhos ligados na tomada. Ao tirar os cabos da tomada você evita a queima dos aparelhos em caso de algum problema com a corrente de energia, além de economizar na conta. 😉

– Outra dica bacana é esvaziar a geladeira e desligá-la da tomada antes de sair de viagem. Se ninguém está usando não tem motivo para o aparelho ficar ligado, né?

– Muita gente gosta de deixar uma luz ligada para mostrar que a casa não está vazia. Só que o tiro pode sair pela culatra, já que uma luz acessa o tempo todo pode mostrar justamente o contrário. Sem falar na conta de luz, né? (Eu já falei disso! hahahahahahah). Para solucionar o problema, é legal usar um temporizador, que ligará a iluminação apenas em horários pré-definidos, economizando energia e  diminuindo a conta!!!

Usar uma proteção externa para o ar-condicionado evita danos ao aparelho e te ajuda a economizar na conta de luz;

Ao economizar energia, você mantém a sua vida financeira mais saudável, possibilitando novas viagens, e ainda ajuda o planeta! Ou seja, só tem vantagens!

Então, pratique essas dicas e vamos viajar com mais tranquilidade!

E vocês, quais dicas de economia pratica para não pesar no bolso e conseguir viajar mais? Me conta nos comentários!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



32 In Cidades Maravilhosas/ Paraty

Passeio no Alambique Engenho D’Ouro, em Paraty

Como contei para vocês neste post, um dos passeios que mais gostei de fazer em Paraty foi conhecer o Alambique Engenho D’ Ouro. Este passeio me fisgou por dois motivos: o guia do alambique explica como são produzidas as cachaças (ou seja, você ganha uma aula de como são produzidas as bebidas e uma aula de história ao mesmo tempo) e ainda pode experimentar as bebidas ao fim do passeio. Isso mesmo que você leu. 😉 Amantes de histórias, de cachaças ou dos dois, vão adorar conhecer o alambique.

Licores e cachaças expostos no alambique Engenho D'Ouro

Licores e cachaças expostos no alambique Engenho D’Ouro Foto: Divulgação

O alambique

Como falei acima, conhecer o Alambique Engenho D’Ouro é uma aula de história. Um mergulho não só na história da cachaça e também na do Brasil Colonial. O Engenho D’Ouro fica no bairro do Penha, na estrada Paraty-Cunha, bem próximo ao início do Caminho do Ouro (também conhecido como Estrada Real), criado no início do século XVIII para o escoamento do ouro de Minas Gerais através do porto paratiense.

Etapas da produção da cachaça Fotos: Divulgação

Etapas da produção da cachaça Fotos: Divulgação

 

E a história da cachaça e do Brasil colonial se cruzam, pois foi a partir desse fluxo comercial que a produção da bebida ganhou força. Para vocês terem uma ideia, de acordo com o Mapa da Cultura RJ, no ano de 1820 Paraty tinha 12 engenhos de açúcar e cerca de 150 alambiques. E por conta dessa tradição, o município acabou virando sinônimo de cachaça e foi  incluído no mapa de “Indicações Geográficas Brasileiras”, do Sebrae e do INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), que atesta a procedência da aguardente com o selo “Cachaças de Paraty”.

Maaaas, voltando ao engenho D’Ouro…. o alambique começou com Francisco Carneiro dos Santos, conhecido na região como “Seu Chico” e que faleceu em 2009. Vindo de Cunha, no estado de São Paulo, Seu Chico começou a produzir a cachaça por prazer. E hoje, o que era brincadeira virou algo sério e o alambique é administrado por sua família.  Atualmente,  o alambique produz 10 mil litros da bebida por ano e recebeu o título de segunda melhor aguardente fluminense na categoria branca, no I Concurso de Cachaça do Rio de Janeiro, em 2012.

Além do alambique, o local também tem um restaurante e o bar da Marlene. O restaurante se tornou famoso por ter a melhor galinha caipira da região. Já o bar da Marlene é reconhecido pelos pastéis sempre sequinhos e fritos na hora.

Como aproveitar

A visita ao alambique custa R$ 5. Entretanto, pessoas até 15 anos não pagam.  O preço baratinho esconde toda a grandiosidade do local. Lá você aprende como a cachaça é produzida desde a moagem (processo de moer a cana de açúcar) até o envelhecimento da cachaça.

alambique_engenho_douro_kari_desbrava

Além disso, você vai descobrir que há vários tipos de cachaça. No Engenho D’Ouro são produzidas as cachaças Ouro, Prata, Jequitibá, Gabriela (minha preferida <3), Caramelada e Azuladinha (tradicional de Paraty). Confira a descrição de cada uma:

cachacas-_kari_desbrava

Foto: Reprodução Internet

 

Além das cachaças, no fim do passeio também é possível experimentar os licores e o Arac, uma bebida inspirada na antiga Pérsia e que é feita à base de anis.

Dica extra: Para deixar o passeio mais legal, vale conhecer a Cachoeira do Tobogã primeiro e depois almoçar no restaurante do Alambique e depois fazer a visita guiada e experimentar as bebidinhas. 😉

Esse passeio pode ser feito com a Eyà Paraty. Nosso guia foi o Alexsandro. Super atencioso, ele nos contou a história do local e nos levou até o alambique.

Como chegar

Alambique Engenho D’Ouro. Estrada Paraty-Cunha, Km 8, Penha Paraty / RJ, 23970-000, Brasil. Telefones: +55 (24) 98858-4212 ou +55 (24) 99832-7339

Realização de ….

A viagem a Paraty aconteceu graças aos patrocinadores e apoiadores deste ideia. Muito obrigada a: Paraty Convention & Visitors Bureau, responsável pela organização da viagem; Pousada Rumo dos Ventos; Restaurantes Punto Divino e Margarida Café; Adrenalina Mergulho; Teatro EspaçoParaty Tours; Associação de Jipeiros de Paraty

E aos parceiros que fizeram parte dos kits: Editora GloboPão de Mel da GemaChokolateria; Cereja DesignGate05Papel e Laço de FitaPati Costurinhas;  ViagemaLaços Gifts; Pulp Edições; SealBag Tilibra; Léa Foto e ArteClub de Viagens Moms Cia2GoVip Wash Spa Automotivo Boulevard Rio Shopping; e Cardume Print Shop .

Novamente, muito obrigada de coração as empresas que nos ajudaram a tornar esses sonho realidade! <3

paraty_parceiros_press_trip_kari_desbrava

*A press trip foi feita em parceria com a CVB de Paraty, entretanto, as opiniões expressadas aqui são fiéis a minha experiência. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox
Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox