Browsing Tag

Urca

0 In Galerias/ O que fazer no Rio/ Recentes/ Rio de Janeiro

Fortaleza de São João, na Urca: Um mergulho na história do Rio

Compartilhe:

Hey, desbravadores!

Vocês já ouviram falar da Fortaleza de São João? Se ainda não, fique sabendo que este lugar é importantíssimo para cidade do Rio de Janeiro. Os portugueses utilizavam para impedir que outros invasores tomassem conta da Cidade Maravilhosa.

(Para quem não lembra dessa parte da história, vou dar uma ajudinha: Estácio de Sá e os portugueses entraram em guerra com os franceses, que fundaram a França antártica naquela região, e alguns índios tamoios. Os portugueses venceram a batalha e fundaram a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro).

O que nossos colonizadores não imaginavam, e nem a gente, é que a Fortaleza de São João acabou sendo um presente, pois é mais uma forma de admirar a beleza e a vista da Baía de Guanabara…

fortaleza_de_sao_joao_kari_desbrava_11

A Baía de Guanabara vista de dentro da Fortaleza de São João

Como conhecer?

A Fortaleza de São João fica em uma área militar. Isso quer dizer que para conhecê-la é preciso agendar a vista ou ir com algum grupo/empresa que faça isso para você.

Por ser uma área militar, também é um local com muitas regras. Então, nada de ser sem noção, hein!

Meu passeio na Fortaleza de São João foi guiado pela empresa Sou Mais Carioca, projeto idealizado e coordenado pela Gaby, do blog Gaby pelo Mundo. Ps: Eu já era fã das dicas da Gaby e virei mais depois que a conheci. Simplesmente um amor de pessoa!

A visitação na Fortaleza de São João pode ser marcada por telefone ou e-mail que estarão disponibilizados no fim deste texto.

O que vou ver?

Visitar a Fortaleza de São João é mergulhar na história. É ter a sensação de estar em 1565, quando Estácio de Sá fundou a cidade do Rio de Janeiro.

Durante o passeio você irá conhecer a praia onde os portugueses desembarcaram, um monumento que marca a fundação do Rio, o portão Dom João VI, a Fortaleza de São João e seus armamentos (muitos canhões) e claro a bela vista da Baía de Guanabara.

O que levar?

O passeio durou cerca de duas horas. E foram duas horas de caminhada, foto, vídeo, para, anda mais um pouco… Portanto, vá com um tênis confortável, leve sua câmera e/ou celular bem carregado, se tiver bateria extra ou um powerbank leve também e não esqueça da água e umas barrinhas de cereais, biscoitinhos para matar a fome. Apesar de ter lanchonete lá dentro, não me recordo se a venda é permitida para civis.

Seguro viagem geral 728x90

Serviço

Av João Luiz Alves, s/nº – Urca – Rio de Janeiro. Visitação: (apenas para grupos, com hora marcada): de Segunda a quinta, das 9h às 16h; Sexta, das 9h às 12h. Tel.: (21) 2543-3323 / Fax.: 2295-0743. Email: csdpep@hotmail.com

Se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais. 😉

Beijos,
Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
1 In Trilhas

Trilha do Morro da Urca: Um passeio bacana e barato

Compartilhe:

Heeeey pessoal! Tudo bom?

Hoje o #KariDesbrava vai falar sobre a trilha do Morro da Urca. Aquele onde fica o Pão de Açúcar…

Para quem não conhece, a trilha do Morro da Urca é moderada e o começo dela é na pista Claúdio Coutinho, na Urca. Para chegar lá é bem tranquilo. Você pode pegar o metrô/ônibus/trem, descer na Central do Brasil e depois pegar o 107 (Central X Urca) se você vem da Zona Norte/Oeste ou, então, pegar o 513 em Botafogo, se você vem da Zona Sul.

Fiz a trilha com um grupo de turismo, mas você pode fazê-la sem um guia já que ela é bem fácil e bem sinalizada. O começo da trilha, como falei, é na pista Claudio Coutinho, então o chão nesse momento ainda será de afasto. Depois de uns 8 min de caminhada, a mata estará na sua frente e é só desbravá-la.

 

Kari Desbrava Trilha Morro da urca

KariDesbrava Morro da Urca Trilha

Trilha Morro da Urca - kari desbrava

Trilha Morro da Urca

Apesar da trilha ser tranquila, o início dela é um pouco íngreme, o que pode cansar um pouco quem não está com preparo físico ideal. Se você se enquadra no grupo dos sedentários, não se preocupe, pois é só ir subindo devagar que tudo dá certo.

Quase chegando no bondinho terá um desvio para direita onde tem uma espécie de “mirante”. Vale dá aquela parada para  apreciar a vista, tirar uma foto bacana, pegar um ventinho na cara e descansar para subir de novo. Depois do mirante, mais uns 5 minutos de caminha e você terá chegado lá.  Aí é só se esbaldar!

Mirante Trilha Morro da Urca Kari Desbrava

Agora…. tchan tchan tchan tchan: A hora da descida. Para voltar, você pode descer pela trilha mesmo já que para descer todo santo ajuda, hahaha. O caminho de volta é o mesmo que o da ida. Só não deixe para descer pela mata quando estiver escuro, pelo amor.

Mas, se você quiser pode ficar lá em cima e ver o pôr-do-sol, uma das coisas mais lindas dessa vida. <3  Nesse caso, a descida deve ser feita pelo bondinho. Nos fins de semana e feriados, o valor do ingresso para descer é de R$ 20 inteira e R$ 10 meia, entre 16h e 19h30. Nos dias de semana, a descida do bondinho após às 19h é grátis.

Agora, atenção para dicas importantes para quem deseja iniciar nessa vida de trilhas:

– Faça a trilha cedo e verifique o tempo. Não se deve trilhar com chuva ou após dias chuvosos, já que o solo fica úmido, aumentando o risco de acidentes.

– Leve água. De preferência, coloque a água para congelar, pois ela irá derreter durante o percurso. Subir uma trilha e ficar morrendo de sede definitivamente não é uma boa ideia.

– Leve alimento, mas nada muito pesado. Opte por frutas, barra de cereal. Algo para suprir sua fome durante o percurso, mas que não te deixe empanturrada.

– Não esqueça do filtro solar e do repelente. Você estará no meio da natureza, então, é sempre bom ter um cuidado com a pele, já que ninguém merece ficar queimada ou com alergia por causa de picada de inseto.

– Vá de tênis. Pode parecer bobagem, mas ainda tem gente que é sem noção e vai trilhar de chinelo ou salto alto. Oi? Pois é, isso mesmo que você leu. Como alguém quer andar na floresta de salto? Portanto, lembre-se: Não arrisque, é a sua segurança.

– E agora, uma recomendação pessoal. Eu prefiro trilhar de calça. Me into mais segura já que sou megaalérgica a picada de mosquitos sem contar que, assim, evito arranhões ou machucados.

 

 

Mais informações sobre o Bondinho do Pão de Açúcar:

Tel: (21) 2546-8433

Site: http://www.bondinho.com.br/

Email: 

 

Para mais sugestões de passeios clique aqui.

Fica aí minha sugestão de passeio legal e barato! 😉

 

Beijos,

Kari.



Compartilhe: