Browsing Tag

Travel

1 In Dicas de Viagem/ Viagens

Porque e como comecei a viajar

kari-desbrava-viagem

Leia ouvindo A estrada, do Cidade Negra

Mudar faz parte da vida. Todos nós mudados. Não somos os mesmos que éramos há alguns anos atrás. E ouso dizer que isso é ótimo.

 Apesar de ser uma taurina convicta (se você não entende de horóscopo, taurinos odeiam mudanças rs), aprendi a lidar com mudanças e hoje, entendo que elas são necessárias para amadurecermos e virarmos seres humanos melhores.

E foi graças a essas mudanças que a vida dá que surgiu meu interesse por viagens (que por mais que a vida mude, e eu compreenda melhor isso, torço muito para que essa minha vontade de viajar nunca passe kkkk). Surgiu como algo natural, sem modismos.

Sempre tive muita vontade de viver. Curiosidade é meu segundo nome. Queria saber como as pessoas pensavam, porque tinham tais hábitos, porque eram tão diferentes da minha realidade. Só que a idade e o orçamento não acompanhavam tal gana. Aí a solução que encontrei foi desbravar minha própria cidade. Cidade essa tão partida, com modos tão diferentes de se viver dentro de um território tão pequeno. Mas que ao mesmo tempo parecia caber o mundo todinho nela.

Até que comecei a trabalhar, ganhar meu suado dinheirinho e conhecer somente o Rio de Janeiro já não bastava. O mundo é muito maior que o RJ e eu precisava descobrir isso com meus próprios olhos.

O fato de ser nova, de ainda não ter casado, de ainda não ter filhos e ter um salário só pra mim contribuí para que consiga viajar mais. Porém, nessa vida de blogueira conheci tanta gente diferente e que viaja mesmo assim. Gente que viaja sozinho, com o marido, com os filhos, com a família inteira, com os animais, intercalando todas essas formas de viajar. Viajando de forma luxuosa ou de forma mochileira. Foi aí que percebi que viajar é muito mais uma questão de prioridade do que de falta de grana.

Se antes gastava meu dinheiro com comida (olha o lado taurino hahaha) e com besteiras que nem anotava. Hoje guardo minha grana para viagens. Abdico de saídas, de bebedeiras, de passeios no shopping, de roupas para conseguir conhecer um lugar novo.

E foi assim, sem mágica, sem loucuras, sem coisas ilícitas que comecei a viajar mais. Hoje, ainda não conheço nem metade dos lugares que sonho visitar. Mas, já dei os meus primeiros passos. E agora, conhecer todo esse mundão é só questão de tempo.

 

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



6 In Felicidade

Os dois lados de viajar: privilégio x prioridade

viajar

Leia ouvindo Ponto de Vista, do Casuarina

Que viajar é bom demais acho que todo mundo concorda. E o que não falta na internet são textos sobre como viajar é bacana, quais lugares você TEM que conhecer ou ainda histórias de pessoas que largaram tudo e foram dar a volta no mundo.

Por outo lado, há outros textos que tratam a viagem como um privilégio. Que pregam que viajar não é tão fácil assim e que quem viaja muito é até visto como esnobe.

Mas, qual dessas opiniões está correta?

Então… não chamo de corretas, mas de pontos de vista e explico.

Viajar é um privilégio 

Vou começar pelo lado “negativo” da coisa para chegar no positivo. Se considerarmos que a desigualdade mundial é enorme — segundo dados do Fórum Social Mundial,  desde 2015, apenas 1% da população global concentra em mãos mais riqueza que os 99% restantes — viajar é sim um privilégio. 

LEIA MAIS: Mas, e você vai sozinha?

Segundo dados do Fórum Social, a riqueza mundial está concentrada na mão de 1%

Segundo dados do Fórum Social, a riqueza mundial está concentrada na mão de 1%

 

Boa parte da população mundial passa por perrengues todos os dias e viajar para estas pessoas, infelizmente, não é uma opção. Afinal, alguém que não tem suas necessidades básicas atendidas não tá pensando em viajar, né? 

Para transformar o desejo de viajar viável para todos, primeiro precisamos fazer com que a pobreza e outras mazelas sociais sejam combatidas. E como mostra o estudo, ainda estamos bem distante disso. 

Mas, viajar também é questão de prioridade

Por outro lado, viajar atualmente é muito mais fácil do que era há alguns anos atrás. O acesso a internet nos abriu uma infinidade de portas, como descobrir promoções de passagens, de hospedagem, formas de trabalhar no exterior como voluntário, entre outras coisas.

Então, se você não está entre as pessoas que passam por perrengue para sobreviver e mesmo assim se pergunta porque não viaja mais, talvez seja hora de rever suas prioridades.

Ninguém é obrigado a viajar. Se você gosta de gastar seu dinheiro com roupas, maquiagem, comida e outras coisas, tudo bem. Agora, se você está querendo viajar mais e acredita que não tem dinheiro, comece a estudar seu orçamento e veja se você não tem dinheiro mesmo ou se gasta ele com coisas supérfluas. 

LEIA MAIS: ‘Não é preciso ser rico para viajar’ – Entrevista com Marianne Rangel, do blog Despachadas

Glossário do viajante: Entenda o significado de alguns termos

Como você gasta o seu dinheiro?

Como você gasta o seu dinheiro?

Quando a gente senta e analisa nosso orçamento vemos o quanto de dinheiro poderíamos tá aproveitando de uma maneira melhor. E eu, nem preciso dizer que sou daquelas que levantam a bandeira de que aproveitar o dinheiro com experiências é muito melhor do que com coisas.

Fica a reflexão…

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



6 In Maranhão/ Viagens

Roteiro: O que conhecer em São Luís + Lençóis Maranhenses

Lencois_Maranheses_Kari_Desbrava

Viajar é tudo de bom. E em 2013 (sei que faz um tempinho, mas recordar é viver), conheci um dos lugares que mais sonhava em ir: Os Lençóis Maranhenses. Além de lá, também desbravei São Luis, a capital do Maranhão. Como o blog surgiu esse ano, e já tinha vivido essa aventura, resolvi fazer este post, para ajudar quem pretende conhecer esse lugar maravilhoso. Vamos nessa?

A viagem

A viagem durou uma semana.  Fiquei hospedada em Barreirinhas (uma das cidades por onde passa o Parque dos Lençóis Maranhenses) dois destes setes dias. O roteiro que vou recomendar se baseia nesse tempo.

Em São Luís, recomendo os passeio pelo Palácio dos Leões, Catedral da Sé, Bairro Praia Grande, Praça São João Lisboa, Largo do Carmo, Cais da Sagração, ponte do São Francisco, Ilha do Medo, Avenida Litorânea e Praça Gonçalves Dias.

A cidade é bem simples, se comparada a outras capitais como Rio de Janeiro e São Paulo. Apesar disso, gostei bastante do Centro Histórico, onde tem diversas lojas para você comprar lembrancinhas e experimentar comidas típicas.

SAM_2889

Orla de São Luís Foto: Karilayn Areias

Os Lençóis Maranhenses

Fiquei duas noite na cidade de Barreirinhas. Apesar do tempo curto deu para aproveitar bastante. Se você tiver dúvidas de como planejar uma viagem, dá um olha nesse post de como planejar uma viagem.

No primeiro dia, conheci o Parque dos Lençóis e no segundo fiz o passeio pelo Rio Preguiças e conheci as ilhas de Vassouras, Mandacaru e Caburé. O primeiro passeio foi demorado e cansativo, mas o visual do lugar é recompensador. Saímos da pousada às 8h30 da manhã e retornamos por volta de 20hrs. O passeio para os Lençóis é feito em um jipe e depois, ao chegar lá, o trajeto para mergulhar nas Lagoas Azul, Bonita e do Peixe é feito a pé.

Lençóis Maranheses

Foto: Karilayn Areias

Na volta, você vê o pôr-do-sol nos Lençóis e depois entra no jipe rumo à pousada para descansar para o dia seguinte. Uma coisa me chamou a atenção na hora da volta. Existe uma verdadeira corrida para ver qual carro entra na embarcação primeiro. Isso porque já que a embarcação só consegue levar dois jipes por vez, se você ficar para trás significa que mais tarde chegará na pousada e mais tarde irá comer e finalmente descansar.

Hospedagem e considerações sobre Barreirinhas

Fiquei hospedada da Pousada do Rio, em Barreirinhas. Na época, a pousada tinha a segunda diária mais barata da cidade e é bem aconchegante. Tinha ar-condicionado no quarto, uma piscina e você ainda podia tomar banho no Rio Preguiças, aos fundos. Além disso, ela possui uma boa localização já que fica perto do Centro (que é a praça da cidade) e orla com os restaurantes.

A única coisa que me incomodou um pouco foi que a cozinha deles fecham cedo e por isso o jantar tem que ser feito na rua. Uma outra opção, é comprar o que comer durante o dia nos mercados da região.

Durante o fim de semana em Barreirinhas, conheci os Lençóis Maranhenses e fiz um passeio pelo Rio Preguiças, respectivamente. A saída da pousada ocorreu por volta de 8h30 da manhã e retornamos a noite. O passeio atualmente custa R$70 por pessoa.

Passeio pelo Rio Preguiças

Passeio pelo Rio Preguiças Foto: Karilayn Areias

Já o passeio pelo Rio Preguiças e para conhecer as ilhas de Vassouras, Mandacaru e Caburé é mais leve. O valor neste caso é de R$80 por pessoa. A aventura começa num barco conhecido como corredeira. Através dele, você percorre todas as ilhas. A que mais gostei foi a Ilha de Caburé, onde paramos para almoçar. Nela, também andei de bug e me banhei no rio. Um fato interessante sobre essa ilha: de uma lado você tem o mar, do outro um rio. Riquezas Maranhenses. :)

O que levar?

Abaixo listarei alguns itens importantes que você não pode deixar de levar para essa aventura:

– Biquíni;

– Óculos escuros;

– Roupas leves;

– Repelente;

– Cantil com água;

– Alimentos leves;

– Chápeu ou boné. Não indico viseira por conta do sol forte;

– E claro: Uma máquina fotográfica;

 

E por falar em máquina, confira a galeria com fotos da viagem:

 

*Os preços do texto acima foram atualizados e são referente ao ano de 2015.

***

Se você gostou deste conteúdo compartilhe com seus amigos :)

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox
Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox