Browsing Tag

Roteiro

0 In Belém/ Viagens

O que conhecer em Belém do Pará

Mercado Ver-o-peso em Belém, no Pará

Belém, no Pará, é uma cidade encantadora. Com uma variedade cultural grande, há muitos encantos para se conhecer na capital paraense. Criada para ser a capital do Império, Belém tem um ar bucólico. Nos pontos turísticos da cidade é possível “respirar história” e facilmente imaginar como era a Belém de outros tempos.

Sobre as questões práticas, é uma cidade pequena. Logo você conhece os principiais pontos turísticos em três dias no máximo. Então, se quiser passar mais tempo no Pará aproveite para ir as Ilhas mais próximas da capital como Algodoal e Salinas ou estique até outras maravilhosas paisagens como as da Ilha de Marajó ou Alter do Chão. 

INSCREVA-SE NO CANAL DO BLOG NO YOUTUBE

 

Roteiro de três dias em Belém

Mercado Ver-o-peso

Comece o dia pelo mercado Ver-o-peso. Lá você vai encontrar iguarias como o peixe frito com o açaí, além de ver as mais variadas especiarias típicas do Norte. Lá também encontramos a barraquinha das rezadeiras com os mais variados tipo de banho.

Ps: Furtos em Belém, principalmente no Ver-o-peso são bens comuns. Por isso, compartilho aqui a dica de que ouvi de vários moradores: não ande exibindo seus pertences (celulares, cordão, relógios, etc) e se tiver com bolsa mantenha ela para frente, além de andar sempre atento.

Forte Feliz Lusitânia e Casa das Sete Janelas

Saindo do Ver-o-peso caminhe até o Forte das Feliz Lusitânia e a Casa das Sete Janelas. O local é bem conservado e ambos possuem um vista privilegiada do Rio Guamá.

Forte Feliz Lusitânia

Estação das Docas

Esse foi um dos cantinhos que mais gostei em Belém. Reformada em 2000, a estação das Docas virou uma espécie de grande louge com restaurantes e lojinhas. Quando for lá não deixe de experimentar os sorvetes da Cairu. Experimentei os sabores: açaí, tapioca, castanha do Pará e murici e olha são todos maravilhosos.

Estação das Docas  Estação das Docas

Estação das Docas

No fim do dia, aproveite e faça o passeio de barco pelo Rio Guamá com a Valverde Turismo. Nesse post conto essa maravilhosa experiência. Ao retornar a estação das docas, prove uma cervejinha na Amazon Beer.

Segundo Dia

Museu Emílio Goeldi, Basílica de Nossa Senhora de Nazaré e Theatro da Paz

O segundo dia pode começar por um passeio no Museu Emílio Goeldi. Nele você confere uma exposição e no fim um tem um zoológico com diversas espécies como onça, arara azul, guarás, etc. La dentro também tem um aquário, mas quando fui estava fechado.

Museu Emílio Goeldi

Museu Emílio Goeldi

Algumas quadras depois na mesma calçada que o museu está a Basílica de Nossa Senhora do Nazaré. Com estilo neoclássico, a igreja sedia em outubro o Círio de Nazaré, que arrasta mais de dois milhões de fiéis pelas ruas de Belém.

Depois siga para o Teatro da Paz e faça uma visita guiada. No passeio é possível entender o quão rica Belém era no Ciclo da Borracha e por qual motivo tanta prosperidade não durou depois desse período. 

Theatro da Paz

Theatro da Paz

Terceiro Dia

Mangal das Garças

Comece o dia almoçando no restaurante do Mangal das Garças, que é muito bem avaliado, e depois faça o passeio pelo local. No Mangal você pode conhecer um aviário e um borboletario, além de observar os animais se alimentando.

Uma curiosidade sobre o Mangal: os animais foram tirados do habit natural pelo homem e seriam destinados para o tráfico de animais. Entretanto, os bichos foram recapturados em apreensões do Ibama e hoje ele vivem no Mangal por ainda não conseguirem se adaptar a natureza, estando mais vulneráveis aos predadores.

Mangal das Garças

Mangal das Garças

Na minha viagem fiquei três dias em Belém e quatro dias em Soure, na Iha de Marajó. Confira mais dicas sobre o Pará:

Pará: diversidade cultural e riquezas do Norte do Brasil

Passeio de barco em Belém do Pará

O que fazer na Ilha de Marajó

Passeio na Fazenda Bom Jesus, na Ilha de Marajó

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



3 In Brasil/ Minas Gerais/ Viagens

Quanto custa viajar para Belo Horizonte?

horizonte1_belo_horizonte

Hey desbravadores!

Hoje vou ajudá-los a montar sua viagem para Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.

Às vezes, quando vamos viajar, a primeira dúvida que nos bate é quanto vamos gastar em tal destino. E essa pergunta é crucial para sabermos se conseguiremos bancar a viagem ou não. Por isso, vou compartilhar com vocês mais ou menos o roteiro que fiz na capital mineira. Digo mais ou menos, pois como fui para um evento a programação já estava esquematizada. Aqui, o roteiro será mais livre com estimativa dos preços. Então vamos lá?

Confira a galeria de fotos de Belo Horizonte

Roteiro de três dias (Sex + Sáb +Dom) em Belo Horizonte

Sexta

Chegando sexta-feira na cidade aconselho o passeio no Mirante das Mangabeiras, na Praça do Papa e na Praça da Liberdade, nessa ordem. Assim, você sobe de uma vez para depois descer. Para quem não conhece BH, a cidade tem a geografia de um vale, com muitas subidas e descidas. Logo, para você não ficar subindo e descendo toda hora, vale mais subir de uma vez, pois como diz minha mãe: para subir todo santo empurra, para descer todo santo ajuda, hahahaha.

Área verde no Mirante das Mangabeiras

Área verde no Mirante das Mangabeiras

Aproveite que estará nessa região e vá conhecer a Rua do Amendoim. Sobre ela existe uma “lenda” em que o carro sobe sozinho na descida. É isso mesmo! Muito louco e difícil de acreditar…Mas fomos até lá e comprovamos. Não gravei esse momento, mas tem diversos vídeos na internet que mostram essa peculiaridade de BH.

Rua do amendoin 😂🚖🌳 famoso moonwalk kkk #ruadoamendoim #mangabeiras #sobrenatural

Um vídeo publicado por Gustavo Bicalho (@gustabicalho) em

Para mais conforto na sua viagem, talvez, valha alugar um carro. Se quiser fazer sua cortação clique aqui. O blog é parceiro da Rent Cars e ao alugar o carro através deste link você ajuda o Kari Desbrava a continuar produzindo conteúdo de qualidade sem pagar nada a mais por isso.

A noite, conheça a Choperia Albanos da Sion. O atendimento do local é maravilhoso, os garçons são simpáticos e não deixam seu copo vazio. Além disso, a comida é gostosa e a bebida tem preço justo.

Comida da Choperia Albanos

Comida da Choperia Albanos

Sábado

No sábado, vá conhecer o Conjunto Arquitetônico da Pampulha, projetado por Oscar Niemeyer.  No conjunto você conhecerá: a Igreja São Francisco de Asis, que tem pinturas belíssimas feitas por Portinari, o Museu de  Arte, A Casa de Baile e o Iate Tênis Clube.

Igreja de São Francisco de Asis, na Pampulha, em BH

Igreja de São Francisco de Asis, na Pampulha, em BH

Igreja de São Francisco de Asis, na Pampulha, em BH

Igreja de São Francisco de Asis, na Pampulha, em BH

Depois dê um pulo na praça da Liberdade e no Centro Cultural do Banco do Brasil de BH. Lá vocês verão como o povo mineiro se diverte, apreciarão a arquitetura local, que é muito bonita, ou apenas pode ficar relaxando mesmo.

Mais tarde vale fazer um passeio pela região da Savassi, que tem um comércio variado, com muitos bares e restaurantes.

Domingo

Já no domingo, acorde cedo e vá ao Mercado Municipal na região central de BH. Você pode conhecer o local de duas maneiras: livremente ou agendando uma visita guiada. Independente de qual forma você escolher, uma coisa é fato… lá você irá encontrar muita coisa gostosa.

mercado_municipal2_kari_desbrava

Guloseimas do Mercado Municipal

Lá não deixe de passar no Bar da Lora, que já ganhou o Comida di Buteco no ano de 2010 com o prato Garrão com molho de malzbie, e experimentar o fígado acebolado com jiló, o filé acebolado na chapa com mandioca, a carne de panela com molho de cerveja preta acompanhado por uma cervejinha gelada. 😉

No tour no mercado, também vale experimentar os pães de queijo recheados, queijos, goiabadas, doces e outras gostosuras que são a cara de Minas Gerais.

Dica extra: Se você tiver mais tempo do que três dias aproveite para conhecer as cidades vizinhas de BH. Boas opções são os tours por Ouro Preto e Mariana, Inhotim, Tiradentes e São João Del Rei, Tiradentes e Congonhas ou ir até as grutas Maquiné e Rei do Mato. Enfim, escolha seu estilo de viagem e defina seu tour.

 

Vai viajar? Faça seu seguro viagem com a Real Seguro

Seguro viagem geral 728x90

 

Quanto custa viajar para BH?

Segundo o site Quanto Custa Viajar, para conhecer Belo Horizonte de maneira econômica por três dias o gasto será de R$ 638 por pessoa. Esse valor, foi mais ou menos o que gastei na minha viagem, contando com a passagem aérea de ida e volta.

quanto_custa_viajar_para_belo_horizonte_kari_desbrava

Essa é uma ferramenta que gosto bastante de usar para planejar as minhas viagens, já que consigo ter uma noção bem aproximada do quanto é necessário para conhecer cada destino. Mas, claro, que o que você de fato irá gastar vai depender dos tipos de atrações que vai vistar, onde vai comer, se hospedar, etc.

Conheci Belo Horizonte durante o Encontro da Rede Brasileira de Blogs de Viagens. Para saber mais sobre essa experiência clique aqui.

 

Se você gostou deste post compartilhe com seus amigos nas redes sociais. 😉

Beijos,

Kari.

 

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



1 In São Paulo/ Viagens

O que conhecer em um fim de semana em São Paulo

São_paulo_kari_desbrava_pixbay

Fala pessoal!

No ano passado conheci São Paulo. Uma viagem rápida, de um fim de semana, mas que rendeu conhecimentos legais: um deles com certeza foi saber mais do estilo de vida dos nossos queridos vizinhos paulistas.

Rixas à parte (rixa que acho uma grande bobagem, por sinal), São Paulo tem seus encantos. E para mostrar que isso é verdade, compartilho com vocês meu roteiro de fim de semana na terra da Garroa. Vem comigo!

Sexta-feira

Bar do Alemão

Assim que cheguei em São Paulo fui conhecer o Bar do Alemão. A estrutura e decoração do lugar são lindas e o atendimento também é bem bacana. O preço não é dos mais baratos, mas a comida é gostosa e vale a pena. Destaque para o filé a parmegiana, com boa fama por SP.

 

Fachada Bar do Alemão. Foto: Reprodução Internet

Fachada Bar do Alemão. Foto: Reprodução Internet

Bar do Alemão 2

Bar do Alemão

Serviço: Av. Juriti, 651, Moema, São Paulo. Telefone: (11) 5052.8333

Noite no Superloft

O Superloft é uma casa noturna de São Paulo feita com containers. Conheci a casa na noite em que tocava hip hop, mas lá também ocorrem festas de outros ritmos. O mais legal do lugar, além do material que é construído, é que além de uma pista de dança, a casa tem um espaço para exposições. Sim, você curte a festa e ainda pode ver uma exposição de arte. Quem disse que essas coisas não podem caminhar juntas?

Superloft Foto: @Stefano Iasi/Reprodução Facebook

Superloft Foto: @Stefano Iasi/Reprodução Facebook

Superloft Foto: @Stefano Iasi/Reprodução Facebook

Superloft Foto: @Stefano Iasi/Reprodução Facebook

Serviço: Rua Cardeal Arcoverde, 2926, São Paulo.

Sábado

Museu do Futebol

Meu coração é vascaíno. Mas quem me conhece sabe que não acompanho muito futebol. Apesar disso, a visita ao Museu do Futebol foi divertida. A exposição em grande parte é bastante interativa, tem muita curiosidade sobre o esporte e no final você ainda pode bater uma bola e ganhar uma foto do seu gol. Muito legal mesmo!

Outra coisa bacana na visita é quando você conhece o estádio do Pacaembu. O Museu do Futebol fica dentro do estádio e em determinada hora você vai parar em uma espécie de arquibancada dentro do estádio. É bem emocionante e rende muitas fotos.

Museu do Futebol 2

Uma das salas do Museu do Futebol Foto: Reprodução Facebook

Museu do Futebol

Uma das salas do Museu do Futebol Foto: Reprodução Facebook

Fachada do Pacaembu Foto: Reprodução Facebook

Fachada do Pacaembu Foto: Reprodução Facebook

Brincando em uma das paredes do museu do futebol Foto: Arquivo pessoal

Brincando em uma das paredes do Museu do Futebol Foto: Arquivo pessoal

Serviço: Estádio do Pacaembu – Praça Charles Miler, S/n – Pacaembu, São Paulo.  Tel.: (11) 3664-3848

Mercado Municipal

A minha vontade de conhecer o Mercado Municipal era para experimentar o tradicional sanduíche de mortadela. E não foi uma missão tão difícil, já que várias barracas lá vendem esse sanduba. Gente, vem muita mortadela. Muita mesmo. Só consegui comer uma parte do sanduíche.  A outra parte eu trouxe pro Rio, mas como vocês devem imaginar o sanduíche não resistiu a tanto tempo de viagem. rs

São_Paulo_kari_desbrava

O tradicional sanduíche de mortadela Foto: Arquivo pessoal

O Mercado Municipal também se destaca, pois como todo mercado de qualquer cidade, vende o que aquela população normalmente se alimenta/usa. Para São Paulo, isso pode não ser grande novidade. Mas, para culturas mais distantes conhecer o mercado local é sempre uma grande aventura.

Serviço: R. da Cantareira, 306 – Centro, São Paulo.

Estação da Luz e Museu da Língua Portuguesa

Minha ida a São Paulo foi antes do incêndio no Museu de Língua Portuguesa e que também afetou a Estação da Luz em dezembro de 2015. Atualmente, ambos estão fechados para restauro. De qualquer forma, os mantive na lista, pois mesmo que por fora e sendo restaurados são lugares tão belos que merecem pelo menos uma olhadinha.

Serviço:  Praça da Luz, 1, Luz, São Paulo. Telefone: 0800 55 0121

Domingo 

Ibirapuera

O parque é muito bonito, e na minha opinião, bem conservado. O Rio poderia copiar São Paulo nisso e manter os seus parques, como a Quinta da Boa Vista, bonita assim.

Conheci o parque no domingo, então vi muitas famílias passeando, pessoas de bicicleta, patins, skates… Sem falar nas inúmeras atividades espalhadas por ele. Tinha, por exemplo, um professor de ginástica dando aula de aeróbico para quem quisesse. Divertido!

Dias iluminados. Saia do apartamento e curta o Verde. #ibiraamoecuido foto @wilfegon

Uma foto publicada por Parque Ibirapuera Conservação (@parqueibirapuera) em

A serraria, ao lado do bosque da leitura, se consolidando como a meca dos alongamentos no parque.

Uma foto publicada por Parque Ibirapuera Conservação (@parqueibirapuera) em

A cidade precisa de calçadas de qualidade: largas com menos fios e mais árvores. Quem sabe assim teremos uma cidade parque. Foto @zezito_costa

Uma foto publicada por Parque Ibirapuera Conservação (@parqueibirapuera) em

Serviço:  Av. Pedro Álvares Cabral – Vila Mariana, São Paulo. Telefone: (11) 5574-5045.

Claro que São Paulo tem muito mais que isso. Claro que em um fim de semana não dá pra descobrir tudo o que uma cidade pode oferecer. Mas fica o gostinho de quero mais, para quem sabe uma próxima viagem 😉

***

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe nas redes sociais.

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Carioquices

’36 horas’ no Rio de Janeiro: um mini-roteiro da Cidade Maravilhosa

Praia Rio de Janeiro

O Rio encanta cariocas, turistas brasileiros e estrangeiros por todo o seu swing. Somos conhecidos no mundo todo por nossa simpatia e hospitalidade. E todas essas qualidades, que já dissertei aqui, foram retratadas em uma série muito bacana do jornal americano New York Times.

A série “36 Hours” (traduzindo: 36 horas) mostra o lado cosmopolita do Rio, passando pela revitalização do Centro até a nossa gastronomia.  Achei interessante observar como um jornal estrangeiro retratou a nossa cultura e teve cuidado ao elaborar o mini roteiro, que traz alguns lugares bem conhecidos dos cariocas como a Lapa e o Parque Lage.

Além do Rio, o seriado retrata 36 horas em várias cidades do mundo como Istambul, Paris, Berlim e Lima.

 

O que você acrescentaria no roteiro se viesse passar 36 horas no Rio? Me conta nos comentários.

 

Se você gostou desse texto compartilhe nas suas redes sociais. 😉

 

Beijos,

Kari.



0 In Carioquices/ O que comer no Rio/ Passeios

Roteiro gastronômico e cultural de Benfica

Festival_Cadeg_kari_desbrava

Benfica é um pequeno bairro da Zona Norte do Rio localizado entre São Cristóvão e Bonsucesso.  Antes conhecido por sua violência, depois da instalação da UPP na favela do Arará são outros fatores que chamam a atenção para o bairro. Com um roteiro boêmio, a região esconde riquezas culturais que muitos cariocas e turistas ainda não conhecem. Abaixo listarei um pouco das maravilhas culturais e gastronômicas do local.

Roteiro Gastronômico

Cadeg – É no bairro de Benfica que está o Mercado Municipal do Rio (Cadeg). Lá é possível encontrar de um tudo: flores, queijos, bebidas, boa comida, etc. Para a alegria geral da nação, neste mês de novembro está rolando o 3° Festival Gastronômico onde o bacalhau é o carro-chefe dos principais pratos.  Além disso, a programação conta com apresentação de uma banda cover do Legião Urbana e um campeonato de boxe. Legal, né?

Quem curtiu a ideia, pode aproveitar o festival até o dia 22 deste mês. Mas, independente do festival ou não, a Cadeg é um lugar muito legal de se conhecer, principalmente se você está em busca de boa comida.

O Mercado Municipal do Rio é um boa opção por quem procura por boa comida Foto: Taísa Azevedo

O Mercado Municipal do Rio é um boa opção por quem procura por boa comida Foto: Taísa Azevedo

Zinhos Bier- Com uma pizza dos deuses, o Zinhos Bier é referência gastronômica da região. Do churrasco a boas sobremesas, o restaurante tem um cardápio variado. Outra boa pedida do bar é a promoção chopp brahma de 350 ml por 2,50, de terça a quinta-feira, das 16 às 19h. Sempre bom lembrar que o estabelecimento oferece wi-fi grátis.

Adonis – A marca do bar é o chopp gelado. Há quatro opções para os amantes da bebida: tulipa grande, a versão schnitt (com bastante colarinho e servido na pressão), no tamanho garotinho e na versão black, com 500ml e servido em copo especial. Já a estrela do cardápio da casa é o bacalhau, com destaque para o saboroso bolinho de bacalhau.

Roteiro Cultural

Samba de Benfica – Com quatro anos de existência, o “Samba de Benfica” realiza uma roda de samba no segundo domingo de cada mês, a partir das 15h. A roda de samba surgiu depois de um grupo de amigos se reunirem para tocar o ritmo carioca.  A entrada para curtir a boa música é gratuita.

Foto: Flávio Santos/ Reprodução Facebook

Roda de Samba “Samba de Benfica” Foto: Flávio Santos/ Reprodução Facebook

E aí, que tal aproveitar o fim de semana pra apreciar uma boa comida e cair no samba?

 

Serviço:

Cadeg. Rua Capitão Felix, 110, Benfica. Te.: (21) 3890-0202 / 3526-5717.

Zinhos Bier. Rua São Luís Gonzaga, 2330, Benfica. Tel.: (21) 3890 1704.

Adonis. Rua São Luiz Gonzaga, 2.156 – Loja A, Benfica. Te.: (21) 3890-2283.

Samba de Benfica. Rua Professora Esther de Melo, altura do número 260, Benfica.

 

***

Se você gostou deste conteúdo compartilhe nas redes sociais. 😉

 

Beijos,

Kari.

 

 

 

 



Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox
Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox