Browsing Tag

mulher que viaja sozinha

0 In Mais recentes/ Para mulheres

Viajar sozinha é um ato político revolucionário

mulher andando de bicicleta
Compartilhe:

Leia ouvindo: Respeita as minas

Pode parecer que não, mas viajar sozinha é um ato político revolucionário.

Duvida?

Pergunte a toda mulher que viaja sozinha quantas vezes ela escuta “Nossa, como você é corajosa” ou “Eu não sei se teria a mesma coragem” durante uma viagem solo…

Mesmo após diversas conquistas, nós mulheres continuamos a lutar por nosso direito de escolha. E escolher viajar sozinha não é uma decisão fácil, como deveria ser.

Como lidar com os olhares dos outros? Será que vou aguentar ficar só na minha própria companhia? Vou chorar? Vou fazer amigos? O que responder quando me perguntarem se ‘seu marido deixa‘? E o assédio? É seguro? Vou conseguir me virar?

Esses são só alguns dos questionamentos que passam pela cabeça de uma mulher antes de ingressar em um voo solo.

Mas, superado o medo vem a grata surpresa de desbravar novas fronteiras, mergulhando em novas culturas e repensando pré-conceitos.

Justamente por isso que viajar sozinha é um ato político revolucionário. Afinal, em um mundo machista, que nos desencoraja praticamente o tempo todo, desafiar a sociedade viajando acompanhada de si, é sim uma forma de política e de dizer que estamos aqui e não somos obrigadas a nada!

 

E você, já desafiou o patriarcado hoje?

 

Se quiser ler mais textos sobre a temática feminina dê uma olhada na nossa sessão para mulheres

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Para mulheres/ Relato dos colaboradores

‘Viajar sozinha é perigoso?’ | Por Elma Souza

Compartilhe:

Na sessão ‘experiência dos leitores’ vamos conferir o relato da viajante Elma Souza. No texto, a Elma compartilha o que aprendeu nesses 12 anos viajando sozinha.

Quer compartilhar seu relato com outros viajantes? Envie um texto contando como foi sua experiência para o e-mail: karidesbrava@gmail.com

“Estou comemorando meus 12 nos de muitas viagens e aventuras. E por isso decidi escrever um texto de muita reflexão a todas as mulheres que tem vontade de cair na estrada sozinhas e, não tem coragem…

NÃO VIAJE SOZINHA, É PERIGOSO!!!!!

Sempre me perguntam se é perigoso uma mulher viajar sozinha… E dizendo a verdade, sim é perigoso! É perigoso viajar sozinha e descobrir o quanto você é mais forte do que imaginava. É perigoso que você descubra que além daqueles noticiários tristes da TV, existem pessoas boas no mundo e que elas são a maioria. É perigoso que você não tenha muito tempo para fazer chapinha, pintar as unhas e trocar de roupa a cada foto e que você pela primeira vez na vida olhe no espelho e se veja ao natural, veja quem você é e que goste disso.

Foto: Arquivo Pessoal

Sabe, viajando sozinha você está exposta a conhecer pessoas do outro lado do mundo com outros costumes, culturas e crenças, com outros idiomas. Viajando sozinha do nada, em dois dias, você se vê amiga dessa pessoa “estranha”. Viajando sozinha você se vê conversando através de sinais, usando tradutor, mas compartilhando de um momento tão feliz e sincero.

É perigoso que você passe a conversar com pessoas com opções sexuais diferentes da sua, com outra religião, outra cor e veja que elas são pessoas como você… E isso vai destruir qualquer preconceito que você tenha na vida.

É perigoso você provar outras comidas, aprender um novo idioma, ouvir outras músicas, ler novos livros, ouvir muitas histórias e aprender em dias o que não aprendeu em anos. É perigoso você conhecer alguém e em uma semana viver uma linda e intensa história de amor, dessas dignas de filme e que você nunca mais esqueça essa pessoa…

Viajando você aprende que amar é liberdade, é deixar ir, é ir também. Se for pra ser, esteja segura que em qualquer lugar do mundo o reencontro acontecerá…

É perigoso passar um tempo com você mesma e aprender a gostar da sua própria companhia, se conhecer melhor, ver a mulher incrível que é e entender o quão grande é seu valor. Depois disso você passa a selecionar mais, se importar menos com certas pessoas e ser mais feliz sozinha ou até acompanhada. 

Foto: Arquivo Pessoal

É perigoso você começar a perceber o que tem valor na sua vida e que tudo que tem valor não se pode comprar… e seu dinheiro passa a valer cada vez menos. Aí então você o ganha para viver e não vive para ganhá-lo.

É perigoso você nunca mais voltar pra casa porque quem viaja disposta a aprender não volta igual, volta outra pessoa, volta melhor… aquela que saiu não volta mais, isso é perigoso…

Tenho vivido perigosamente há 12 anos, viagens de autoconhecimento, desapego. Eu, meus sonhos, minha mochila e minha bike Mary Rose. Meu maior desejo é que eu possa viajar para nunca mais ter uma casa fixa, que minha casa seja o mundo.

Ah, e esse dia ainda irá chegar porque os meus sonhos e desejos são só meus e eu ainda irei realizá-los com Foco e Persistência.”

 

*O relato da Elma foi inicialmente publicado no grupo do Facebook Mulheres Viajantes

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe: