Browsing Tag

cultura afro

0 In Carioquices/ Mais recentes/ Rio de Janeiro

Lugares para conhecer a cultura afro-brasileira no Rio

Compartilhe:

Dia 20 de novembro é comemorado o Dia Nacional da Consciência Negra. A data é uma forma de homenagear e celebrar a cultura afro que tanto contribuiu para a formação da cultura brasileira e carioca. Com influência na nossa língua, na música e na gastronomia, nada mais justo do que conferirmos um roteiro para aprendermos mais sobre nossa história: 

+ Onde se hospedar no Rio de Janeiro  

Pequena África

A pequena Africa fica na Zona Portuária e abrange bairros como o Centro, Saúde e Gamboa. Na época do Brasil colônia, o local era porta de entrada dos negros escravizados e por isso a região guarda muitas influências deste tempo e da cultura afro.

Por lá você pode conhecer o Cais do Valongo, que foi tombado Patrimônio Histórico da Humanidade pela UNESCO; o Jardim Suspenso do Valongo; a Pedra do Sal, onde segunda e sexta rola um famoso samba; e o Instituto de Pesquisa dos Pretos Novos.

 

Dica da #Kari: Se você gosta de um tour guiado, pois acha que assim adquiri muito mais conhecimento que não aprenderia sozinho, fica a dica do tour pela Pequena África, com a Gabriela Palma, do Sou + Carioca. 

+ 10 lugares para conhecer no Rio de Janeiro

Beco do Rato

Ainda na região do Centro, é possível visitar o Beco do Rato, na Lapa. O local é um bar conhecido por sua agenda cultural ligado ao samba, além de pinturas e fotos que remetem a sambistas e entidades da umbanda.

Jongo da Serrinha 

O Jongo é uma manifestação cultural de matriz africana que em 2005 foi reconhecida pelo IPHAN como Patrimônio Cultural Nacional.  Sua origem está ligada à presença de africanos de origem Bantu, de Angla, trazidos para o trabalho escravo, nas fazendas de café e cana de açúcar do sudeste brasileiro. Por resistência, ganhou um espaço localizado no Morro da Serrinha, em Madureira.  

Museu do Samba

O Museu do Samba fica ao lado da Quadra da Mangueira e guarda relíquias da nossa cultura popular. Nele você encontra fantasias do carnaval, conhece a história das principais agremiações e aprende muitas outras curiosidade sobre esse ritmo. 

+ Manual de sobrevivência: Carnaval no Rio de Janeiro

Renascença Clube

O Rena, como é carinhosamente chamado, é um espaço de resistência, valorização e resgate da cultura afro. Situado no Andaraí, o clube surgiu para que as famílias negras tivessem um espaço para se reunir, já que na época (1951) o preconceito racial era muito forte. Tem uma vasta programação cultural com destaque para o Samba do Trabalhador, que acontece toda segunda-feira. 

Cacique de Ramos

É Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado do Rio de Janeiro e um dos mais importantes antros do samba carioca. Nos deu de presente artistas como Fundo de Quintal, Zeca Pagodinho, Beth Carvalho, entre outros. Se for lá, não deixe de tocar na Tamarineira. 

+ 5 aplicativos para ajudar você a se virar no Rio de Janeiro

Tour Carnaval Experiencie

Além da história do Carnaval, o tour também mostra a história do samba, ritmo criado no Rio de Janeiro, da importância da Tia Ciata, as primeiras músicas, e como chegamos no maior espetáculo da terra.  

Quadras da Portela e do Império Serrano 

As duas quadras ficam no bairro de Madureira e as duas escolas tem histórias pra lá de especiais. Tradicionais no Carnaval carioca, conhecê-las também é conhecer mais da cultura afro.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe: