Browsing Tag

Autoconhecimento

0 In Felicidade/ Mais recentes/ Para mulheres/ Viagens

4 motivos para continuar viajando sozinha mesmo namorando

Mulher sentada em um banco

Dia dos namorados, cheiro de romance no ar e porque não pensar por quais motivos podemos e devemos continuar viajando sozinha mesmo depois de começar a namorar? Poderia escrever sobre destinos para viajar em casal, mas resolvi seguir na contramão e continuar incentivando a mulherada (e os homens também!) a viajar mesmo estando em um relacionamento. Vamos conferir?

Você não nasceu grudada (o) com ninguém

Tem mulheres (e homens!) que começam a namorar e esquecem da vida social e dos amigos. Os motivos para isso são vários, mas creio que o maior seja a insegurança. Acham que se saírem vão dar motivo para briga ou o outro vai sair também. E qual o problema dele (a) sair também?

LEIA MAIS: 14 blogueiras incentivam garotas a deixarem o medo de lado e viajarem sozinhas

Dicas para planejar uma viagem sozinha

Lembre-se que você não nasceu grudada com ninguém! Desculpe a estupidez, mas se você não é uma gêmea siamesa, não tem motivo para ficar dependendo da companhia de outra pessoa para fazer as coisas, como viajar, por exemplo.

Demonstra confiança

Confiar em quem nos relacionamos é fundamental para um namoro/casamento dar certo. E quer prova maior de amor do que seu amado ficar tranquilo com o fato de você viajar sozinha e vice e versa? Se você está em um relacionamento assim, onde a confiança impera, levante as mãos para o céu e agradeça! Caso não, procure melhorar isso e se não der, corra! Ou melhor, pegue as malas e viaje! hehehe 

Mulher em frente as ruínas

Desbravando a Ilha de Marajó na minha própria companhia

Mantemos a individualidade

Namorar é bom demais! Mas, manter a individualidade é super importante. Você tem uma história antes do relacionamento (e ele também!), jamais se esqueça disso. Precisamos ter tempo para tudo, inclusive para nós mesmos. Às vezes é preciso nos reconectamos conosco, darmos um tempo do outro para voltarmos a sermos companhias ainda melhores. E uma viagem solo é uma oportunidade para se autoconectar. Seu relacionamento com certeza vai agradecer 😉

LEIA MAIS: Viajar sozinha é perigoso?’ | Por Elma Souza

Insegurança, falta de dinheiro e de tempo livre impedem que as brasileiras viajem mais, aponta pesquisa

Voltamos cheias de história para contar

Viajar sozinha é sinônimo de voltar cheia de história para contar. É um lugar que você conheceu e achou a cara dele, é uma foto que você precisa mostrar pro seu companheiro, ou uma comida exótica que experimentou e deseja compartilhar como foi esse fato. Não importa tanto o que você tem para contar, aqui o mais legal é o fato de compartilhar o que se aprendeu com quem se ama. Isso renova e traz um frescor pro relacionamento, que é necessário para enfrentar o que a rotina é capaz de minar.

Nesse Dia dos Namorados desejo que você que lê esse texto seja muito feliz independente de ter um relacionamento ou não. Que viaje muito independente do seu estado civil e que aproveite todas as chances que tem de se fazer feliz!

E aí, você tem motivos para continuar viajando mesmo estando em um relacionamento que não estão no texto acima? Deixa nos comentários!

**

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Felicidade

24 coisas que aprendi até os 24 anos

Vinte e quatro anos. Pode ser muito, pode não ser. Isso vai depender da forma como olhamos essa idade. Pode ser só um número. Pode representar o início, ou fim, de uma fase. Pode ser tudo. Pode não ser nada.

Entre ‘vaneios e devaneios’, compartilho com vocês, data em que completo 24 anos, o que aprendi nesse tempo de vida…
1 –  Pouco amor, não é amor.

2- Muito amor é tão ruim quanto o pouco amor.

3 – O melhor amor é o próprio.

4- Aprenda com os erros alheios e não os cometa. Erra menos quem observa, reflete e analisa.

5 – Toda relação é uma via de mão dupla. Isso vale para amores, amizades, relações familiares. Como esperar que o outro faça algo por você se você não faz a sua parte?

6 – Ou seja, faça sempre a sua parte.

7- Relação é construção.

8- Relação é procura.

9- Relação é confiança.

10- Nem todo mundo vai permanecer na sua vida para sempre.  Então, dê valor a quem merece. Aqueles que não merecem simplesmente não ficam.

11- Amar o que você faz e fazer o que você ama é a ‘fórmula mágica’ para o sucesso em longo prazo.

12- Quando estamos com raiva de alguém temos a tendência a tomar uma atitude para ferir o outro, sem nos darmos conta, muitas vezes, que essa atitude mais nos prejudica do que fere quem nos magoou. Então, antes de pensar em ferir alguém se pergunte: vou me prejudicar com isso? Se sim, não faça.

13 – E mesmo que você não se prejudique ferir alguém não vale a pena. A vingança nunca é plena, mata alma e envenena, já dizia o Chaves.

14- Idade não quer dizer maturidade.

15 – Antes de tentar mudar alguém, mude a si mesmo. O outro só muda se quiser. Já você pode gerir sua própria mudança.

16 – Preste atenção em seus pensamentos e para onde/ com quem/com que você gasta sua energia.

17- Ser bonzinho é tão ruim quanto ser egoísta.

18- Aprenda a se impor.

19- O medo tem duas consequências: te deixar alerta ou te paralisar. Você escolhe, mesmo que inconscientemente, qual opção seguir.

20- Enfrentar o medo foi decisivo para realizar os meus sonhos.

21- Ficar alegre quando tudo tá bem é fácil. Manter a alegria quando a vida fica difícil é que é foda e prova a sua capacidade de lidar com as mais diversas situações.

22- A opinião alheia é somente o que os outros pensam. O mais importante mesmo é o que você é.

23 – A dor é inevitável, o sofrimento opcional.

24- Busque o equilíbrio entre suas atitudes. Mas, na dúvida: Siga seu coração.

 

***

Se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Felicidade

Cinco frases budistas para refletir

A parte que mais gosto na filosofia Budista com certeza são os ensinamentos. Uma visão positiva de como levar a vida e que nos transmite muita tranquilidade e paz interior. Particularmente, acredito que nada no mundo exterior pode nos perturbar sem que deixemos. O fato pode não depender da gente para ter acontecido, mas a nossa reação perante as mais diversas situações somos nós, e somente nós, que decidimos.

E com base nesse pensamento, separei algumas frases budistas que gosto bastante e que sempre me fazem refletir sobre a minha forma de ver a vida.

‘A dor é inevitável, o sofrimento é opcional’

Com certeza essa é uma das minhas citações preferidas.  Não podemos evitar a dor. Ela faz parte da vida e sua “missão” é nos fazer evoluir como seres humanos, mesmo que no auge dela não tenhamos essa percepção. Agora ficar remoendo a dor e transforma-lá em sofrimento é totalmente opcional. Claro que todo mundo tem seu tempo de superação, mas todo cuidado é pouco, pois a linha entre dor e sofrimento é tênue. E se você ultrapassa-lá corre o risco de se autossabotar.

‘Bem farias em te examinares e refletires sobre a ti mesmo’

A reflexão é uma arma muito importante de transformação. Através dela conseguimos detectar o problema e pensar em possíveis soluções para ele. Além disso, é refletindo que aprendemos a nos conhecer, descobrimos nossos gostos e limites para assim nos relacionarmos melhor conosco e com os outros.

‘Não machuque os outros com o que te causa dor’

E por falar na relação com outras pessoas, essa para mim é a máxima. Não fazer com os outros o que você não gostaria que fizessem com você é a premissa para o início de qualquer boa relação. Dessa forma, o respeito e a compreensão prevalecem tornando a relação entre pais, filhos, amigos, etc em relacionamentos mais saudáveis.

‘Somos o que pensamos’

Com certeza nossos pensamentos tem poder. Se pensarmos de forma positiva, é natural que vejamos a vida com mais leveza. Se pensarmos de forma negativa, o contrário acontece. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo, por isso cuide bem dos seus e tenha mais qualidade de vida.

‘Só há um tempo em que é fundamental despertar. Esse tempo é agora’

O passado já passou. O futuro ainda virá. Portanto, o único momento em que você pode alterar é o agora. Claro que é importante revisar o passado e deixá-lo bem resolvido. Da mesma forma, que é legal se planejar para o futuro. Mas tudo isso pode e deve ser feito sem mágoas ou expectativas evitando assim sentimentos como raiva e frustração. Lembre-se: o que passou passou e o que virá pode ser ainda melhor se você se começar a mudar o seu agora.

 

Você tem algum ensinamento que gostaria de compartilhar com alguém? Me conte nos comentários.

 

***

 

Se você gostou deste conteúdo compartilhe nas redes sociais. 😉

 

Beijos,

Kari.