32 In Cidades Maravilhosas/ Paraty

Passeio no Alambique Engenho D’Ouro, em Paraty

Como contei para vocês neste post, um dos passeios que mais gostei de fazer em Paraty foi conhecer o Alambique Engenho D’ Ouro. Este passeio me fisgou por dois motivos: o guia do alambique explica como são produzidas as cachaças (ou seja, você ganha uma aula de como são produzidas as bebidas e uma aula de história ao mesmo tempo) e ainda pode experimentar as bebidas ao fim do passeio. Isso mesmo que você leu. 😉 Amantes de histórias, de cachaças ou dos dois, vão adorar conhecer o alambique.

Licores e cachaças expostos no alambique Engenho D'Ouro

Licores e cachaças expostos no alambique Engenho D’Ouro Foto: Divulgação

O alambique

Como falei acima, conhecer o Alambique Engenho D’Ouro é uma aula de história. Um mergulho não só na história da cachaça e também na do Brasil Colonial. O Engenho D’Ouro fica no bairro do Penha, na estrada Paraty-Cunha, bem próximo ao início do Caminho do Ouro (também conhecido como Estrada Real), criado no início do século XVIII para o escoamento do ouro de Minas Gerais através do porto paratiense.

Etapas da produção da cachaça Fotos: Divulgação

Etapas da produção da cachaça Fotos: Divulgação

 

E a história da cachaça e do Brasil colonial se cruzam, pois foi a partir desse fluxo comercial que a produção da bebida ganhou força. Para vocês terem uma ideia, de acordo com o Mapa da Cultura RJ, no ano de 1820 Paraty tinha 12 engenhos de açúcar e cerca de 150 alambiques. E por conta dessa tradição, o município acabou virando sinônimo de cachaça e foi  incluído no mapa de “Indicações Geográficas Brasileiras”, do Sebrae e do INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial), que atesta a procedência da aguardente com o selo “Cachaças de Paraty”.

Maaaas, voltando ao engenho D’Ouro…. o alambique começou com Francisco Carneiro dos Santos, conhecido na região como “Seu Chico” e que faleceu em 2009. Vindo de Cunha, no estado de São Paulo, Seu Chico começou a produzir a cachaça por prazer. E hoje, o que era brincadeira virou algo sério e o alambique é administrado por sua família.  Atualmente,  o alambique produz 10 mil litros da bebida por ano e recebeu o título de segunda melhor aguardente fluminense na categoria branca, no I Concurso de Cachaça do Rio de Janeiro, em 2012.

Além do alambique, o local também tem um restaurante e o bar da Marlene. O restaurante se tornou famoso por ter a melhor galinha caipira da região. Já o bar da Marlene é reconhecido pelos pastéis sempre sequinhos e fritos na hora.

Como aproveitar

A visita ao alambique custa R$ 5. Entretanto, pessoas até 15 anos não pagam.  O preço baratinho esconde toda a grandiosidade do local. Lá você aprende como a cachaça é produzida desde a moagem (processo de moer a cana de açúcar) até o envelhecimento da cachaça.

alambique_engenho_douro_kari_desbrava

Além disso, você vai descobrir que há vários tipos de cachaça. No Engenho D’Ouro são produzidas as cachaças Ouro, Prata, Jequitibá, Gabriela (minha preferida <3), Caramelada e Azuladinha (tradicional de Paraty). Confira a descrição de cada uma:

cachacas-_kari_desbrava

Foto: Reprodução Internet

 

Além das cachaças, no fim do passeio também é possível experimentar os licores e o Arac, uma bebida inspirada na antiga Pérsia e que é feita à base de anis.

Dica extra: Para deixar o passeio mais legal, vale conhecer a Cachoeira do Tobogã primeiro e depois almoçar no restaurante do Alambique e depois fazer a visita guiada e experimentar as bebidinhas. 😉

Esse passeio pode ser feito com a Eyà Paraty. Nosso guia foi o Alexsandro. Super atencioso, ele nos contou a história do local e nos levou até o alambique.

Como chegar

Alambique Engenho D’Ouro. Estrada Paraty-Cunha, Km 8, Penha Paraty / RJ, 23970-000, Brasil. Telefones: +55 (24) 98858-4212 ou +55 (24) 99832-7339

Realização de ….

A viagem a Paraty aconteceu graças aos patrocinadores e apoiadores deste ideia. Muito obrigada a: Paraty Convention & Visitors Bureau, responsável pela organização da viagem; Pousada Rumo dos Ventos; Restaurantes Punto Divino e Margarida Café; Adrenalina Mergulho; Teatro EspaçoParaty Tours; Associação de Jipeiros de Paraty

E aos parceiros que fizeram parte dos kits: Editora GloboPão de Mel da GemaChokolateria; Cereja DesignGate05Papel e Laço de FitaPati Costurinhas;  ViagemaLaços Gifts; Pulp Edições; SealBag Tilibra; Léa Foto e ArteClub de Viagens Moms Cia2GoVip Wash Spa Automotivo Boulevard Rio Shopping; e Cardume Print Shop .

Novamente, muito obrigada de coração as empresas que nos ajudaram a tornar esses sonho realidade! <3

paraty_parceiros_press_trip_kari_desbrava

*A press trip foi feita em parceria com a CVB de Paraty, entretanto, as opiniões expressadas aqui são fiéis a minha experiência. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



You Might Also Like

32 Comments

  • Reply
    Lilian Azevedo
    11/01/2017 at 08:37

    Adorei conhecer esse Alambique, a visita guiada apesar de pequena é muito bem explicada e mostra todos os aspectos fundamentais. A degustação deve ter sido muito boa ,eu não provei pois me dá uma enxaqueca horrível .ótimo post. beijocas

    • Karilayn Areias
      Reply
      Karilayn Areias
      11/01/2017 at 12:44

      Foi muito bacana mesmo, Lilian! Super explicadinho, né? :)

  • Reply
    Deivson
    13/01/2017 at 14:58

    Amei saber desse lugar. Acompanhar todo o processo de produção de perto deve ser bem legal.

    • Karilayn Areias
      Reply
      Karilayn Areias
      13/01/2017 at 15:27

      É muito legal mesmo Deivson! E eles explicam tudo bem detalhadinho. É um passeio barato e que vale a pena :)

  • Reply
    Amanda Saviano
    13/01/2017 at 20:11

    Adorei o post! Paraty é cheia de segredos, né? Bjs!!

  • Reply
    Fernanda - Blog Tá indo pra onde?
    13/01/2017 at 22:43

    Opa! Já vou encaminhar esse post pro meu tio que curte uma pinguinha!! hehehe (não é o meu caso rs). Mas que saudades de Paraty que bateu aqui!

  • Reply
    Ana Carolina Miranda
    14/01/2017 at 10:03

    Kari, adorei a dica. Quando for para Paraty, certamente irei descobrir como é feita a cachaça.

  • Reply
    Juliana Brandao
    14/01/2017 at 18:02

    Já fiz uma visita a um uma vez, mas não foi explicadinho como esse.
    Muito bom mesmo e o valor é quase irrisório com tanta história.
    Adorei!

    • Karilayn Areias
      Reply
      Karilayn Areias
      15/01/2017 at 22:32

      O valor é bem baratinho mesmo! E super vale a pena por todo conteúdo aprendido.

  • Reply
    Alessandra Maróstica de Freitas
    15/01/2017 at 10:41

    Adoro fazer passeios assim! Com certeza vou querer visitar este Alambique. Ótima dica! Bjss Ale

    • Karilayn Areias
      Reply
      Karilayn Areias
      15/01/2017 at 22:33

      Vai sim Ale! E depois volte e me conte se gostou. Bjs! ;*

  • Reply
    Deisy Rodrigues
    16/01/2017 at 00:02

    Super fiquei com vontade desse tour, Paraty cada vez mais subindo na minha lista de próximas viagens.

  • Reply
    Paula Abud
    16/01/2017 at 10:33

    Adoro visitar fábricas de bebidas, todo o processo é muito legal! Quando formos até a cidade já sei onde encontro uma fábrica de cachaça, adorei o post, obrigada pela dica!

  • Karilayn Areias
    Reply
    Karilayn Areias
    16/01/2017 at 12:34

    Que bom que gostou da dica Paula! Se for mesmo lá depois me diga o que achou :)

  • Reply
    Camila Lisbôa
    16/01/2017 at 23:13

    Cachaça caramelada é a melhor coisa :) Eu adoro e toda vez que vou pra paraty compro um montão :)

  • Reply
    Beneth Santana Torquato
    17/01/2017 at 11:24

    E eu que passei uma semana em Paraty e não tirei um dia sequer pra visitar os alambiques.. Pelo menos tenho um motivo pra voltar. haha

    • Karilayn Areias
      Reply
      Karilayn Areias
      19/01/2017 at 16:54

      Volte sim Beneth! E da próxima vez, não deixe de visitar os alambiques 😉

  • Reply
    Alexandra Pozes Joia de Souza
    01/02/2017 at 19:42

    Interessante esse alambique. Realmente um tour bem legal em Paraty

  • Reply
    Bárbara
    06/03/2017 at 11:55

    Que legal esse passeio. Pena que nós não conseguimos ir, mas é um bom motivo para voltar à Paraty rsrs. Adorei o post. bjs

  • Reply
    Mariana Bueno
    10/03/2017 at 09:27

    Adorei conhecer o alambique através do seu post, já que esse passeio não consegui fazer. Apesar de não gostar de cachaça, deve ser bem interessante poder ver de perto a produção.

  • Reply
    Flavia Zenke
    10/03/2017 at 12:24

    Não foi dessa vez que conhecemos. Adoro experimentar essas cachacinhas da terra.

  • Reply
    Marianne
    10/03/2017 at 12:34

    Adorei a visita ao Alambique! E ainda sai de lá carregada de biscoitinhos!!!

  • Reply
    Carla
    12/03/2017 at 14:37

    Adorei o vídeo…rs!
    Acho que todo mundo que vai visitar Paraty pela primeira vez, precisa fazer esse roteiro do Alambique e das cachoeiras. Fui há muitos anos e almocei no restaurante deles. Tenho uma lembrança divina desse dia!

    • Karilayn Areias
      Reply
      Karilayn Areias
      13/03/2017 at 15:25

      É um roteiro muito bacana mesmo! Tem conteúdo histórico, natureza, gastronomia. Tem para todos os gostos!

  • Reply
    Dayana
    22/03/2017 at 08:19

    Ahhh, esse passeio… meu marido me contou e fiquei na vontade! haha

  • Reply
    Amanda Trintim
    22/03/2017 at 09:38

    Ótimo post Kari! Infelizmente não fui ao Alambique, mas já estou doida para voltar e conhecer!

  • Reply
    Roberta Freitas
    27/03/2017 at 10:41

    Aaahhh, essas cachaças! <3 hahaha Imperdível a visita!

  • Leave a Reply

    Inline
    Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox
    Inline
    Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox