0 In Dicas de Viagem/ Trilhas

Dicas para conhecer a trilha da Pedra do Telégrafo

Pedra_do_telegrafo_kari_desbrava

Hey!

O post do #KariDesbrava de hoje vai dar dicas para aqueles que querem conhecer a Pedra do Telégrafo. O local ganhou fama após um boom de fotos postadas no Instagram em que os visitantes aparecem posando sorridentes à beira do precipício. Só que as imagens que tanto assustam mães e outros familiares tem seu segredo: o enquadramento das fotos. Mas, independente do joguete fotográfico, a vista de lá de cima recompensa o esforço da aventura que é subir até a pedra.

Kari Desbrava Pedra do Telégrafo

A montanha localizada em Barra de Guaratiba, na Zona Oeste, tem  354m. São 50 min de subida beeeeem íngreme, portanto aconselho que aqueles que não estão acostumados a se exercitarem comecem por uma trilha mais leve, como a do Morro da Urca. Porém, voltando para a da Pedra do Telégrafo, o início dela é de asfalto e depois você entra em mata fechada. Os visitantes tem a opção de cortarem 1/3 do caminho se subirem a parte do asfalto de mototáxi, que custa R$ 7.  Se tiver muito calor, uma dica é não descartar essa opção, rs.

Achei a trilha muito mal sinalizada talvez  pelo fato do local ter sido “descoberto” há pouco tempo. Fica a dica para os órgãos responsáveis melhorarem essa questão. Entretanto, como fui no fim de semana haviam muitas pessoas trilhando. Logo, não foi tão difícil assim nos localizarmos. Outro fato que me chamou muita a atenção foi a hospitalidade dos moradores. Sempre solícitos, nos ajudaram muito (eu e meus amigos hehehe) a achar o caminho correto. 

Trilha Pedra do Telégrafo

Uma das subidas para a Pedra do Telégrafo

Como chegar? 

Você pode ir tanto de carro quanto de BRT. Ir de carro é legal pela comodidade de ir no seu tempo já o BRT por não precisar ficar se preocupando onde estacionar. Como essa trilha está sendo muito procurada, achar uma vaga na rua não é das tarefas mais fáceis.

Aaah, e nem pense em estacionar em local proibido! Além de ser ilegal, um reboque fica passeando pelo local em busca de carros estacionados onde não podem. Achei um estacionamento em que paguei R$ 20 e ainda cortei caminho. ELE DAVA ACESSO A TRILHA! O/

Quanto ao percurso de ida, você pode ir pela Grajaú-Jacarepaguá/Linha Amarelha/Joá, seguir para a Estrada do Pontal, Estrada do Grumari e Estrada Velha da Barra de Guaratiba/Roberto Burle Marx. Indico usar o Google Maps para quem não conhece nada daquelas bandas.

O que levar?

Como é uma “descoberta recente”, o local não tem uma estrutura para receber turistas. Leve tudo o que você irá consumir e não esqueça de trazer seu lixo de volta!!! É legal cada pessoa levar uma garrafa de 2l de água, além de frutas, sanduíches naturais e chocolate.

A dica do chocolate é por causa do açúcar. Algumas pessoas podem sentir dor de cabeça, tontura e vontade de vomitar devido o esforço para subir a trilha. Parar um pouco, beber uma água e comer um pedaço de chocolate, pode te dar a energia necessária para chegar lá em cima.

Kari Desbrava - Pedra do Telégrafo 2

No mais, não esqueça do protetor solar, repelente, um chápeu, óculos escuros e de ir de tênis para sua própria segurança. Parece bobeira mais ainda tem pessoas que insistem em trilhar de chinelo. Como jogo no time do melhor prevenir do que remediar, não esqueça: vá de tênis.

A trilha e a recompensa

Depois de quase uma hora de subida (fizemos a trilha devagar, respeitando as limitações físicas de cada um já que éramos um grupo de quatro pessoas, e uma delas se sentiu mal no caminho. Por isso a dica do chocolate!) chegamos lá.

Kari Desbrava Pedra do Telegrafo 3

Antes da bendita pedra, tem outras duas que rendem fotos super bacanas. Quem não quer enfrentar um demorada fila para tirar fotos deve ir durante a semana. Aos fins de semana fica tão lotado que a espera pode passar de 2h. Eu, por exemplo, fiquei um hora esperando.

Mas a subida e toda espera é recompensada quando você olha aquela vista linda da Restinga da Marambaia e das praias de Grumari e Barra da Tijuca, até a Pedra da Gávea. Sem falar no sentimento de satisfação pessoal em ter concluído o trajeto, já que missão dada é missão cumprida.

A descida é mais tranquila. Só fique atenta para não escorregar nas pedras e se machucar. Também evite descer quando já tiver escurecendo. E para finalizar, você ainda pode pegar uma praia após a descida da Pedra do Telégrafo.

 

Se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais! 😉

 

Beijos,

Kari.

 



You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply

Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox
Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox