Browsing Category

Viagens

0 In Dicas/ Listas/ Viagens

8 formas de acumular milhas aéreas

Acumular milhas deve ser a missão de toda a pessoa que quer viajar mais. Através delas, é possível economizar uma boa grana e usar o dinheiro que seria destinado para as passagens aéreas para outras despesas da viagem.

Sem contar, que o valor das passagens são uma das grandes despesas, se não a maior, quando se pensa em viajar. Ouço muita gente falar que não viaja mais porque é caro. Então, que tal juntar milhas, comprar suas passagens com os pontos e fazer a viagem ser mais barata?

LEIA MAIS: Como economizar mais R$ 6 mil por ano e viajar mais!

Quer saber como? Confira:

Formas de acumular milhas:

1 – Cartão de crédito

O cartão de crédito pode ser o vilão do orçamento. Mas, se você souber utilizá-lo ele pode ser um grande ajudante nas suas viagens. Através das compras que você faz no cartão de créditoé possível  acumular pontos. Esses pontos podem ser transferidos para os programas das companhias aéreas e TCHANRAN: convertidos em passagens.

Todas as companhias oferecem programas de fidelidade. A dica é pesquisar e decidir o que mais te interessa. Os programas de fidelidade brasileiros são: Smiles, da Gol; Multiplus, da Latam; Amigo, da Avianca; e Tudo Azul, da Azul. 

2 – Com aplicativos de transporte

Se os apps de transporte vieram para facilitar a nossa vida, agora eles também nos ajudam a acumular milhas. É o caso do Uber, que te ajuda a pontuar no Smiles ou do Cabify que te ajuda com o Multiplus.

Ah, e se você for esperto pode acumular pontos duas vezes: pagando as corridas no cartão você acumula ponto através do aplicativo e no pagamento da fatura do cartão.

Aplicativos de transporte como o Uber passaram a pontuar em programas de fidelidade

LEIA MAIS: Como usar o Facebook para organizar a sua viagem
Porque e como comecei a viajar

3 – Assinatura de clubes de fidelidade

Falei acima que as cias aéreas oferecem programas de fidelidade. Além de você poder acumular milhas em diversas situações do dia a dia, também é possível assinar esses clubes e pontuar a quantia de pontos referente ao valor da assinatura.

Sou assinante do Clube Smiles da Gol e eles possuem uma promoção muito legal chamada “Milhas pra você e pra mim”. Nessa promoção, o assinante pode indicar até 10 pessoas por mês e ambos (o assinante e o indicado) ganham milhas. 🙂

Quer ganhar milhas? Me manda um e-mail para karidesbrava@gmail.com que lhe indico para o clube e ganhamos pontos juntos!

4 – Hospedagens

Diversos hotéis são parceiros dos programas de fidelidade. Para pontuar, confira a lista de parceiros no site do programa na qual faz parte ou pergunte na hora da reserva se o estabelecimento é parceiro de algum programa. Assim, você não desperdiça oportunidades de acumular milhas!

Procure saber se a hospedagem em que vai ficar é parceira de algum programa de fidelidade

5 – Fazendo exercícios

É isso mesmo que você leu! O aplicativo HeartBit oferece milhas para o Multiplus para aqueles que se exercitam com ele. Veja abaixo como funciona:

Agora dá até mais vontade de se movimentar né?

LEIA MAIS: Três dicas para comprar passagens aéreas mais baratas
Glossário do viajante: Entenda o significado de alguns termos

6 – Compras online

Também é possível pontuar comprando online. Essa é uma oportunidade de você ganhar milhas comprando algo que precisa. Para isso, visite as lojas parceiras do programa de fidelidade na qual você faz parte, compre e acumule milhas.

Multiplushttps://www.compreipontuei.com.br/

Smileshttps://www.shoppingsmiles.com.br/smiles/index.jsf?a=true

Tudo Azul – Não possui plataforma própria, mas possui parceria com a loja virtual Casas Bahia.

Amigo – Não possui plataforma própria, mas possui parceria com a loja virtual do Extra.

7 – Viajando de avião

Ao viajar de avião também é possível acumular mais milhas. É como se fosse um ciclo vicioso do bem. Quanto mais você viaja, mais milha tem para viajar. Para isso, cadastra-se no programa da cia aérea que você vai viajar e não perca a oportunidade de pontuar.

No caso de cias aéreas internacionais, verifique se tem alguma equivalência com o seu programa de fidelidade e transfira os pontos. Voando Delta, KLM e AirFrance, por exemplo, é possível pontuar no Smiles.

LEIA MAIS: Infográfico: 10 dicas de segurança para viajantes

Camiseta ajuda viajante a se comunicar em qualquer lugar do mundo

8 – Postos de combustíveis

Ao abastecer também é possível pontuar nos programas de fidelidade. Alguns dos programas existentes são o Km de Vantagens, do Ipiranga; Petrobras Premmia, dos postos Petrobras; e o da Shell, através do aplicativo Shell Box.

Neste caso, vale levar em consideração diversos fatores para saber se vale a pena acumular pontos dessa forma. Algumas das coisas que você deve se perguntar é: vale a pena trocar o posto onde abastece por um que faz parte da rede só para participar da promoção? No caso do programa da Ipiranga, é preciso levar em consideração também se o custo das transferências para o Multiplus, que são pagas, compensa. 

                                        Guarde este infográfico e não esqueça mais como acumular milhas!

 

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Ilha de Marajó/ Pará/ Viagens

Como chegar à Ilha de Marajó

Chegar em Marajó foi uma das coisas mais loucas que já fiz na vida. Digo isso, pois essa viagem para mim já foi um desafio e tanto por vários motivos. Entre eles o fato de não ter muita informação disponível sobre a Ilha, se formos compará-la com outros destinos, por exemplo, e o fato de ser uma mulher sozinha visitando Marajó. Mas, esse parte fica para outro post.

Voltando a parte de como chegar em Marajó… saí do Rio de Janeiro sem a menor ideia de como ir de Belém para lá. Dos poucos blogs que tinham ido a Marajó, em nenhum encontrei as exatas respostas para as minhas dúvidas! Por isso, esse post, para mim é um dos mais importantes para quem quer visitá-la.

Como chegar…

Pensar que tinha já tinha reservado um pousada me causava calafrios quando constatava que não sabia como faria para chegar em Marajó. Que seria de barco era até meio óbvio, mas onde comprava a passagem, quanto custava, quantas horas durava a viagem e se a embarcação era segura eram só algumas das perguntas que eu não fazia ideia de quais eram as respostas.

Quando cheguei em Belém achei que todo mundo saberia me responder isso, mas bateu um desespero quando vi que ninguém sabia me dizer exatamente como chegaria a Marajó.

Então, fui ao terminal hidroviário, que era a única informação que eu tinha sobre a viagem e comecei a perguntar para todo mundo onde poderia comprar a tal passagem. Até que achei o guichê da Tapajós Expresso.

Essa empresa, como o nome já diz, faz a travessia Belém X Marajó de forma mais rápida. Um viagem com a Tapajó Expresso durou cerca de 2h. Mas… não pense que tudo são flores. Apesar de rápido, como a lancha balança.

Se você não tem medo de balanço de barco, se sabe nadar ou se é uma pessoa destemida essa viagem será tranquila para você. Mas, se não se encaixa em algumas das opções acima, considere um outro destino, já que pelo o que me informei, todas as rotas até Marajó são, digamos, turbulentas.

Talvez o meu pânico tenha sido maior pelo fato de não saber nadar. Afinal, se a lanchar virasse, imaginava, teria que ser rápida em pegar um colete salva-vidas para tentar garantir minha sobrevivência. #dramaqueen

Guichê da Tapajós Expresso, no Terminal Hidroviário de Belém

Devaneios a parte, os horários para ir e volta de Marajó são limitados. Para ida, você só tem a opção das 9h da manhã. Já para a volta tem de 6h ou 9h. A passagem custou R$ 48, tanto a ida quanto a volta, isso em 2017.

Já no barco, bem na hora que a lancha balança horrores descobri, conversando com a passageira ao meu lado, que a viagem das 6h era mais tranquila. Às 9h, a maré está alta e como a lancha vai muito rápido, acaba balançando mais.

#FicaADica: Se quer fugir do balanço brusco da lancha opte pelo horário das 6h. Acordar cedo não vai te matar, vai por mim!

Uma das sensações mais felizes da minha vida foi ver que o porto de Soure e saber que dentro de instantes estaria em terra firme e segura. Para volta, fui esperta e tratei de comprar logo minha passagem das 6h, para garantir uma viagem mais tranquila.

Dito e feito, na volta consegui até dormi na lancha e entre um balanço e outro, desta vez mais ameno, conseguir até ver o sol nascer na Bacia de Marajó.

Ah, também existe outra opção para chegar em Marajó. Nesse caso, é preciso se deslocar até Icoaraci, distrito a 20 quilômetros de Belém. Essa é uma opção bacana para quem está de carro, já que dá para levá-lo na balsa.

Porto de Soure

Confira outros posts sobre o Pará:

Pará: diversidade cultural e riquezas do Norte do Brasil

Passeio de barco pela orla de Belém

O que fazer na Ilha de Marajó

Onde se hospedar na Ilha de Marajó

Passeio na Fazenda Bom Jesus, na Ilha de Marajó

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Brasil/ Minas Gerais/ Viagens

Inhotim: dicas do que conhecer

Bem pertinho de Belo Horizonte, a cerca de 1h30 de carro, está o Instituto Inhotim, um dos mais importantes acervos de arte contemporânea do Brasil e considerado o maior centro de arte ao ar livre da América Latina. Com muito verde e muita arte, é claro, é impossível sair de lá com a mesma visão de mundo. Digo isso, pois nosso passeio foi guiado pelo Junio Cesar, um jovem criado no Inhotim e que viu o Instituto se tornar o que ele é hoje.

O Inhotim é gigante e tem um quê meio megalomaníaco. Esses motivos por si só já pedem um guia para você não ficar perdido e acabar o passeio sem ver as principais obras. Porém, se você não entender muito de arte, reforço ainda mais a contratação do guia. Sem ele, é bem capaz que você saia de lá sem entender nada, perdendo assim a chance de compreender o significado de tudo aquilo. 

Continue Reading →

0 In Dicas/ Viagens

[VÍDEO]: Febre amarela e como ela afeta a vida do viajante

Algumas cidades brasileiras estão vivendo um surto, ou a eminência de um, de febre amarela. Por causa disso, uma campanha de vacinação foi iniciada em vários estados e a procura por imunização tem crescido. Mas como a febre amarela afeta a vida de quem viaja? Quais cuidados temos que ter antes de ir para um lugar em que a doença circula? Saiba essa e outras respostas assistindo o vídeo abaixo.

Após o vídeo, tem um FAQ com algumas perguntas e respostas que também podem lhe auxiliar.

Porque e quando devo tomar a vacina?

É preciso se vacinar se você está em uma área de risco da doença ou se vai viajar para uma. O ideal é tomar a vacina com até 10 dias de antecedência de uma viagem, já que o efeito de proteção começa a contar a partir do décimo dia após a vacinação.

Existe contra indicação?

Sim. A vacina é contra-indicada para crianças com menos de seis meses; para pessoas com alergia grave ao ovo; para pessoas com hipersensibilidade a algum dos componentes da vacina; para portadores de imunodeficiências; e pessoas em de tratamento com quimioterapia/ radioterapia.

Maiores de 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam crianças menores de seis meses e portadores de HIV precisam ser avaliadas e ter autorização médica para tomar a vacina.

Qual a diferença entre dose fracionada e dose integral?

A dose fracionada vale por oito anos.  Já a  dose integral vale para a vida inteira e é essa que a pessoa tem que tomar para poder embarcar para viagens internacionais.

Para que serve o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP)?

O certificado é o documento que comprova que você de fato se vacinou contra a febre amarela ou outras doenças.

Em que casos devo apresentar o certificado de vacinação contra febre amarela?

Em viagens internacionais para países que exigem a apresentação do cartão. Consulte aqui se o destino para onde você vai tem essa exigência.

Como emitir o cartão de vacinação?

Para emitir o CIPV é  preciso ir a um posto habilitado da Anvisa e apresentar a documentação necessária que é: carteira de identidade, passaporte ou outro documento oficial com foto, ou certidão de nascimento para menor de idade; comprovante de vacinação preenchido corretamente, caso a vacina tenha sido aplicada em outra data e local. Confira aqui os endereços dos postos.

Se eu não posso tomar a vacina e preciso viajar, o que devo fazer?

É preciso tirar um atestado médico, escrito em inglês ou francês, que comprove que você não pode receber a vacina. A anvisa tem um modelo de formulário para estes casos. Confira aqui.

O macaco transmite a febre amarela?

Não. O transmissor da febre amarela é o mosquito. O macaco é tão vítima da doença quanto nós, humanos. Um macaco doente serve como alerta para nós de que a doença está circulando em áreas próximas a gente. Se você vê um macaco com comportamento atípico (movimentos lentos, destacado do grupo) acione a Vigilância Sanitária do seu município para que o animal seja localizado e estudado. 

Se você mora no estado do Rio, pode entrar em contato com as secretarias de Saúde do município ou do estado através do telefone (21) 98596-6553 ou e-mail: notifica@saude.rj.gov.br

Vale lembrar, que matar macacos é crime ambiental! Além disso, ao matá-lo você está desequilibrando o ecossistema.

 

*As indicações deste post foram tiradas do site da Anvisa e da FioCruz
.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Brasil/ Rio Grande do Sul/ Viagens

Review Solar 63 | Dica de hospedagem em Porto Alegre

Sempre que a gente busca uma hospedagem tentamos reunir alguns quesitos para uma melhor experiência de viagem. No meu caso, busco com frequência juntar uma boa localização, limpeza, café da manhã incluso e uma diária barata. Pode parecer impossível conseguir reunir isso em um lugar só, mas com uma boa pesquisa antes de viajar é possível encontrar sim!

E nessas minhas buscas pela web por hospedagem em Porto Alegre encontrei o hostel Solar 63, que me pareceu reunir todas esses quesitos. Me hospedei lá durante minha viagem para Poa e vou contar para vocês o que achei do local.

Reserve sua hospedagem através do KariDesbrava e ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso 😉

A hospedagem

Sobre os fatores positivos do Solar 63 destaco principalmente a boa localização. Perto de muitos bares e restaurantes e do Parque Farroupilha, o hostel é muito bem localizado. Na mesma rua do hostel, por exemplo, tem um lugar que vende vários sabores de pastel. Na esquina, mais restaurantes. Se andar mais um pouquinho, tem mais lugar para comer. Achei isso maravilhoso porque amo ter opções! 

Destaco também a educação e receptividade do funcionário Javier, que havia sido hóspede do hostel e voltou para trabalhar lá de tanto que gostou do local.

Já como ponto regular, cito o café da manhã que é bem simples. Composto por pão e manteiga, café, leite e outras frutas. Geralmente, por ter um diária barata, os hostels tem um café da manhã simples mesmo. Mas, o do Solar 63 achei ainda mais simples. Se você é daqueles que ama um café da manhã recomendo passar em um supermercado e complementar essa refeição.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Viagens

Cataratas do Iguaçu é eleita um dos melhores destinos de 2018

As Cataratas do Iguaçu entraram para a lista dos 18 melhores destinos do mundo para serem visitados em 2018. O ranking foi feito pelo Guia de Viagem da Forbes, a mais antiga revista de negócios dos Estados Unidos.

Segundo a publicação, as cataratas são um “deslumbrante Patrimônio Mundial da UNESCO”, além de ser considerado popular entre os visitantes argentinos. Entretanto, a revista também afirma que “o enorme fluxo de água também está começando a despertar o interesse de outros turistas internacionais”.

Em 2017, cerca de 1,8 milhão de pessoas visitaram o Parque Nacional do Iguaçu. Os números foram apresentados pelo grupo responsável pelo local, que afirmou que esta é a maior visitação já registrada na unidade de conservação. Os brasileiros lideram o ranking com 992.038 visitas. Na sequência dos países com mais representatividade vem, pela ordem, Argentina, Paraguai, França, Alemanha, Estados Unidos, Espanha, Uruguai, Inglaterra, China e Peru.

O Brasil é considerado o país mais rico em ecossistemas do planeta e o de maior variedade de flora e fauna pelo Fórum Econômico Mundial, que o aponta como o de maior potencial natural para desenvolver o turismo entre 140 nações.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Dicas/ Viagens/ Vídeos

[VÍDEO]: ID Jovem – Dicas, quem tem direito e como aproveitar o benefício

O ID Jovem é um programa do Governo Federal, que entre alguns benefícios, dá direito a viagens gratuitas ou pela metade do preço para ônibus interestaduais. Você já pensou em usar o programa para conhecer novos lugares e ter acesso a novas culturas? Para explicar para gente como funciona essa iniciativa, conversei com a estudante de jornalismo, Luana Benedito, que é beneficiada pelo programa e nos explica quem tem direito e como melhor aproveitá-lo.

Então resumidamente:

A Identidade Jovem, ou ID Jovem, é um programa do governo Federal que concede alguns benefícios para pessoas que estão dentro dos quesitos exigidos.

Quem tem direito ao ID Jovem?

Brasileiros de 15 a 29 anos, cadastrados no Cadastro Único e com renda de até dois salários mínimos.

Como usar o benefício? 

O ID Jovem dá direito a meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos e também a vagas gratuitas ou com desconto no sistema de transporte coletivo interestadual.

Como emitir o benefício?

O cartão é virtual e deverá ser apresentado nos estabelecimentos na tela do seu smartphone ou impresso pela página da internet.

Para emitir pela internet basta acessar o site da ID Jovem, preencher os dados que forem solicitados e gerar o seu cartão. Neste caso será preciso imprimir o cartão.

Você também pode emitir o ID Jovem pelo aplicativo. Para isso, basta fazer o download do APP da ID Jovem, preencher os dados cadastrais solicitados e gerar o cartão virtual. Não é necessário imprimir, apenas apresente a imagem do cartão dentro da validade na tela de seu celular no momento da aquisição do bilhete ou ingresso acompanhada de documento oficial com foto.

Por quanto tempo vale o ID Jovem?

A ID Jovem tem validade de 180 dias. Após esse período é necessário revalidar o documento em nova consulta no App ou no site.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Brasil/ Viagens

Mirante das Mangabeiras: a melhor vista de Belo Horizonte

A vista mais linda de Belo Horizonte você vai encontrar no Mirante das Mangabeiras. É com propriedade de causa que digo isso. Durante minha visita ao mirante, não teve como não me encantar com tamanha beleza. Visitei o mirante durante o ERBBV e foi uma surpresa muito agradável e um dos passeios que mais gostei. Os motivos para ter entrado para lista dos meus passeios preferidos em Belo Horizonte é fácil: é bonito, bem conservado, sem falar no contato com a natureza, que é uma coisa que gosto bastante.

LEIA MAIS: Review: Hotel Ibis, em Belo Horizonte   

 

O local é considerado área de preservação ambiental e está localizado no bairro das Mangabeiras, logo atrás do Palácio do Governador. Com dois decks de madeira instalados, o mirante proporciona aos visitantes uma linda visão panorâmica da cidade e do Parque das Mangabeiras.

LEIA MAIS: Quanto custa viajar para Belo Horizonte? 

Achei um ótimo lugar para passear com a família, fazer piqueniques, realizar ensaios fotográficos, ou somente descansar e aproveitar a paisagem.  Mas, atenção, para chegar no Mirante é preciso subir uma ladeira. Logo, veja a possibilidade de ir de carro, caso não seja muito adepto a atividades físicas.

De resto, é aproveitar o lugar e curtir aquele vistão todo 🙂

Serviço: Rua Pedro José Pardo, 1000 – Mangabeiras. De terça a domingo, das 9h às 17h. Telefone: (31) 3277-8275 | (31) 3277-7784.

***
Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Paraná/ Viagens

O que fazer em um fim de semana em Curitiba

Curitiba é um destino que com certeza vale a pena conhecer. Seja pelo clima mais ameno, pela educação dos curitibanos, pelos parques ou pelo bares… cada quesito é uma atração à parte. Pensando nisso, elaborei este roteiro com dicas do que vale visitar na capital do Paraná.

Ah, as dicas abaixo foram selecionadas com base na minha experiência na cidade. Espero que gostem das indicações 😉

Você sabia que pode reservar sua hospedagem através do Kari Desbrava? Somos afiliados do Booking.com 🙂 Fazendo sua reserva através do blog você me ajuda a continuar produzindo conteúdo de qualidade e não paga nada a mais por isso

– Parque Tanguá

Simplesmente o lugar mais lindo da cidade. Bem cuidado, limpo e com uma natureza exuberante. 

 

– Parque Barigui

Pelo que percebi é onde os curitibanos aproveitam para se exercitar e encontrar com a galera. Além, é claro, de passear com a família e animais de estimação. Vale levar umas coisinhas e fazer um piquenique. 

 

LEIA MAIS: O que você deve saber sobre o Airbnb

– Tour comida de boteco

Sou fã de um boteco e fiquei super feliz quando descobri que em Curitiba tinha esse tipo de passeio. O tour é organizado pela Carol Moreno, do blog Mochilão Trips, e basicamente você visita diversos bares, bebe, conhece gente nova e se diverte muito. Contei mais sobre essa experiência nesse post aqui

– Jardim Botânico

É um dos principais pontos turísticos da capital paranaense e o primeiro que visitei durante minha viagem a cidade. Destaco como ponto alto da visita o estufa de ferro e vidro, que foi inspirada no Palácio de Cristal de Londres, e o Jardim de Sensações. 

 

 

Serviço: Rua Eng°. Ostoja Roguski, s/n°. – Jardim Botânico. Horário: das 06h00 às 20h00 durante o horário de verão. E das 06h00 às 19h30 durante o horário de inverno.

– Ópera de Arame

A construção também é um dos símbolos de Curitiba. Lá funciona como uma espécie de casa de espetáculos com capacidade para 1.572 espectadores. Faz parte do Parque das Pedreiras. 

 

Serviço: R. João Gava, 970 – Abranches. De terça a domingo, das 8h às 18h.

– Experimentar Licor de Merda  

Ao sair da Ópera de Arame encontrei um bar que vendia Licor de Merda. O nome claro me chamou atenção e fui lá experimentar. Neste post aqui contei para vocês como foi essa experiência.

– Feirinha do Largo da Ordem

É uma feirinha, estilo a Feira do Lavradio, no Rio de Janeiro. Tem gente bonita, bibelôs para comprar e muitos bares abertos. Acontece todo domingo, das 9 às 14h. 

Serviço: Setor Histórico – Rua São Francisco X Rua Mateus Leme X Largo da Ordem X Rua Claudino dos Santos X Rua Kellers.

– Bar do Alemão

Um dos bares mais famosos da cidade. Fica no Largo da Ordem. Uma boa pedida é ir na feirinha e terminar o passeio no Alemão. Experimente o chopp submarino: uma dose de steinhäger na caneca do chope. De quebra, você ainda pode levar a caneca pequeninha de lembrança. 

 

Serviço: Rua Dr. Claudino dos Santos, 63. Aberto diariamente das 11h da manhã às 2h da madrugada. Inclusive aos domingos e feriados.

– Museu do Olho

O Museu Oscar Niemeyer, também conhecido como Museu do Olho, é uma obra de arte em si. Vale a visita pela sua beleza e grandiosidade. 

 

– Torre da Oi

A torre da Oi permite ver a cidade de Curitiba lá do alto, com uma visão de 360°. São 109,5 metros de altura e uma vista de cair o queixo. 

 

Serviço: Rua Professor Lycio Grein Castro Vellozo, 191, Mercês. Aberto de terça a domingo e feriados, das 10h às 19h. *Venda de ingressos até as 18h30.

– Bar de E-sports 

Quem gosta de bar e vídeogames precisa conhecer o Coooldonw. O espaço reúne diversas atividades para os fãs de E-Sports.

– Arena da Baixada  

Conhecer a Arena é um passeio e tanto para os amantes de futebol. Mas, até aqueles que não são muito ligados ao esporte se divertem no tour. Contei para vocês mais sobre esse experiência nesse post aqui.

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Dicas/ Viagens

Como economizar mais R$ 6 mil por ano e viajar mais!

Existem várias formas de se economizar para conseguir viajar mais. Mas, se engana quem acha que para juntar essa grana é preciso fazer grandes cortes no orçamento. Na grande maioria dos casos, uma pequena mudança de hábito já faz grande diferença e já te permite juntar uma boa quantia.

Leia mais:4 atitudes para não se endividar com as viagens de fim de ano

E hoje vou falar sobre uma pesquisa da Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalho (Assert) e Instituto Datafolha que mostrou que um grande vilão das nossas finanças é comer fora de casa. Segundo a pesquisa, publicada em agosto de 2017,  o trabalhador gasta, em média, R$36,94 por dia para se alimentar na rua no Rio. Já a média nacional está em R$32,94.

Ou seja se você optar por levar comida de casa, pode conseguir economizar cerca de R$ 540 por mês. O que em um ano, sem as férias, resulta em uma economia de mais de R$ 6 mil (R$ 6.480 para ser mais exata). Porrannnn!! Imagina quantos destinos você não consegue conhecer com essa quantia? Sem falar, que é muito mais saudável levar comida de casa né?

Por onde começar…

Desde que inventaram o Google, nossa vida ficou muito mais fácil. Se você não saber cozinhar, basta buscar por tutorias no Youtube e nas “internetê” da vida que você encontra várias informações que te ajudam a iniciar nessa aventura que pode ser uma cozinha.

Mas, se você gosta de referências… vou te ajudar com as que uso para conseguir economizar e ainda comer bem 🙂

LEIA MAIS: 7 dicas que você deve seguir se quiser viajar mais  

– Blogs sobre marmitas

Blogs são uma ótima referência para diversos assuntos. E no ramo da gastronomia não é diferente. Um blog que me ajuda muito a como levar marmita para o trabalho, além de ter me ensinado como conservar a comida e como me planejar melhor foi o Minha Marmita Tem.

– Aplicativos de receitas

No meu celular tenho dois aplicativos de receitas: o TudoGostoso e o Receitas Light. Ambos me ajudam a ter mais criatividade e variar na cozinha. Assim, não preciso comer a mesma coisa todo santo dia. 

– Canais de culinária no Youtube

O Youtube é uma ótima fonte de pesquisa e inspiração (aproveita e se inscreve lá no canal vai!). Com as imagens, fica muito mais fácil transformar um prato em realidade. Os canais que gosto de acompanhar são: Ana Maria Brogui, Receitas de Minuto, Master Chef Brasil e Tastemade Brasil.

LEIA MAIS: Dicas para planejar uma viagem sozinha

– ‘Marmitas e Merendas’, no GNT

O canal da TV paga, GNT, exibe um programa muito legal sobre o universo das marmitas. O “Marmitas e Merendas” pode ser mais uma fonte de inspiração para quem quer começar a levara comida de casa, mas não sabe por onde começar.

Agora me conta. Qual é a sua maior dificuldade quanto o assunto é economizar para viajar?

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars