Browsing Category

Passeios

2 In O que fazer no Rio/ Passeios/ Recentes

AquaRio tem tudo para ser a nova sensação do RJ

aquario_kari_desbrava

Heeeeey!

Contei para vocês no Instagram (se ainda não me segue, me procura lá @karidesbrava) que fui conhecer o AquaRio. Calma, calma! Ele ainda não inaugurou. A abertura oficial para o grande público será no dia 9 de novembro. 

Galeria: AquaRio é inaugurado

Kari como você foi lá? Explico: Veículos de imprensa e blogueiros de viagens foram convidados para conhecer como está ficando esse novo cantinho da cidade e mostrar a você, leitor, tudo o que vem por aí. Vamos lá saber como está ficando? Simbora!

aquario_kari_desbrava_1

O espaço ainda está passando por alguns ajustes, mas já tá incrível. Logo na entrada você é recepcionado por um esqueleto de uma baleia jubarte (não, não é um dinossauro, hahahah). A tal baleia morreu ao ser atropelada por um navio que encalhou na Prainha, aqui no Rio de Janeiro, em 2014 e sua colocação na entrada, ao meu ver, é uma forma de homenageá-la.

A visita foi guiada e visitamos os três andares do local.  Vi peixinhos, cavalo-marinho, tubarão, arraias e outros bichos do mar de fascinar. Fiquei umas duras horas lá dentro, encantada com o que vi e com a certeza de que a natureza é bela mexxxxxmo.

baleia_aquario_kari_desbrava

Esqueleto de baleia jubarte recepciona visitantes do AquaRio

 

Quando for inaugurado, o visitante pode ficar até o horário de fechamento do estabelecimento. Ou seja, se você quiser entrar assim que abrir e ficar até fechar será com você mesmo. Além disso, aos poucos serão ofertadas para o grande público um série de atividades. Uma delas, que achei super interessante, foi poder dormir no aquário. A atividade é para crianças a partir de 6 anos de idade acompanhadas de pelo menos um dos responsáveis.

Também terá mergulho no tanque oceânico e visita aos bastidores, para entendermos com é feito o trato deste animais e o funcionamento do aquário em geral. O AquaRio abrigará ainda o Museu do Surf e o Museu de Ciência, além de exposições temporárias. É muita atração legal para um local só minha gente!

1475259460818646

As zilhares de espécies e cores do AquaRio

 

A entrada do AquaRio

Fachada do AquaRio

img_2446

img_2462

img_2494

img_2503

img_2535

img_2580

Aquário Grande Tanque Oceânico: Uma das sensações

Como chegar

A melhor forma de se chegar no AquaRio é de transporte público. Por isso dê preferência para este tipo de locomoção e deixe o carro em casa.

VLT

Para chegar usando o novo VLT do Rio de Janeiro, pegue a linha 1 no sentido Rodoviária / Praia Formosa e salte na estação Utopia AquaRio;

METRÔ

Usando as linhas 1 e 2, salte na estação Uruguaiana, na Avenida Presidente Vargas. Depois, caminhe pela Avenida Rio Branco até a Praça Mauá e siga pela Orla Conde (Boulevard Olímpico) até o AquaRio; Ou pegue o VLT em alguma estação da Rio Branco e desça na estação Utopia AquaRio;

BICICLETA

O AquaRio terá um bicicletário, além disso, em frente ao prédio existe uma estação BikeRio;

CARRO E MOTOS

Estacionamento exclusivo para visitantes que funcionará no modelo de vallets; Entrada do estacionamento pela via de serviço ao lado da praça Muhammad Ali;

Ingressos

Abaixo segue a tabela de preços com os valores da entrada do AquaRio. Haverá a possibilidade de comprar um passaporte anual individual ou familiar. Neste caso, o passaporte custa R$180 e R$360, respectivamente.

As vantagens de se ter um passaporte anual são: visitas ilimitadas ao AquaRio com entradas expressas e exclusivas, reserva de vagas para atividades adicionais, desconto de 10% nas lojas, quiosques e estacionamento, acesso ao aquário meia hora antes do público, desconto de 10% nas atividades adicionais e 5% destinado a pesquisa científica. Para mais informações sobre o passaporte anual clique aqui.

ingresso_aquario_kari_desbrava

*Imagem retirada do site do AquaRio

O que achou do AquaRio? Me conta nos comentários!

***

Se você gostou deste conteúdo compartilhe nas redes socias. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars

 



0 In Passeios/ Recentes

Ladeira do Castro: Uma galeria a céu aberto em plena Lapa

ladeira-do-castro_kari_desbrava

Uma ladeira colorida e que chama atenção em meio aos caos da Lapa. É assim que conheci a Ladeira do Castro, uma ruela que liga Santa Teresa a Rua do Riachuelo. Na verdade, o mesmo personagem (o Barbudinho) grafitado em todos os cantos possíveis deste bairro boêmio é que me fizeram olhar para ela.

ladeira_do_castro_entrevista_kari_desbrava

Painel do Cazé na Ladeira do Castro Foto: Reprodução/Facebook

Lá estava ele, o Barbudinho, de novo desenhado em um dos muros da Ladeira do Castro. Aí reparei que tinha outro grafiti. E outro. E outro. E vários. Curiosa que sou, fui pesquisar quem era o criador do Barbudinho e aí descobri um maravilhoso trabalho: o da revitalização daquela ladeira esquecida em pleno centro do Rio.

Tal trabalho me fez entrevistar o Fernando Sawaya, ou melhor o  Cazé, criador do personagem Barbudinho e de tantos outros grafites espalhados por aí. Com vocês, um pouquinho dessa arte (que amo <3), da história do Cazé e claro, da Ladeira do Castro.

Kari: Seu trabalho me chamou atenção por estar em muitos muros da Lapa e pelo personagem, conhecido como Barbudinho. O que te inspirou a criar o Barbudinho? É um autorretrato?

Cazé: O Barbudinho surgiu da vontade de apresentar um personagem que fugisse dos padrões estéticos. Começou com um traço bruto, sem olhos e boca. Depois passou a ter expressões faciais. Hoje em dia o personagem é bem parecido comigo. Quase um autorretrato. Porém, não foi proposital. Nunca pensei em fazer um autorretrato, simplesmente nasceu esse personagem. 

Como você começou a grafitar na Lapa? Sempre passo por aqui e vejo seus desenhos nos muros… 

Moro na região Centro-Lapa fazem 5 anos. Desde então vem colorindo os muros da região. 

O seu trabalho na Ladeira do Castro é muito bonito. Como surgiu a ideia de começá-lo? Você se inspirou no Beco do Batman, em São Paulo, para criá-lo? 

O projeto começou em novembro de 2015. Estava pintando o meu primeiro painel de grafite na Ladeira do Castro quando percebi o grande potencial do lugar em se tornar uma Galeria de Arte a Céu Aberto. Logo, foi neste dia que idealizei o projeto que possui o mesmo nome da rua: Ladeira do Castro. Junto com a minha sócia, Luciana Vasconcellos, construí o projeto.

ladeira_do_castro_kari_desbrava

Alguns dos grafittes feitos por diversos artistas na Ladeira do Castro Fotos: Karilayn Areias

A Ladeira do Castro é uma rua estreita que liga Santa Teresa ao Centro do Rio de Janeiro, bem próxima à Lapa. Parece que ela está escondida entre esses bairros, com a sua estrutura antiga de paralelepípedos, é difícil imaginar a distância que ela percorre. Ela é transversal a rua Riachuelo e termina no Largo dos Guimarães. No meio da ladeira podemos observar o relógio da Central do Brasil.

Atualmente há mais de 70% de muros ocupados por intervenções artísticas – grafites, colagens, painéis de pastilhas cerâmicas, crochê, renda.

O Beco do Batman é uma referência muito conhecida no Brasil, sendo comum as pessoas associarem a Ladeira do Castro ao Beco do Batman. Porém, existem outras galerias de arte a céu aberto no cenário brasileiro. A arte urbana é uma arte democrática presente no espaço público, logo, é natural a construção espontânea de galerias de arte a céu aberto.

Há manutenção dos desenhos? Com que frequência? 

As intervenções artísticas na Ladeira do Castro ainda não tiveram manutenção porque o projeto é recente. A proposta do projeto é que haja constante renovação das intervenções artísticas.

Como você iniciou no graffiti

Amo arte desde pequeno. Comecei desenhando quando criança. Na adolescência descobri o grafite e a cada dia quero aprender mais tipos de arte. Sou um artista versátil… Domina as áreas de grafite, pintura a óleo, ilustração e motion design. Grafito há mais de 15 anos e trabalho como ilustrador há 5.

caze_entrevista_kari_desbrava

Cazé na exposição Som da Lata, na Galeria Upoint, no Beco da Codorna, em Goiânia Foto: Ricardo Pereira/Reprodução Facebook

De lá pra cá, já tive minhas artes exibidas em 11 exposições. Mais recentemente realizei a exposição “Som da Lata” em Goiânia; Também idealizei e produzi a exposição “Onde Leva a Rua”, no Rio de Janeiro além da curadoria e produção da exposição “Mini Graffiti”, no Rio de Janeiro.

Dos graffitis que já criou tem algum que seja seu xodó? Qual?

Gostou muito do mural feito no Beco das Artes, Ilha da Gigoia.

barbudinho_caze_entrevista_kari_desbrava

Grafite feito no Beco das Artes, na Ilha da Gigóia

Como a arte urbana modifica as cidades?

Acredito que a cultura e a educação são dois pilares importantes para o desenvolvimento de uma cidade.

Por trabalhar na rua você deve ter contato com variados tipos de pessoas.  Já teve alguma experiência curiosa?

A abordagem das pessoas é muito positiva. Busco sempre evoluir como pessoa e como artista. Então, tenho um interesse grande em dialogar com as pessoas, em ouvi-las, aprender com todos a minha volta. Gosto de me relacionar com todo mundo.

Um experiência curiosa foi quando estava pintando na Tijuca e ganhei uma caixa de bombom de uma moradora idosa, 20 reais de uma pessoa que passou em frente ao graffiti e uma garrafa de água de um dono do bar próximo. Tudo no mesmo dia.

Qual o seu desejo para o Rio de Janeiro?

Desejo incentivo à cultura e à educação, pois só assim uma cidade deixa de ser partida.

 

Se você quiser acompanhar o trabalho do Cazé pode seguir ele nas redes sociais:

Facebook Cazé: https://www.facebook.com/cazearte/?fref=ts

Facebook Ladeira do Castro: https://www.facebook.com/ladeiradocastro/

Instagram Cazé: https://www.instagram.com/cazearte/?hl=pt-br

Como chegar

Você pode conferir os grafites da Ladeira do Castro por dois caminhos: da Rua do Riachuelo subindo a ladeira ou da Rua Mirante Alexandrino descendo a ladeira.

Leve sua câmera para fotos. E claro, devido a violência do Rio, fique atento com seu equipamento fotográfico. Caso não ache o local seguro, evite andar com ele exposto.

Vocês já conheciam a Ladeira do Castro? Gostaram da entrevista? Me conta nos comentários!

***

Se você gostou deste conteúdo compartilhe nas redes socias. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars

 



0 In O que fazer no Rio/ Passeios/ Recentes

Grumari: Um paraíso na cidade do Rio de Janeiro

grumari_kari_desbrava

Fala desbravadores!

A dica de hoje vai ser sobre a praia de Grumari :) Essa praia fica na Zona Oeste do Rio e é considerada ‘selvagem’, já que lá não tem a mesma aglomeração que as praias da Zona Sul. Pra mim, Grumari =  Beleza + Tranquilidade. Siiiiiiiim, muita beleza. Siiiiim, muita tranquilidade.

LEIA MAIS: Desbravando a Praia da Joatinga

10 razões para amar o Rio de Janeiro

grumari_kari_desbrava_6

Como chegar

Ir até lá só é possível de carro. Se você precisar alugar um carro para ir até Grumari reserve através do blog clicando neste link. O #KariDesbrava é parceiro da RentsCars, o maior portal de locação de veículos da América Latina. Assim, você aluga o carro e ainda ajuda o blog a continuar produzindo conteúdo de qualidade sem pagar nada a mais por isso. 😉

Chegar lá não é difícil. Bastar seguir pela Avenida Lúcio Costa até o final, seguir pela Estrada do Pontal e pegar a Avenida Estado da Guanabara até a praia. Também é possível ir pela Avenida das Américas. Se tiver dúvidas do percurso utilize o Google Maps ou o Waze ou mesmo pare em um posto e pergunte. Assim, não tem erro!


Super aconselho a levar um isopor com bebidas e comidas. Desse jeito você curte a vista sem precisar colocar tanto a mão no bolso. Se você é daqueles desprevenidos ou não gosta de levar peso para praia, em Grumari há bastante opção de ambulantes, mas por incrível que pareça só vi UM vendendo água. Ou seja, confiar que essas praias mais distantes tenham uma infraestrutura é praticamente furada. Então, se serve de conselho, sempre leve o que acha que vai precisar. 

grumari_kari_desbrava_2

grumari_kari_desbrava_5

grumari_kari_desbrrava_3

grumari_kari_desbrava_4

Sobre estacionamento há muitas vagas. Eu fui em um domingo e cheguei às 10h e encontrei vaga sem estresse. Entretanto, aconselho chegar cedo, pois depois lota e achar uma vaguinha fica praticamente impossível. E ninguém merece chegar em Grumari e não poder desfrutar de lá só porque não tinha lugar pra estacionar, não é mesmo?

Além disso, a praia também não tem chuveirinho. É você, o sol e o mar. Portanto, não esqueça de levar o protetor solar, óculos escuros, cadeira de praia e seu guarda-sol, se quiser economizar. De resto, leve sua câmera fotográfica e animação e curta toda tranquilidade e paz que Grumari pode te dar.

LEIA MAIS: As melhores fotos do Instagram com a hashtag #KariDesbrava #2

E você qual praia do Rio mais gosta de ir? Tem alguma experiência com Grumari ou outra praia selvagem? Me conta nos comentários!

***

Se você gostou deste conteúdo compartilhe nas redes socias. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars

 



0 In Passeios/ Recentes

Dia dos Pais: Lugares legais para passear com o seu

fog-79456_1280

O dia dos pais tá chegando e começamos a pensar o que fazer com o nosso querido pai nesta data. Para facilitar a vida daqueles que ainda estão em dúvida da onde levar o pai para passear aí vão cinco dicas. Tem para pai aventureiro, culto, estiloso… Enfim, para todos os tipos de pais. Saca só!

1 – Bar da Laje

O Bar da Laje fica no Morro do Vidigal e além da vista sensacional tem um comida bem boa. Lá também tem rodas de samba. Se seu pai curte uma vista linda e um sambinha lá é um bom lugar para conhecer. Para ler como foi minha visita clica neste post.

2- Centro de visitantes das Paineiras

Próximo ao Cristo Redentor e das Paineiras, o Centro de Visitantes Paineiras foi inaugurado recentemente. Localizado no antigo Hotel Paineiras, a área ganhou uma loja, restaurantes e uma exposição sobre o Parque Nacional da Tijuca.  Neste post contei como ficou o local.

13839879_1130812486981877_1155846258_o

Loja do Centro de Visitantes Paineiras

3- Feira das Yabás

Seu pai gosta de comida popular, samba e cerveja gelada? Então, leve ele na Feira das Yabás, que rola todo segundo domingo do mês em Oswaldo Cruz. Tenho certeza que você e ele vão se amarrar. Clique aqui e confira meu passeio pela feira.

4- Museu do Amanhã

O Museu do Amanhã é a nova sensação do Rio. Tá localizado na Praça Mauá, que foi revitalizada para os Jogos Olímpicos 2016. Visitei ele há pouco tempo e listei 5 motivos para conhecê-lo. Quem sabe essa lista não ajuda você a convencer seu pai de ir lá.

5- Trilhas

Agora se seu pai for aventureiro tenho certeza que uma trilha fará ele extremamente feliz. Já dei dicas aqui no blog de lugares legais como Trilha do Morro dos Irmãos, do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, Pedra do Telégrafo e Morro da Urca. Cada um desses cantinhos tem um ‘quê’ especial e vale a visita.

morro_dois_irmãos_kari_desbrava_7

Vista da trilha do Morro Dois Irmãos

***

Se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais.

Beijos,

Kari.

 

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars

 

 



 

0 In Passeios

#ValeConhecer: Parque Madureira e Complexo de Deodoro

parque-madureira

O Rio é uma cidade cheia de encantos. Mas, apesar de sermos a cidade olímpica, o lado de cá do túnel ainda é pouco explorado pelos turistas. Claro que as mazelas, e principalmente a falta de segurança, bem mais latente nas zonas norte e oeste da cidade influenciam nisso. Entretanto, este post está aqui para quebrar paradigmas. Existe vida pós-túnel, com muitos encantos, por sinal. E vou te provar isso. 

Ah, esse post é uma blogagem coletiva #ORioPelasCariocas e no fim dele você encontrará muitas outras dicas sobre cantinhos do Rio. 😉

LEIA MAIS: Roteiro da Boemia Carioca #1: Quadra da Mangueira

Parque Madureira

Vou começar o roteiro pelo Parque Madureira, que por si só já é uma atração e tanto. A área, antes abandonada, foi revitalizada e ganhou lanchonetes, um palco para shows, a segunda maior pista de skate do país, sem falar no espaço para caminhar/andar de bike/patins/skate.

LEIA MAIS: Roteiro da Boemia Carioca #2: Beco do Rato

O Parque Madureira fica ao lado do Madureira Shopping. Ou seja, se você cansar de lá e quiser um pouco mais de conforto pode passear no shopping. 😉

Além disso, Madureira é um bairro rico de programas culturais. Tem baile charme, tem as quadras das grandes agremiações Portela <3 e Império Serrano, sem falar no Mercadão de Madureira, que com certeza merece um post todinho pra ele.

LEIA MAIS: Um passeio pela Feira das Yabás

Bem vindos

Uma foto publicada por @parquemadureira em

Curte?? Claro né!!!

Uma foto publicada por @parquemadureira em

Aquecimento para a Batalha do Passinho!

Uma foto publicada por @parquemadureira em

LEIA MAIS: Como se divertir no Rio sem gastar nada!

Complexo Esportivo de Deodoro

O Complexo Esportivo de Deodoro é um dos legados olímpicos. Antes do jogos, a população já podia usufruir da parte aquática. Durante as Olimpíadas, o complexo será usado para sediar a disputa de diversas modalidades. 

Após a competição, parte do palco das disputas por medalhas olímpicas se transformará na segunda maior área de lazer da cidade, batizado de Parque Radical. Nele, o estádio de canoagem volta a ser uma piscina pública e o Centro Olímpico de BMX será novamente aberto à população.

Por dentro do Complexo de Deodoro! Vem saber tudo sobre o segundo maior complexo esportivo dos jogos @rio2016.

Um vídeo publicado por Cidade Olímpica (@cidadeolimpica) em

 

E você, já tinha conhecia esses cantinhos do Rio? Me conta o que achou nos comentários e me diz se te convenci a desbravar as outras bandas da cidade.

Blogagem_coletiva_blogueiros_de_viagem_kari_desbrava

Abaixo você confere as dicas dos demais blogueiros:

Mariana Viaja – Passeios imperdíveis no Rio de Janeiro: blogueiras de viagem indicam os melhores

Despachadas – O que fazer em Niterói

Lole Pocket – Museu do Amanhã:Um combo para o mar uma joia da Mauá

Por Aí com os Pires – Jardim Botânico e Parque Lage – Parque Naturais 

Fourtrip – Pedra Bonita: Um cartão postal do Rio de Janeiro

Na dúvida, embarque – Rio 2016: Dicas do que fazer na Cidade Olímpica

Uma Senhora Viagem – O que fazer no Rio de Janeiro? Praia Vermelha e Urca

***

Se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais. 😉

Beijos,

Kari.

*As fotos deste post são do Instagram Oficial do Parque Madureira e do perfil Cidade Olímpica.

 

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Passeios

Conheça o Centro de Visitantes Paineiras

centro_de_visitantes_paineiras_kari_desbrava

O Rio ganhou mais uma atração turística. O Centro de Visitantes Paineiras foi aberto ao público neste sábado, mas o blog foi convidado para a inauguração para imprensa que rolou na quinta-feira (28). Quem me acompanha no Snapchat (Se ainda não, tá perdendo tempo! Me segue lá: karidesbrava) viu que mostrei o local para vocês. Mas, se você não pode me acompanhar por lá ou não tem Snap não fique triste. Esse post está aqui para isso, rs.

Após a revitalização, o Centro de Visitantes Paineiras ganhou uma área gastronômica na qual você faz sua refeição com uma vista de cair o queixo. Além disso, ainda tem uma loja de souvenirs no primeiro andar — que eu fiquei maluca e queria levar tudo para casa —  e uma exposição interativa contando a história do Parque Nacional da Tijuca.

centro_de_visitantes_paineiras_kari_desbrava

Bar_paineiras_kari_desbrava

 

coquetel_kari_desbrava

Coquetel de inauguração

Na parte da exposição, me chamou a atenção a maquete gigantesca do parque, a linha do tempo contando a história do local e os telões interativos no qual é possível aprender sobre biodiversidade, ecossistemas além de conhecer os parques nacionais nem que se seja por um telão.

13632855_1130812903648502_261351029_o

Maquete do Parque Nacional da Tijuca

13835761_1130813113648481_596683115_o

Exposição com painéis interativos

13835806_1130813100315149_1260613463_o

Linha do tempo com a história do Parque Nacional da Tijuca

 

Outra coisa bem bacana da exposição, é o telão gigante que passa um filme com cenas gravadas dentro do Parque Nacional da Tijuca. Tem cenas de meninos andado de skate na Estradas das Paineiras, rapel e até de voos de asa-delta. Gente fiquei fascinada!

13839879_1130812486981877_1155846258_o

Loja de souvernirs

 

Mascotes_jogos_olimpicos_rio_kari_desbrava

E das Paineiras é possível visitar o Cristo Redentor. Caso você vá primeiro ao Centro de Visitantes e depois queira ir para o Cristo é possível adquirir o ingresso direto nas Paineiras, em um moderno sistema de autoatendimento e senhas.  O novo formato foi criado com o objetivo de diminuir o tempo de espera no local, principalmente em períodos de alta temporada, além de oferecer mais conforto ao público, que vai poder aguardar o embarque aproveitando as atrações, sendo possível acompanhar o horário por meio de monitores distribuídos por todos os espaços.

LEIA MAIS: Como conhecer o Cristo Redentor no Rio de Janeiro

Serviço:

Centro de Visitantes Paineiras. Estrada das Paineiras, S/N. Diariamente, 8h às 19h. Horário especial no período dos Jogos Olímpicos (8 a 17 de agosto): 8h às 22h. Exposição “Floresta Protetora”: Entrada grátis / Classificação Livre.


***

Se você gostou deste conteúdo compartilhe nas redes sociais. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Passeios

Encontro de blogueiras de viagem + café da manhã em Ipanema

Encontro_blogueiras_viagem_kari_desbrava_4

Conhecer blogueiras de viagem era uma coisa que queria há um tempo. Conversar, trocar ideias, experiências. E isso finalmente aconteceu neste sábado (23) quando eu e mais nove blogueiras do RJ, ou que estavam por aqui, nos reunimos.  O encontro foi super divertido e abordamos diversos assuntos: desde os perrengues de viagens a como começamos a fazer nossos blogs e, claro, que também compartilhamos dicas de como blogar melhor.

13838221_1127016964028096_1599446173_o

Blogueiras reunidas, a vista do hotel e meu café da manhã

Nosso encontro aconteceu no Tiffany’s Residence Service, em Ipanema, e lá tomamos café e trocamos muitas ideias. O local é muito legal e já pode entrar na whishlist de quem busca um lugar para tomar café da manhã no Rio. O esquema é o seguinte: você paga R$ 50 +10 % e pode comer do buffet disponível quantas vezes quiser ou aguentar hehehe.

Que mais dicas sobre o RJ, Viagens e Felicidade? Conheça meu canal no Youtube 

Encontro_blogueiras_viagem_kari_desbrava_3

Vista do Morro Dois Irmãos

De lá também é possível ver o Morro Dois Irmão e a Praia de Ipanema. Ou seja, além do café da manhã você ainda vai desfrutar de uma vista incrível. Mas, voltando ao encontro… Foi muito legal descobrir o que motiva cada uma a continuar blogando e ver a preocupação geral de ser profissional. Em um momento de boom dos blogs, no qual tem pessoas que acham que é fácil ser blogueira ou visam somente o interesse financeiro ou por jabás, a paixão por viajar e compartilhar as experiências adquiridas é o que nos move.

Encontro_blogueiras_viagem_kari_desbrava

Eu e as meninas do @despachadas @marianaviaja @umasenhoraviagem @poraicomospires @naduvidaembarque @blogcheaptrip @lolepocket @blogfourtrip @renatapereira.tv

Além disso, acreditar que o coletivo é mais poderoso do que o individual também foi um dos pensamentos em comum entre nós. E justamente por isso estávamos ali. Cada uma com sua história, idade, etnia, naturalidade, mas juntas em prol de um amor: viajar.

Conheci pessoas na qual já acompanhava o trabalho, conheci trabalhos que ainda não sabia que existiam e me inspirei ainda mais. Que consigamos trilhar nosso caminho de sucesso e fazer mais muitas, muitas e muitas viagens!

E para você deixo aí embaixo o link de cada blog participante. Espero que gostem, pois de uma coisa tenho certeza: cada uma a sua maneira ARRASA!

Blogs que participaram do encontro:

Cheap Trip

Despachadas 

Four Trip

Lole Pocket

Mariana Viaja

Na Dúvida Embarque

Por Aí com os Pires

Renata Pereira TV

Uma Senhora Viagem 

 

Já conheciam algum dos blogs acima? O que mais gostaria de saber sobre o encontro de blogueiras de viagens? Deixa sua pergunta nos comentários.

***

Se gostou deste conteúdo compartilhe nas redes socias. 😉

Beijos,
Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In O que fazer no Rio/ Passeios

Um passeio pela Feira das Yabás

13020265_1059744524088674_1482897805_n

A Feira das Yabás é um evento que acontece todo segundo domingo do mês no subúrbio do Rio. Lá você pode encontrar as mais diversas iguarias da culinária afro-brasileira e um bom samba. Comandada por Marquinho Oswaldo Cruz, a Feira das Yabás é um programão e tanto!

12961388_1057229287673531_809604083033843437_o

Eu sou suspeita pra falar, já que amo comer e amo samba, mas é muito difícil decidir o que é mais legal na feira: se são as comidas ou as bebidas. Além disso, por ser no subúrbio os preços são infinitamente mais em conta do que em lugares mais próximos ao centro da cidade.

Sobre a culinária você vai encontrar: bolinho de bacalhau, pastel, vaca atolada, aipim com carne seca, mocotó, etc. As barraquinhas são comandadas pelas tias que compõem a Velha Guarda da Portela, minha escola de coração e a mais linda agremiação do Rio <3

Mas, eu destaco um prato que não estava nas barraquinhas. Em um bar, bem no fim da feira e que não tem nome, vendia um caldo de piranha espetacular que custava somente R$ 12 dilmas, hehehe. Se você for à feira, por favor, procure este bar (que deve ter um letreiro na porta escrito: aqui vende caldo de piranha e tem donos muito simpáticos)!!!

Lá também tem barraquinhas que vendem turbantes e brincos que exaltam a cultura afro-brasileira. Se você gosta de feirinhas vai amar essa parte também.

A outra parte fica por conta dos shows que rolam no palco. Animado, a galera canta e samba junto.

Como chegar

Fui de carro guiada pelo bom Waze. Mas, aconselho sempre a checar o trajeto no Google Maps, já que os aplicativos de trânsito podem te levar a lugares um pouco perigosos. Como você está indo para o subúrbio, você passará por diversas comunidades. Quem não está habituado, pode sentir medo. Na dúvida, vá de táxi ou contrate uma agência que faça esses tipos de passeios.

Se você é carioca, destemido ou já tá habituado a andar por aí sem medo, também há a possibilidade de ir de transporte público.

***

Se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais. 😉

 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In O que fazer no Rio/ Passeios

5 motivos para visitar o Museu do Amanhã

Museu_do_Amanhã_Kari_Desbrava

No último domingo foi comemorado o Dia das Mães. E para celebrar essa data ~ dia das mães é todo dia tá gente ~ finalmente fomos (eu e minha coroa) conhecer o Museu do Amanhã.  “Tá, mas o museu já inaugurou faz séculos” você pode pensar. Sim, inaugurou faz um bocado de tempo, porém estava esperando um dia em que não estivesse muito sol para ir conhecê-lo, já que ouvi dizer que para entrar a fila é quilométrica.

Portanto, antes de listar os 5 motivos para você ir conhecer o Museu do Amanhã, já adianto logo: compre seu ingresso pela internet. Isso vai te poupar um tempão e ainda vai evitar que você (e seus amigos, acompanhante, etc) fiquem torrando no sol.

Dito isso, vamos aos motivos 😉

1 – Arquitetura de impressionar

De longe o prédio do Museu do Amanhã já chama a atenção. Todo branquinho, futurista. De longe ou de perto é incrivelmente bonito. Me surpreendeu positivamente e com certeza vai impressionar você também.

DCIM100GOPROGOPR0947.

Museu do Amanhã visto de longe

2 – Museus são legais

Deixe aquele pensamento de que museu é um lugar chato para trás. Museus são locais super bacanas onde na maioria das vezes as exposições no agregam algo: seja uma reflexão,  um conhecimento novo, conhecer alguém legal que gosta do mesmo tema que você, risadas… Dê uma chance a experiência.

DCIM100GOPROGOPR1040.

 3 – Dá pra se divertir gastando pouco

A entrada para o Museu do Amanhã custa R$ 10. A meia-entrada R$5. Se você tiver até 21 anos, for estudante de escolas e/ou universidades particulares, deficiente, servidor público, morador ou natural da cidade do Rio, portador da carteira Identidade Jovem ou for pagar o ingresso com cartão Santander tem direito a meia.

Já se for estudante ou professor da rede pública, tiver até 5 anos ou a partir de 60, for funcionário de museus ou associado do ICOM, for guia de turismo ou vizinho do Museu do Amanhã não paga entrada. Ou seja, é um programa que cabe no bolso.

4 – Rende fotos fantásticas 

A questão das fotos é algo que gosto muito de frisar, pois sou apaixonada por fotografia. E olha, que lugar bonito para se bater aquele retrato que merece uma moldura depois, sabe? Sai fascinada e com fotos bacanas.

Minha tradicional pose de braços abertos :)

Museu_do_Amanhã_Dia_das_mães_kari_desbrava

Mais um Dia das Mães visitando museus!

5- O MAR é ali do lado

Se depois do passeio no Museu do Amanhã você se animar pode visitar o museu que fica ao lado: o Museu de Arte do Rio (MAR). Já contei para vocês como foi minha visita a ela neste post.

Foto: Reprodução Facebook Museu do Amanhã / Thales Leite

Foto: Reprodução Facebook Museu do Amanhã / Thales Leite

Dica extra: Até o dia 30 de outubro está rolando a exposição O Poeta Voador, que conta a história de Santos Dumont. Interativa e com muitas surpresas, a mostra foi o ponto alto da visita. Veja um dos vídeos de apresentação da exposição:

Como chegar

O Museu do Amanhã fica na Praça Mauá, 1, Centro do Rio. É bom evitar ir de carro, já que o Museu não tem estacionamento. Vi que o estacionamento mais próximo fica na Rua Acre e custa R$ 25 independente de quanto tempo você for deixar o carro.

Para quem quiser ir de metrô, a estação mais próxima é a Uruguaiana.


***

 

Se você gostou deste post compartilha com seus amigos através das redes sociais. :)

 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars

 



0 In O que fazer no Rio/ Passeios

Conheça o Museu do Samba

Museu_do_Samba_Kari_Desbrava

Você sabia que o Rio de Janeiro tem um Museu dedicado ao Samba? Pois é. O Museu do Samba fica ao lado da Quadra da Mangueira e guarda relíquias da nossa cultura popular.

LEIA MAIS: Roteiro da Boemia Carioca #1: Quadra da Mangueira

Portela_Kari_Desbrava

Posando com a bandeira da minha escola querida, a Portela

Nele, você encontra fantasias do carnaval, conhece a história das principais agremiações, entende porque a bateria da Mangueira é chamada de Surdo Um, tira uma foto com Nelson Cavaquinho, assiste a um documentário com Sérgio Cabral Filho e ainda tira uma foto no jardim de rosas de Cartola. É tanta coisa legal que você encontra lá…

O passeio pela exposição é guiado e bem didático. Se você não entende nada de Carnaval você vai sair de lá muito bem informado. Se entende, o passeio vale pelas curiosidades e as artes expostas.

Fantasias típicas do Carnaval Carioca: malandro, passista, baianas e

Fantasias típicas do Carnaval Carioca: malandro, passista, baianas e mestre-sala

Na entrada, os funcionários do museu solicitam uma doação no valor de R$5 para a manutenção do espaço. Maiores de 60 anos estão isentos da taxa. Apesar de ser bem conservado, o Museu do Samba carece de ajuda para investir em pesquisas e funcionários. Fica aqui o meu apelo as autoridades para maiores investimentos no local que tenta preservar a história do samba.

Devido a falta de investimento, o local só abre pra visitação de segunda a sexta, das 10h30 às 16h30. Por esse fato, também é legal agendar a visita.

Serviço: 

Rua Visconde de Niterói, 1296, Mangueira. Te.: (21) 3234-5777.

 

***

Se você gostou desse conteúdo compartilhe nas redes sociais. 😉

 

Beijos,

Kari.



Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox
Inline
Please enter easy facebook like box shortcode from settings > Easy Fcebook Likebox