Browsing Category

O que fazer no Rio

11 In Carioquices/ O que comer no Rio/ O que fazer no Rio/ Rio de Janeiro

Manual de sobrevivência: Carnaval no Rio de Janeiro

O Carnaval tá chegando e a Cidade Maravilhosa se prepara para a folia. Essa festa, seja na Sapucaí, seja na rua com os famosos blocos, encanta turistas do mundo todo. Eis então, o motivo deste post. Uma ajudinha para quem decidiu passar esses quatro dias por aqui. Um verdadeiro manual de sobrevivência para quem quer aproveitar o melhor do Rio de Janeiro.

A cidade do Rio

Como uma metrópole, o Rio de Janeiro é cheio de contrastes. E eles já começam na geografia da cidade. Cercado pelo mar e por montanhas, a chegada ao Rio pode ser algo que te deixa literalmente de boca aberta por causa da vista.

Rio de Janeiro_Kari_Desbrava

Além disso, tem toda aquela coisa da desigualdade social, que também é bem visível durante um passeio. Aqui, favela e asfalto andam literalmente junto & misturado. Que honestamente, é o grande charme do Rio.

Por conta dessa mistura, temos um dos maiores carnavais do mundo, com desfiles das escolas do Grupo Especial, Grupo A e as escolas mirins na Sapucaí e os 452 blocos (número de blocos oficiais deste ano!!!) que põe os foliões para dançar.

Dicas Gerais

Para aproveitar o melhor da Carnaval no Rio, separei algumas dicas. Diferente de outras cidades do Brasil, o Carnaval por aqui é na cidade toda. No Centro, da Zona Sul a Zona Norte, na Zona Oeste. Em todo canto vai ter um bloquinho passando. Por isso, é bom ficar atento a algumas questões. Vamos a elas:

Não use carro

Ir de carro para bloco ou para os desfiles na Sapucaí é furada na certa. Vai ser difícil de achar um lugar para estacionar, sem falar no trânsito de pessoas, que em alguns locais podem ser milhares, ruas fechadas, interferindo na sua rota. Olha, motivos para deixar o carro em casa é o que não falta. Por isso, dê preferência para usar o transporte público. Com o metrô, você consegue se deslocar para os principais eventos que rolam na cidade nesta época do ano, sem transtorno. Ah, vale lembrar que durante o Carnaval o Metrô Rio funciona 24 horas. (Podia ser sempre assim, né??!)

Leia mais: 5 aplicativos para ajudar você a se virar no Rio de Janeiro

Saiba para onde vai

Saber para onde vai está intimamente ligado a dica acima. Se você sabe para onde quer ir vai conseguir se planejar como chegar no local desejado, sem precisar apelar para um táxi ou Uber e gastar uma grana com deslocamento. Como falei acima, dê preferência para o transporte público.

Banheiros

Achar banheiros durante o Carnaval pode ser uma missão complicada. A Prefeitura disponibiliza os banheiros químicos, mas eles estão longe de dar vazão para a quantidade de pessoas que vem para a cidade. Por isso, quando pintar aquela vontade de ir ao banheiro, vá logo! Assim, você evita fazer xixi na rua. Além de sem uma falta de educação tremenda, fazer xixi na rua pode render multa no valor de R$ 510.

Visual leve

O Rio é uma cidade tropical. Por isso, o clima aqui é quente e úmido. Normalmente, é um solzão durante o dia, com sensação térmica pra lá de quente, com chances de pancadas de chuvas durante a noite. Ou seja, usar roupas pesadas e com muito tecido durante o dia não é uma boa ideia. Dê preferência para tecidos leves e roupas fresquinhas.

Usar um bom tênis para não machucar o pé com latas, garrafas, entre outros objetos, também é uma boa pedida. E não esqueça dos óculos de sol e protetor solar.

Ah, também vale carregar uma capa de chuva ou guarda-chuva caso você não queira correr o risco de se molhar.

Hidratar sempre

Por causa do tempo quente, é sempre bom se hidratar. E não tô falando de bebida alcoólica e sim de água mesmo. Intercalar a cerveja com copos d’água é uma forma de evitar a ressaca  e ter mais disposição no dia seguinte.

Segurança

Resolvi abrir um tópico especialmente para segurança por motivos meios óbvios. Infelizmente, o Rio de Janeiro é manchete por vários casos de violência. Não tô aqui para fazer alarde, pois toda metrópoles sofre com problemas de segurança.

“Ah, então por qual motivo abriu um tópico só para falar disso?”

Para alertar e desmistificar algumas coisas. Primeiro, é preciso ter cuidado em qualquer parte do mundo. E aqui no Rio, indico não andar com objetos de valor como cordões e celulares a mostra. Furtos e roubos desses objetos infelizmente são muitos comuns por aqui. Então, para evitar dor de cabeça tenha atenção.

Uma outra dica, é não levar para o bloco seu smartphone de última geração e sim um celular mais velhinho. Assim se acontecer algo, você não terá um grande prejuízo. Ou então, use uma doleira. E coloque nela somente o essencial.

Nada também de anda por ruas escuras, desertas e todas aquelas medidas de segurança que normalmente temos.

De resto, se joga e aproveita!

Como se locomover

Metrô

Se você vai para os blocos do Centro ou da Zona Sul, a melhor forma de chegar é de metrô. Assim, você evita ficar preso no trânsito e perder a festa. Para usar o metrô no Rio é muito fácil. Compre um bilhete pré-pago na bilheteria e recarregue-o sempre que os créditos estiverem acabando. Desta forma, você evita ter que ficar circulando com muito dinheiro por ai sem falar que evita pegar filas, economizando tempo.

O Rio tem três linhas: 1, 2 e 4. A linha 1 vai de Botafogo à Pavuna. A 2 da estação Uruguai até General Osório/Ipanema. E a 4 de General Osório até Jardim Oceânico (na Barra da Tijuca).  Durante o Carnaval, o metrô funciona 24 horas e não é preciso fazer baldiação na estação Estácio.

Se você vai para o Sambódromo deve descer na Estação da Praça Onze (linha 1) e caminhar até o até a Av. Marquês de Sapucaí.

VLT 

De VLT você pode passear pelas principais ruas do Centro do Rio. Logo, ele é uma ótima opção se você deseja curtir os blocos por essa região. Além disso, o VLT passa pela Rodoviária Novo Rio e pelo Aeroporto Santos Dumont, pontos de chegada e partida da cidade. Outro fator positivo, é que ele passa por diversas estações de metrô e por atrações como a Orla Conde, onde fica o Museu do Amanhã, o Museu de Arte do Rio, o grafite “Etnias”, pintado pelo Kobra, o Aquario, entre outras.

Mapa das estações do VLT Foto: Reprodução

Mapa das estações do VLT Foto: Reprodução

BRT 

O BRT passa por boa parte da Zona Norte, Oeste e tem integração com o metrô facilitando a vida de quem quer chegar na Zona Sul e Centro. Existem duas linhas: BRT Transoeste e o BRT Transolímpica, como é possível ver na imagem abaixo. Dependendo do lugar da cidade para onde você vai, ele é uma boa opção.

mapa-estacoes_brt_kari_desbrava

Clique na imagem e veja o mapa ampliado

Ônibus

De ônibus você consegue se deslocar pelo Rio todo. Apesar da variedade de linhas, durante o Carnaval não é a melhor opção, devido as interdições de trânsito. Sem falar, no risco de ficar preso no engarrafamento. Realmente, se você tiver indo para a muvuca, opte pelo metrô e/ou BRT/VLT.

Onde se hospedar

– Ibis Botafogo, Copacabana e Centro

A rede Ibis é uma rede de hotel que preza pelo conforto e preço em conta. Apesar de não ter me hospedado nos hotéis da rede que ficam na Cidade Maravilhosa, me hospedei no Ibis de Belo Horizonte e adorei a experiência. Levando em consideração que geralmente redes de hotel seguem o mesmo padrão, o Ibis e uma ótima opção.

-Hostelzinho Vidigal 

O Hostelzinho Vidigal é um hostel que fica na Favela do Vidigal. Se você não conhece uma comunidade carioca e tem curiosidade, ele pode ser uma boa opção. Lembrando que a favela do Vidigal é pacificada.

Além disso, no Vidigal você pode conhecer o Bar da Laje e fazer a trilha do Morro Dois Irmãos, uma das mais bonitas vistas do Rio.

-Casa Francisco

Localizada em Santa Teresa, a Casa Francisco é super bem avaliada pelos viajantes no Booking. Com nota 9,5, quem se hospedeu nela avaliou bem os quesitos: limpeza, conforto, localização, comodidade, funcionários e custo-benefício.

– Airbnb

Se você não curte hostel, nem pousada e não quer gastar rios de dinheiro em um hotel um boa opção é se hospedar através do Airbnb. Nesse post contei como funciona o serviço, além de trazer a experiência de outros viajantes que já usaram a plataforma. Outro ponto que deve ser destacado, é que no Airbnb você se hospeda na casa de um local. Logo, você verá a cidade através dos olhos deste morador.

Se você se interessou por essa experiência, receba R$ 100 de desconto em sua primeira aventura na plataforma!

Você também pode procurar mais opções de hospedagem no Booking.com. Assim você ajuda o Kari Desbrava a continuar produzindo conteúdo de qualidade sem pagar nada a mais por isso!

Onde comer

– Dona Olinda 

Com um buffet variado, o Dona Olinda é uma alternativa para quem está hospedado na Barra da Tijuca. Com boa comida, a padaria e restaurante também tem vista para a praia do Pepê.

Pães e bolos

– Bar da Laje

Localizado no Vidigal, o Bar da Laje é um restaurante point da cidade. A comida é gostosa e tem uma vista de cair o queixo. Recomendo o espetinho de Salsichão com um cerveja, ou então, a feijoada.

Bar_da_Laje

– Cadeg

O Cadeg é uma espécie de mercadão do Rio de Janeiro. Ele fica em Benfica, na Zona Norte do Rio. Lá você encontra bons restaurantes e lojas que vendem diversos artigos, como bebidas, comidas, plantas, flores, entre outro.

– Confeitaria Colombo

Tradicional, a Confeitaria Colombo é um ponto turístico da cidade. Fundada em 1894, o prédio tem arquitetura que remete a época em que o Rio era capital da República. Vale o passeio pela comida e sem dúvida nenhuma pelo ambiente.

A Colombo também criou uma filial no Forte de Copacabana e recentemente no aeroporto do Galeão. Apesar de ambas terem os mesmos quitutes, a mais bonita arquitetura com certeza é a da original.

– Arab

O Arab é um restaurante de comida árabe que fica na Lagoa Rodrigo de Freitas. Visitá-lo vale tanto pela comida quanto pela vista, que mais uma vez, é exuberante.

O que fazer

Os pontos turísticos clássicos:

-Corcovado

O Morro do Corcovado certamente é o ponto turístico mais conhecido do Rio. É lá que fica o Cristo Redentor e a vista mais linda da cidade (acho que já disse várias vistas mais lindas nesse texto, mas é que o Rio tem muita vista linda e não consigo eleger somente uma, ok?). Visitá-lo é quase uma obrigação quando se vem ao Rio.

E há diversas formas de chegar no Cristo, mas as mais comuns são: de van — com pontos de partida no Largo do Machado, Copacabana, Barra da Tijuca e Paineiras — ou de trem, com ponto de partida no Cosme Velho. Se for de van,   recomendo a parada no Centro de Visitantes das Paineiras, inaugurado antes dos Jogos Olímpicos 2016. 

Corcovado_kari_desbrava

-Pão de Açúcar

O bondinho do Pão de Açúcar também é bem conhecido por turistas. A atração fica no bairro da Urca, na Zona Sul da cidade.  Os ingressos para visitação custam R$76 para adultos. Menores de 6 anos não pagam. O horário de visitação é de 8h às 19h50.

Serviço: Av. Pasteur, 520 – Urca. Tel. 2546-8400

-Praias de Copacabana e Ipanema

Copacabana e Ipanema são dois clássicos cariocas. Passear pela orla das duas praias é um programa e tanto. Você também pode andar de bicicleta, patins, skate, jogar vôlei, altinha. A regra aqui é se divertir. 

ipanema_kari_desbrava

-Vista Chinesa

A Vista Chinesa é um mirante em estilo chinês que fica no bairro do Alto da Boa Vista, dentro da Floresta da Tijuca. De lá você consegue ver o Corcovado, o Pão de Açúcar e o Morro Dois Irmãos.

-Centro histórico e Lapa

Muita gente quando lembra do Rio só  fala das belezas naturais. O que algumas pessoas esquecem é que o Rio de Janeiro já foi a capital da república e muito da história do Brasil aconteceu por aqui. Tanta história é refletida na arquitetura da cidade e monumentos. A maioria deles pode ser visto na região Central da cidade que engloba áreas como Centro, Praça Mauá/Zona Portuária e Lapa.

No Centro é possível conhecer o Theatro Municipal, o Museu de Belas Artes, o Real Gabinete Português de Leitura, a Cinelândia, entre outros prédios que guardam um pouco do que foi a cidade.

Na Lapa, você encontrará muita diversão e badalação seja nos bares, casas de festa ou na rua. A Lapa aqui no Rio é o local onde todas as tribos se encontram e convivem.

Sai do óbvio 

Parque das Ruínas e Santa Teresa

O Parque das Ruínas fica em Santa Teresa e tem uma das vistas mais bonitas do bairro. O local também tem um Centro Cultural com programação para toda família. É um bom passeio para casal, família, amigos e até mesmo sozinho. 

7cf25b_97e906b800164841a9e82f8b58e51b20

O bairro de Santa Teresa também é um espetáculo a parte com muitos bares e ateliês. O passeio por ele com certeza é encantador.

Serviço: Parque das Ruínas. Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa. Telefone: (21) 2215-0621/2224-3922

– Grumari

Grumari é o paraíso escondido. É uma praia rústica e relativamente vazia, se comparado com as praias da Zona Sul, que fica na Zona Oeste da cidade. Para chegar lá, só com carro.  Leia mais sobre esta praia neste post.

grumari_kari_desbrava

– Joatinga 

Bonita por natureza. Assim defino a Joatinga. Com cerca de 300 metros de faixa de areia, a praia é pequena mais é uma graça. Com um ar mais rústico do que outras praias urbanas, a Joatinga consegue ser ainda assim aconchegante. Leia mais sobre esta praia neste post.

Vista da Praia da Joatinga Foto: Karilayn Areias

Vista da Praia da Joatinga Foto: Karilayn Areias

– Voe de asa delta

Uma das experiências mais loucas e gostosas que já fiz e que recomendo para todo mundo. O Rio tem uma das pistas de vôo livre mais conhecidas do mundo e com uma vista (de nooooovo) incomparável!

Leia mais sobre como é voar de asa delta neste post.

DCIM104GOPRO

-Trilha da Pedra do Telégrafo

Essa trilha virou modinha no Instagram e viralizou na vida real. É lá que as famosas fotos em que a pessoa fotografada parecia estar a beira do precipício são tiradas. A trilha é um pouco puxada, mas vale cada segundo. E imagina qual o motivo de valer tanto? … Dessa vez não vou nem responder, hehehe

Pedra_do_telegrafo_kari_desbrava

– Trilha do Morro da Urca

Com tanta beleza natural o que não falta no Rio é trilha para fazer. E uma opção bem tranquila, até para aqueles que não estão acostumados com aventura, é a trilha do Morro da Urca. Com subida moderada, o tempo médio de duração da trilha é de 45min.

KariDesbrava Morro da Urca Trilha

Quanto custa viajar para o Rio de Janeiro?

De acordo com o site Quanto Custa Viajar, uma viagem para o Rio custa em média R$ 105 por dia. Fiz uma simulação de 8 dias na cidade maravilhosa e viajando no modo mochileiro, a média de gasto total da viagem é de R$ 993. No modo econômico, a estimativa é de que cada pessoa gaste R$ 1.532 durante a viagem. Já no modo conforto, uma viagem para o Rio pode custar em média R$ 3.134. 

Para visualizar a simulação clique aqui.

Uma coisa que gosto de ressaltar é que esses gastos são uma estimativa. Você pode gastar mais ou menos dependendo do seu modo de viagem e prioridades. Os valores acima são somente um norte para quem deseja planejar uma viagem ao Rio.

‘Top 100 atrações do Rio de Janeiro’

Se você quer mais dicas de como se divertir no Rio de Janeiro baixe o e-book ‘Top 100 atrações do Rio de Janeiro’. A publicação, feita por blogueiras do coletivo De Viagem em Viagem e colaboradoras, é GRATUITA e tem dicas de praias, trilhas, rodas de samba, Rio com crianças, Rio em dias de chuva, restaurantes, entre outros.

CLIQUE AQUI E BAIXE O E-BOOK

ebook_kari_desbrava

E aí, ficou alguma dúvida? Me conta nos comentários que a gente conversa!

Ah, e se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais 🙂

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In Dicas/ O que fazer no Rio/ Recentes/ Rio de Janeiro

E-book traz dicas de passeios no Rio de Janeiro

É com muito orgulho que venho contar uma novidade para vocês 🙂 Eu e as meninas do De Viagem em Viagem (aproveita e segue a gente no Facebook e Instagram)  estamos lançando o e-book TOP 100 do Rio de Janeiro. O livro digital traz um porção de dicas sobre trilhas, praias, passeios ao ar livre, museus, entre outros.

CLIQUE AQUI E BAIXE O E-BOOK TOP 100 DO RIO DE JANEIRO

Maaaas… Calma, calma! Que a melhor parte vem agora… Para você ter acesso a essas dicas super bacanas, não é preciso pagar nada. O e-book é GRATUITO e pode ser baixado neste link aqui.

O que você tá esperando para baixar??? Faça o download e aproveite!

Ah, depois de ler nossas dicas, não esquece de voltar aqui e me contar o que achou!

*Foto do alto: Cris Valente/Divulgação

ebook_kari_desbrava

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In O que fazer no Rio/ Rio de Janeiro

Dicas para passar o Réveillon em Copacabana

Hey desbravadores!

O Ano Novo da praia de Copacabana é famoso no mundo todo e a grande atração na Cidade Maravilhosa. E nesse post você vai encontrar todas as dicas para aproveitar da melhor maneira possível esta data especial. Vamos lá?

Como Chegar?

Durante o Réveillon, a melhor forma de chegar a Copacabana, ou qualquer outra praia do Rio que fique na Zona Sul, é de metrô. Nesse caso, é preciso comprar um bilhete especial para embarcar em determinadas faixas de horário no dia 31 de dezembro e 1° de janeiro. A partir das 19h do dia 31 até às 7h do dia 1º só é possível embarcar com o cartão Réveillon MetrôRio.  Nestes horários, os cartões da RioCard, e os cartões unitário e pré-pago não serão aceitos.

Os cartões Réveillon MetrôRio estão sendo vendidos até dia 31, ou até quando durarem os estoques, nas estações: Pavuna, Uruguai e Jardim Oceânico, nas bilheterias fixas; E nas estações Carioca (próximo ao acesso C), Glória (próximo ao acesso B) e Central (próximo ao acesso C). As estações Siqueira Campos e Jardim de Alah só realizaram as vendas dos cartões até o dia 24 deste mês.

Ao longo da operação de Ano Novo, a Linha 2 operará da Estação Pavuna à General Osório, sem a necessidade de baldeação na estação Estácio.

Como aproveitar o melhor da festa?

  • Por ser um dos Réveillons mais famosos do mundo, a praia de Copacabana fica lotada. Com isso, vá om roupas leves, calçados sem salto e de preferência fechados, assim você evita machucar o pé.
  • Além das roupas leves, evite acessórios chamativos e tenha atenção redobrada com celulares, câmeras fotográficas e documentos.  Apesar do policiamento reforçado, furtos em aglomerações podem acontecer. Por isso, previna-se para evitar dor de cabeça.
  • Pode beber, mas não exagere. A data é para comemorar e ninguém merece ficar de porre e não curtir nada, né?
  • Se for com crianças, coloque uma pulseira de identificação em cada uma e instrua seu filho a não se informar com estranhos. Ensine a criança a procurar por policiais devidamente uniformizados caso ela se perca e/ou marque um ponto de referência com a criança;
  • Há banheiros químicos espalhados por toda orla. Se bater a vontade de fazer xixi procure um banheiro. Nada de fazer no mar ou na rua!
  • Lugar de lixo é no lixo! Se por acaso, não tiver uma lixeira por perto ou as lixeiras estiverem lotadas, leve sua sacolinha ou guarde o lixo com você até encontrar o lugar ideal para descartá-lo;
  • Paciência ao voltar para casa! Os momentos mais conturbados para sair da praia é logo após o fim da queima de fogos. Portanto, tenha calma e se puder espere o alvoroço passar. Até 1h muitas pessoas estão deixando a praia. Por isso, esperar para ir embora depois desse horário pode ser uma boa. 😉
Réveillon na Praia de Copacabana

Réveillon na Praia de Copacabana Foto: Divulgação/Fernando Maia / Riotur

Atrações 2016/2017

As atrações da virada de 2016 para 2017 foram divulgadas há pouco tempo. E quem vai curtir o show da virada em Copacabana poderá curtir muita música brasileira, já que Elba Ramalho, Alceu Valença e Geraldo Azevedo vão comandar a festa. O evento também terá a participação de Leo Jaime e Alex Cohen. As baterias da Unidos da Tijuca e Mangueira farão o encerramento do réveillon.

Os shows começam às 18h30 e devem se estender até depois das 3h. A apresentação principal está marcada para as 21h45.

O tema dos fogos de artifício deste ano ainda não foram divulgados. 

E se eu não quiser ir para Copacabana…

Outras lugares do Rio também terão suas festas de Réveillon. Confira abaixo a lista de evento e escolha a da sua preferência:

Na Zona Oeste:

  • Praia da Barra da Tijuca:  Terá queima de focos com duração prevista de 12 minutos.
  • Praia do Recôncavo, em Sepetiba: O evento terá apresentações de DJ Alex Correia, Coisa Séria, Chininha e Príncipe, Jonathan Alexandre e a escola de samba Mocidade Independente.
  • Pedra de Guaratiba: DJ Moisés Junior, Pura Amizade, Alex Cohen, Tá na Mente e a Unidos de Vila Isabel se apresentarão na rua Barros de Alarcão.

Na Zona Sul:

  • Flamengo: Haverá um palco na rua Dois de Dezembro, que receberá shows de Luiz Kiari, Vtrix, São Clemente e Salgueiro.

Na Zona Norte:

  • Parque Madureira:Evento receberá a Velha Guarda da Império Serrano, DJ Michel, Naldo Benny e Escola de Samba Portela no encerramento.
  • Praia da Bica, na Ilha do Governador: Festa terá a presença de DJ PH, Bruno Maia, Intimistas, Imagina Samba e União da Ilha.
  • Piscinão de Ramos: Se apresentam na Virada do Piscinão de Ramos, o DJ Érick, MCs do funk, Bonde do Vinho e Ferrugem, além das escolas de samba Beija-Flor e Grande Rio.
  • IAPI da Penha: Show de DJ Café, Beleléu, Banda Holograma, Clareou e Imperatriz Leopoldinense. Haverá queima de fogos.      

Na Zona Central:

  • Praia da Moreninha, na Ilha de Paquetá: Show de DJ Beto Mancha, Claudio Zolli, Swing & Simpatia e Paraíso do Tuiuti.

 

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe nas redes sociais. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking

Seguro Viagem Real Seguros

Alugue um automóvel com a Rentcars

Não perca as novidades do blog. Assine a newsletter!

0 In Galerias/ O que fazer no Rio/ Recentes/ Rio de Janeiro

Fortaleza de São João, na Urca: Um mergulho na história do Rio

Hey, desbravadores!

Vocês já ouviram falar da Fortaleza de São João? Se ainda não, fique sabendo que este lugar é importantíssimo para cidade do Rio de Janeiro. Os portugueses utilizavam para impedir que outros invasores tomassem conta da Cidade Maravilhosa.

(Para quem não lembra dessa parte da história, vou dar uma ajudinha: Estácio de Sá e os portugueses entraram em guerra com os franceses, que fundaram a França antártica naquela região, e alguns índios tamoios. Os portugueses venceram a batalha e fundaram a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro).

O que nossos colonizadores não imaginavam, e nem a gente, é que a Fortaleza de São João acabou sendo um presente, pois é mais uma forma de admirar a beleza e a vista da Baía de Guanabara…

fortaleza_de_sao_joao_kari_desbrava_11

A Baía de Guanabara vista de dentro da Fortaleza de São João

Como conhecer?

A Fortaleza de São João fica em uma área militar. Isso quer dizer que para conhecê-la é preciso agendar a vista ou ir com algum grupo/empresa que faça isso para você.

Por ser uma área militar, também é um local com muitas regras. Então, nada de ser sem noção, hein!

Meu passeio na Fortaleza de São João foi guiado pela empresa Sou Mais Carioca, projeto idealizado e coordenado pela Gaby, do blog Gaby pelo Mundo. Ps: Eu já era fã das dicas da Gaby e virei mais depois que a conheci. Simplesmente um amor de pessoa!

A visitação na Fortaleza de São João pode ser marcada por telefone ou e-mail que estarão disponibilizados no fim deste texto.

O que vou ver?

Visitar a Fortaleza de São João é mergulhar na história. É ter a sensação de estar em 1565, quando Estácio de Sá fundou a cidade do Rio de Janeiro.

Durante o passeio você irá conhecer a praia onde os portugueses desembarcaram, um monumento que marca a fundação do Rio, o portão Dom João VI, a Fortaleza de São João e seus armamentos (muitos canhões) e claro a bela vista da Baía de Guanabara.

O que levar?

O passeio durou cerca de duas horas. E foram duas horas de caminhada, foto, vídeo, para, anda mais um pouco… Portanto, vá com um tênis confortável, leve sua câmera e/ou celular bem carregado, se tiver bateria extra ou um powerbank leve também e não esqueça da água e umas barrinhas de cereais, biscoitinhos para matar a fome. Apesar de ter lanchonete lá dentro, não me recordo se a venda é permitida para civis.

Seguro viagem geral 728x90

Serviço

Av João Luiz Alves, s/nº – Urca – Rio de Janeiro. Visitação: (apenas para grupos, com hora marcada): de Segunda a quinta, das 9h às 16h; Sexta, das 9h às 12h. Tel.: (21) 2543-3323 / Fax.: 2295-0743. Email: csdpep@hotmail.com

Se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais. 😉

Beijos,
Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



16 In O que fazer no Rio

Minha experiência no Escape 60 

Fui conhecer, junto com as meninas que integram o coletivo De Viagem em Viagem, como funciona o Escape 60. Para quem ainda não conhece ou nunca ouviu falar, o Escape 60 é uma empresa especializada em escape games e nesse jogo os participantes escolhem uma sala temática em que ficarão trancados e da qual deverão escapar em 60 minutos.

thumb_img_4996_1024

Foto de Dayana Lole do blog LolePocket

thumb_img_4985_1024

Foto de Dayana Lole do blog LolePocket

thumb_img_4990_1024

Foto de Dayana Lole do blog LolePocket

Para jogar nós escolhemos a sala “Lar das Crianças Peculiares” que foi inspirado no filme com o mesmo nome. Esta sala é temporária e fica na filial de Copacabana até o dia 15 de novembro (se quiser jogar nessa sala CORREEE!). Mas, existem outras salas, que são: Corredor da Morte, Escape Kitchen e Operação Resgate.

Trailler do ‘Lar das Crianças Peculiares’

Durante o jogo, não é possível entrar com celular e nem tirar foto de dentro das salas. A restrição é óbvia já que se fosse permitido, provavelmente, as fotos do local já estariam vazadas na web e o jogo perderia a graça. :p Além disso, a empresa oferece guarda volumes para você guardar seus pertences enquanto estiver jogando.

A sensação de jogar

O fato de você não saber o que vem pela frente é o que torna o jogo mais legal!

Em tempos de internet, onde basta dá um Google que você descobre praticamente tudo, participar de um jogo na qual você terá que revelar um mistério dá de fato um frio na barriga.

Os 60 minutos que pareciam muito tempo antes de entrar na sala tornam-se pouco tempo quando você está lá dentro. E você fica inquieta, nervosa e querendo vencer a brincadeira. O trabalho em equipe torna-se fundamental, pois várias cabeças com certeza pensam mais do que uma.

Depois de muito ler sobre o Escape 60, nada se compara ao fato de você está lá dentro jogando. E melhor ainda, nada se compara a sensação de conseguir escapar. E não é que conseguimos? Faltando 35 segundos para acabar o tempo conseguimos desvendar o mistério que faltava e tchã-ram: E-S-C-A-P-A-M-O-S 😉

Conseguiiiimos!!!

Conseguiiiimos!!!

A sensação de ir e vencer foi muito boa, hehehe.

Como participar?

Para participar é necessário agendar a data e o horário da sala escolhida através do site do Escape 60. O valor da brincadeira é de R$ 69 por pessoa de segunda à sexta até às 16h20 e R$79 por pessoa em dias de semana depois das 16h20, sábados, domingos e feriados. Para jogar é necessário no mínimo quatro pessoas.

Um fato interessante é que não há limites de idade. Ou seja, crianças também podem jogar. Porém, menores de 12 anos só jogam se tiverem acompanhados dos responsáveis.

Outro fato legal de contar é que o Escape 60 de Copacabana fica dentro do Shopping Cassino Atlântico, no terceiro andar. Como o Escape 60 abre antes do horário do shopping você pode se sentir perdido antes de entrar no prédio. Nesse caso, é bem provável que a entrada seja pela Avenida Nossa Senhora de Copacabana. Aí é só falar para o segurança que está indo no Escape 60 e ele abrirá a porta para você.

Serviço

Escape 60

Shopping Cassino Atlântico. Avenida Atlântica, nº 4240, loja 323, Copacabana, Rio de Janeiro. Horário de funcionamento: das 9h às 22h. Tel.: 55 21 2147-2757 /55 21 2147-2749.

Shopping Downtown. Avenida das Américas, n° 500, bloco 18, sala 101, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro. Horário de funcionamento: De segunda a domingo, das 9h30 às 00h. Tel.: 21 3597-2010 / 21 3597-2030.

As meninas também escreveram sobre suas percepções do Escape 60. Confira os posts:

Asas pra que te quero! – Escape Games no Rio de Janeiro: nos trancamos no Escape 60!

As viagens de Trintim –  Escape60′ em Copacabana

Lole Pocket – Escape 60: Uma hora para resolver o enigma e sair da sala. Você consegue ?

Mariana Viaja – Escape60: enigmas, corrida contra o tempo e diversão no jogo interativo

*Conhecemos a sala a convite do pessoal do Escape 60. Entretanto, tudo que está neste post expressa somente a opinião desta blogueira, escrita de maneira imparcial. 😉

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars

 



2 In O que fazer no Rio/ Passeios/ Recentes

AquaRio tem tudo para ser a nova sensação do RJ

Heeeeey!

Contei para vocês no Instagram (se ainda não me segue, me procura lá @karidesbrava) que fui conhecer o AquaRio. Calma, calma! Ele ainda não inaugurou. A abertura oficial para o grande público será no dia 9 de novembro. 

Galeria: AquaRio é inaugurado

Kari como você foi lá? Explico: Veículos de imprensa e blogueiros de viagens foram convidados para conhecer como está ficando esse novo cantinho da cidade e mostrar a você, leitor, tudo o que vem por aí. Vamos lá saber como está ficando? Simbora!

aquario_kari_desbrava_1

O espaço ainda está passando por alguns ajustes, mas já tá incrível. Logo na entrada você é recepcionado por um esqueleto de uma baleia jubarte (não, não é um dinossauro, hahahah). A tal baleia morreu ao ser atropelada por um navio que encalhou na Prainha, aqui no Rio de Janeiro, em 2014 e sua colocação na entrada, ao meu ver, é uma forma de homenageá-la.

A visita foi guiada e visitamos os três andares do local.  Vi peixinhos, cavalo-marinho, tubarão, arraias e outros bichos do mar de fascinar. Fiquei umas duras horas lá dentro, encantada com o que vi e com a certeza de que a natureza é bela mexxxxxmo.

baleia_aquario_kari_desbrava

Esqueleto de baleia jubarte recepciona visitantes do AquaRio

 

Quando for inaugurado, o visitante pode ficar até o horário de fechamento do estabelecimento. Ou seja, se você quiser entrar assim que abrir e ficar até fechar será com você mesmo. Além disso, aos poucos serão ofertadas para o grande público um série de atividades. Uma delas, que achei super interessante, foi poder dormir no aquário. A atividade é para crianças a partir de 6 anos de idade acompanhadas de pelo menos um dos responsáveis.

Também terá mergulho no tanque oceânico e visita aos bastidores, para entendermos com é feito o trato deste animais e o funcionamento do aquário em geral. O AquaRio abrigará ainda o Museu do Surf e o Museu de Ciência, além de exposições temporárias. É muita atração legal para um local só minha gente!

1475259460818646

As zilhares de espécies e cores do AquaRio

 

A entrada do AquaRio

Fachada do AquaRio

img_2446

img_2462

img_2494

img_2503

img_2535

img_2580

Aquário Grande Tanque Oceânico: Uma das sensações

Como chegar

A melhor forma de se chegar no AquaRio é de transporte público. Por isso dê preferência para este tipo de locomoção e deixe o carro em casa.

VLT

Para chegar usando o novo VLT do Rio de Janeiro, pegue a linha 1 no sentido Rodoviária / Praia Formosa e salte na estação Utopia AquaRio;

METRÔ

Usando as linhas 1 e 2, salte na estação Uruguaiana, na Avenida Presidente Vargas. Depois, caminhe pela Avenida Rio Branco até a Praça Mauá e siga pela Orla Conde (Boulevard Olímpico) até o AquaRio; Ou pegue o VLT em alguma estação da Rio Branco e desça na estação Utopia AquaRio;

BICICLETA

O AquaRio terá um bicicletário, além disso, em frente ao prédio existe uma estação BikeRio;

CARRO E MOTOS

Estacionamento exclusivo para visitantes que funcionará no modelo de vallets; Entrada do estacionamento pela via de serviço ao lado da praça Muhammad Ali;

Ingressos

Abaixo segue a tabela de preços com os valores da entrada do AquaRio. Haverá a possibilidade de comprar um passaporte anual individual ou familiar. Neste caso, o passaporte custa R$180 e R$360, respectivamente.

As vantagens de se ter um passaporte anual são: visitas ilimitadas ao AquaRio com entradas expressas e exclusivas, reserva de vagas para atividades adicionais, desconto de 10% nas lojas, quiosques e estacionamento, acesso ao aquário meia hora antes do público, desconto de 10% nas atividades adicionais e 5% destinado a pesquisa científica. Para mais informações sobre o passaporte anual clique aqui.

ingresso_aquario_kari_desbrava

*Imagem retirada do site do AquaRio

O que achou do AquaRio? Me conta nos comentários!

***

Se você gostou deste conteúdo compartilhe nas redes socias. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars

 



1 In O que fazer no Rio/ Passeios/ Recentes

Grumari: Um paraíso na cidade do Rio de Janeiro

Fala desbravadores!

A dica de hoje vai ser sobre a praia de Grumari 🙂 Essa praia fica na Zona Oeste do Rio e é considerada ‘selvagem’, já que lá não tem a mesma aglomeração que as praias da Zona Sul. Pra mim, Grumari =  Beleza + Tranquilidade. Siiiiiiiim, muita beleza. Siiiiim, muita tranquilidade.

LEIA MAIS: Desbravando a Praia da Joatinga

10 razões para amar o Rio de Janeiro

grumari_kari_desbrava_6

Como chegar

Ir até lá só é possível de carro. Se você precisar alugar um carro para ir até Grumari reserve através do blog clicando neste link. O #KariDesbrava é parceiro da RentsCars, o maior portal de locação de veículos da América Latina. Assim, você aluga o carro e ainda ajuda o blog a continuar produzindo conteúdo de qualidade sem pagar nada a mais por isso. 😉

Chegar lá não é difícil. Bastar seguir pela Avenida Lúcio Costa até o final, seguir pela Estrada do Pontal e pegar a Avenida Estado da Guanabara até a praia. Também é possível ir pela Avenida das Américas. Se tiver dúvidas do percurso utilize o Google Maps ou o Waze ou mesmo pare em um posto e pergunte. Assim, não tem erro!


Super aconselho a levar um isopor com bebidas e comidas. Desse jeito você curte a vista sem precisar colocar tanto a mão no bolso. Se você é daqueles desprevenidos ou não gosta de levar peso para praia, em Grumari há bastante opção de ambulantes, mas por incrível que pareça só vi UM vendendo água. Ou seja, confiar que essas praias mais distantes tenham uma infraestrutura é praticamente furada. Então, se serve de conselho, sempre leve o que acha que vai precisar. 

grumari_kari_desbrava_2

grumari_kari_desbrava_5

grumari_kari_desbrrava_3

grumari_kari_desbrava_4

Sobre estacionamento há muitas vagas. Eu fui em um domingo e cheguei às 10h e encontrei vaga sem estresse. Entretanto, aconselho chegar cedo, pois depois lota e achar uma vaguinha fica praticamente impossível. E ninguém merece chegar em Grumari e não poder desfrutar de lá só porque não tinha lugar pra estacionar, não é mesmo?

Além disso, a praia também não tem chuveirinho. É você, o sol e o mar. Portanto, não esqueça de levar o protetor solar, óculos escuros, cadeira de praia e seu guarda-sol, se quiser economizar. De resto, leve sua câmera fotográfica e animação e curta toda tranquilidade e paz que Grumari pode te dar.

LEIA MAIS: As melhores fotos do Instagram com a hashtag #KariDesbrava #2

E você qual praia do Rio mais gosta de ir? Tem alguma experiência com Grumari ou outra praia selvagem? Me conta nos comentários!

***

Se você gostou deste conteúdo compartilhe nas redes socias. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars

 



1 In O que fazer no Rio/ Rio de Janeiro

Tudo sobre voar de asa delta

Há um tempo realizei um sonho: voei de asa delta. Sempre quis fazer isso desde adolescente e há dois anos consegui por essa meta em prática. Como naquele tempo eu ainda não tinha o blog resolvi relembrar esse momento especial e compartilhar com vocês a delícia que é voar.

Nas fotos e vídeo abaixo vocês ficam por dentro de como foi a experiência…

Que tal uma viagem ao Rio de Janeiro? Através do Kari Desbrava, que é afiliado do Booking.com, você pode reservar sua hospedagem e ficar sossegado 🙂



Booking.com

Momentos de tensão

A decolagem

DCIM104GOPRO

Aproveitando o momento

DCIM104GOPRO

Sonho realizado = Só alegria

Contato instrutor Luciano Popo: http://flex1delta.com.br/wp/
Valor do voo: R$ 540 com fotos + vídeo de uma câmera na frente da asa + taxa de seguro incluso

*O valor acima é referente ao mês de Agosto e Setembro de 2016

***

Se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais. 😉

Beijos,

Kari.

 

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars

 

 



4 In O que fazer no Rio/ Rio de Janeiro

Cinco lugares para curtir o frio no estado do Rio de Janeiro

O inverno na cidade do Rio de Janeiro não é bem um inverno. Bom, pelo menos não daqueles que tem tempo frio e neve. Aqui as temperaturas nessa estação do ano dificilmente ficam abaixo de 16°C. Isso pode deixar algumas pessoas que gostariam de curtir temperaturas mais amenas frustadas. Mas como tudo na vida tem solução, no Estado do Rio tem cidades em que é possível curtir o clima de montanha… Eu e blogueiros de viagem estamos reunidos nesta blogagem coletiva para dar dicas de viagem seja qual for a estação do ano. Saca só:

banner

 

1 – Nova Friburgo

A cidade de Nova Friburgo, na Região Serrana, é o segundo lugar mais frio do estado. Para se ter uma ideia, em 29 de abril deste ano a temperatura mínima registrada no município foi de 3,1 graus, algo impensável para a cidade do Rio.  Quem quer visitar o local pode aproveitar o Turismo de Aventura, ponto forte da região, com passeios guiados pelo Parque Estadual dos Três Picos.

Nova Friburgo também tem um forte comércio de roupas íntimas. Já na área rural, um bom programa é pegar a RJ-116 e conhecer os restaurantes dos distritos de Mury e o sossego de Lumiar.

A cidade também tem a via Tere-Fri, que liga Friburgo a Teresópolis, um trecho conhecido por ser paradas das famílias.

Quando fui a Nova Friburgo fiquei hospedada no Alê Albergue da Juventude. O preço era em  conta e foi uma viagem divertida. Mais pra frente se vocês tiverem interesse posso fazer uma resenha do local.

Nova Friburgo vista do alto Foto: Reprodução Flirck

 

Que tal uma viagem ao Rio de Janeiro? Através do Kari Desbrava, que é afiliado do Booking.com, você pode reservar sua hospedagem e ficar sossegado 🙂



Booking.com

2- Petrópolis

Petrópolis também fica na Região Serrana. Normalmente é procurada pela a atmosfera imperial — a família real ia para lá fugir do calor da cidade do Rio —  e as deslumbrantes paisagens montanhosas. Por ter bastante coisa para fazer e conhecer vale ficar mais de um dia na cidade.

LEIA MAIS: Bate e volta Petrópolis: um pouco de história, dicas e o que conhecer

Palácio

Visite o Palácio Rio Negro, a Casa da Ipiranga, o Palácio Quitandinha, o Palácio de Cristal, a Casa de Santos Dumont e o Parque Nacional da Serra dos Órgãos.

LEIA MAIS: Visita ao Parque Nacional da Serra dos Órgãos, em Guapimirim

3- Itatiaia

Itatiaia é a região mais fria do estado fluminense e o lar do ecoturismo. O Parque Nacional de Itatiaia é o atrativo da região e faz divisa com o Rio de Janeiro e com Minas Gerais. Na parte do Rio, é possível fazer passeios mais leves além de aproveitar as paisagens e cachoeiras com piscinas naturais, como a Véu de Noiva e Itaporani. 

MAIS INFORMAÇÕES: http://www.icmbio.gov.br/parnaitatiaia/

4 – Teresópolis

A principal atração de Teresópolis é o Parque Nacional da Serra dos Órgãos, onde fica o Pico Dedo de Deus. A cidade, de ritmo sossegado, tem uma das melhores estruturas da região para os turistas que buscam visitar o parque.  Destaque para a Vila St. Gallen, Orquidário Aranda, Granja Comary e  Parc Magique.

Montanhas

Dedo de Deus visto de longe Foto: Reprodução Facebook/ Parque Nacional da Serra dos Órgãos

MAIS INFORMAÇÕES: http://www.icmbio.gov.br/parnaserradosorgaos/

5- Visconde de Mauá

O local, que é um distrito do município de Resende, é conhecido por hospedagens confortáveis e bons restaurantes. Além disso, a natureza de lá é algo que encanta qualquer visitante. A região de Visconde de Mauá é composta por três vilas principais: Visconde de Mauá, Maromba e Maringá — parte mais perto de Minas.

Um detalhe importante é que o viajante deve levar dinheiro em espécie já que só há apenas um caixa eletrônico Itaú em Mauá.

É legal conhecer o Museu Duas Rodas , a Cachoeira do Escorrega, em Maromba, e a vila de Maringá. Dependendo do tempo que for ficar lá dá para incluir no roteiro: às cachoeiras Vale do Alcantilado, Santa Clara, Vila de Santo Antônio do Rio Grande, Fumaça e ainda subir até a Pedra Selada.

cachoeira

MAIS INFORMAÇÕES: http://www.viscondedemaua.com.br/

Vários blogueiros de viagem também participaram da blogagem coletiva #viajandonasquatroestações. Veja a dica deles:

Destinos por onde andei… – Primavera em Nova York

 Mariana Viaja – Verão na Espanha: passeios em Barcelona e Madri

 Outro blog – Inverno em Banff | Montanhas Rochosas Canadenses

 A Casa na Mala – Qual a Melhor Época do Ano Para Viajar à Europa?

 Por aí com os Pires – Flórida no verão

 Família Viagem – As cores do outono em Seattle

 Pegadas na Estrada – Outono na Islândia, uma estação surpreendente!

 Viajonários – O que fazer na Califórnia no inverno

 Foco no Mundo – Como sobreviver ao inverno europeu

 O Melhor Mês do Ano – O que levar para o Atacama em cada estação do ano

 Escolho Viajar – Patagônia no verão – a melhor estação para a visitar

 Caixa de Viagens – Alpes italianos – onde curtir o inverno nas 5 cidades italianas mais charmosas, badaladas e com estações de esqui na região

Vaneza com Z – 10 coisas para fazer no Verão em Salvador

 Cantinho de Ná – Como é New York na primavera

 Viagens que Sonhamos – Inverno na Serra Gaúcha

A Path to Somewhere – 10 lugares para curtir o outono em Nova York

 Mochilão Barato – Mochilando no Inverno Europeu

Viagens Invisíveis – Inverno em Malta, vale a pena?

 Alyssa Prado Blog – 6 Motivos para visitar Floripa no Inverno

Viajando em Família – Qual melhor época para ir para Orlando: Inverno ou Verão???

Apure Guria! – Sobrevivendo ao inverno na Nova Zelândia

Ligado em ViagemDobel na Alemanha, muita neve na região de Baden-Württemberg

 Pequeno Grande Mundo – Em Manaus é verão o ano inteiro

Destino Mundo Afora – Inverno na Serra Catarinense

The Nat’s Corner – Verão Europeu: O Que Levar na Mala

Lolepocket – 7 praias do Rio de Janeiro para curtir o verão como os cariocas

 Uma Senhora Viagem – Dois Outonos Diferentes na Europa

 Devaneios de Biela – As Cores e os Contrastes de Cartagena na Primavera

 Baianos no Polo Norte – 10 motivos para visitar Toronto no verão

 

***

Se você gostou deste conteúdo compartilhe nas redes sociais. 😉

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



0 In O que fazer no Rio/ Passeios

Um passeio pela Feira das Yabás

A Feira das Yabás é um evento que acontece todo segundo domingo do mês no subúrbio do Rio. Lá você pode encontrar as mais diversas iguarias da culinária afro-brasileira e um bom samba. Comandada por Marquinho Oswaldo Cruz, a Feira das Yabás é um programão e tanto!

12961388_1057229287673531_809604083033843437_o

Eu sou suspeita pra falar, já que amo comer e amo samba, mas é muito difícil decidir o que é mais legal na feira: se são as comidas ou as bebidas. Além disso, por ser no subúrbio os preços são infinitamente mais em conta do que em lugares mais próximos ao centro da cidade.

Sobre a culinária você vai encontrar: bolinho de bacalhau, pastel, vaca atolada, aipim com carne seca, mocotó, etc. As barraquinhas são comandadas pelas tias que compõem a Velha Guarda da Portela, minha escola de coração e a mais linda agremiação do Rio <3

Mas, eu destaco um prato que não estava nas barraquinhas. Em um bar, bem no fim da feira e que não tem nome, vendia um caldo de piranha espetacular que custava somente R$ 12 dilmas, hehehe. Se você for à feira, por favor, procure este bar (que deve ter um letreiro na porta escrito: aqui vende caldo de piranha e tem donos muito simpáticos)!!!

Lá também tem barraquinhas que vendem turbantes e brincos que exaltam a cultura afro-brasileira. Se você gosta de feirinhas vai amar essa parte também.

A outra parte fica por conta dos shows que rolam no palco. Animado, a galera canta e samba junto.

Como chegar

Fui de carro guiada pelo bom Waze. Mas, aconselho sempre a checar o trajeto no Google Maps, já que os aplicativos de trânsito podem te levar a lugares um pouco perigosos. Como você está indo para o subúrbio, você passará por diversas comunidades. Quem não está habituado, pode sentir medo. Na dúvida, vá de táxi ou contrate uma agência que faça esses tipos de passeios.

Se você é carioca, destemido ou já tá habituado a andar por aí sem medo, também há a possibilidade de ir de transporte público.

***

Se você gostou deste post compartilhe nas redes sociais. 😉

 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars