Browsing Category

Dicas

1 In Dicas/ Mais recentes/ Viagens

Como viajar com o dólar alto?

dolar
Compartilhe:

Viajar com o dólar batendo R$ 4,50 não é das tarefas mais fácies. A desvalorização do real frente a moeda americana pode desanimar muitos de fazerem a tão sonhada viagem. Mas, o blog vem aqui te dá uma boa notícia: viajar com o dólar alto é possível, mas para isso é preciso ter um bom planejamento.

E para te ajudar no antes, durante e depois da sua viagem reuni as melhores dicas sobre como viajar com o dólar alto! Confere só:

Cuidado com a escolha do destino!

Pesquise muito os destinos antes de embarcar. Verifique se não é melhor conhecer países com moedas mais em conta. Bons lugares para se viajar com o dólar está alto são países da América do Sul, como Chile, Argentina, Peru e Bolívia, destinos mais alternativos da Europa, com Hungria e outros países do leste europeu, ou então países como México, Índia e Africa do Sul, que possuem culturas muito interessantes e são bem mais em conta que os Estados Unidos.

Mas, se o seu sonho é mesmo se esbaldar em Nova Iorque, Miami ou Paris, calma! Como eu disse acima, nada como planejamento para conseguir realizar esta meta.

Não compre dólar na última hora

Ao invés de comprar dólar em cima da hora, vá comprando a moeda aos poucos. Assim você consegue pagar a média do que a moeda vale, ao invés de pagar o valor mais alto. Lembre-se: em tempos de crise econômico, período na qual vivemos hoje, a cotação das moedas varia muito. Por isso, comprar tudo de uma vez pode causar um roubo no seu orçamento.

Fique mais tempo nos lugares

Tempo de dólar alto pede cuidados redobrados. Ao invés de fazer um pinga pinga entre destinos porque não passar mais tempo no mesmo lugar? Quando ficamos mais tempo em um destino, a tendência é que economizemos mais, pois assim temos tempo de andar de transporte público, pesquisar preços de onde comer, sem falar na economia que se faz pelo fato de não estar se locomovendo a todo momento.

Atenção com a hospedagem

A hospedagem é uma das grandes custos de uma viagem, por isso, tenha atenção ao escolher a sua. Mas, guarde bem este conselho: sempre priorize um local com boa localização. Escolher pagar mais barato, mas fica em um local longe é cilada! O que você economiza com a hospedagem, gasta com transporte. E gasto excessivo é tudo o que você deve evitar com o dólar alto.

Viaje no meio da semana

Viajar no meio da semana barateia os custos da passagem. Então, se você tem como viajar na terça, quarta e quinta ao invés do fim de semana, faça isso! Afinal, assim você utiliza o dinheiro economizado na passagem para gastos durante a viagem.

Use as milhas

Lembra do seu cadastro nos programas de fidelidade da companhia aerea? Então! Acesse e verifique se a quantidade de milhas acumuladas podem te ajudar a comprar uma passagem.

Fuja dos períodos de alta temporada

Além de tentar não viajar no fim de semana, em período de dólar alto, fuja da alta temporada. Como bom viajante, você sabe que alta temporada é sinônimo de preços mais elevados. E adivinha? Você deve correr disso!

Compre os passeios com antecedência

Na hora do planejamento, pesquise quais atrações você quer conhecer e verifique se comprar os ingressos para elas com antecedência te fará economizar. Provavelmente a resposta será sim, e diante da certeza que alguma grana será poupada, nem pisque: compre logo suas entradas.

Calcule a média diária dos gastos

Uma ótima estratégia para viajar com o orçamento mais apertado é orça o quanto você pode gastar por dia. Assim, se você economiza em uma dia, pode gastar mais um pouquinho no outro. E vice-versa. Uma ótima forma de fazer esse cálculo é através do site Quanto Custa Viajar.

Esqueça as compras

Tempos de dólar alto não é um período favorável para compras. Ao invés isso, foque em conhecer mais o destino. Considere também atrações gratuitas como freewalking tours ou os dias de entrada gratuitas em museus e centros culturais.

Prefira dinheiro vivo

Usar o cartão de crédito em viagens internacionais pode ser a maior furada. Com o dólar alto então… Tudo isso porque a conversão do que você irá pagar só é feita no fechamento da fatura e, até lá, a moeda pode ter se valorizado. Por isso, opte por usar dinheiro vivo ao invés do cartão de crédito.

Ainda tá difícil viajar?

Se mesmo com as dicas acima ainda tá difícil tirar seus planos do papel, considere parcelar a viagem. Mas, antes de sair parcelando tudo e se enfiar em uma dívida, conheça bem sua vida financeira e verifique em quanto tempo você vai conseguir quitar essa dívida! Se você comprovar que o parcelamento não é uma boa opção, considere então viajar pelo Brasil. Geralmente, achamos o Brasil caro, mas muitas vezes comparamos os preços da alta temporada daqui com a baixa temporada dos destinos internacionais.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Dicas/ Mais recentes/ Viagens

Veja dicas para evitar a má circulação durante as viagens

Compartilhe:

Durante viagens longas é imprescindível que tenhamos alguns cuidados para não comprometermos nossa saúde. Passar muitas horas sentados durante o deslocamento, seja no carro ou no avião, até o destino final não faz bem. Segundo um estudo publicado no periódico científico ‘Circulation’, ficar por mais de cinco horas sentado aumenta em 70% o risco de embolia pulmonar, por exemplo.

Mas, há alguns cuidados que devemos ter para manter a saúde em dia durante as viagens. Vamos conferir?

Leia mais: Seguro Viagem: entenda porque você deve fazer um antes de embarcar!
8 formas de acumular milhas aéreas

Mexa-se!

Se ficar muito tempo sentado prejudica a nossa saúde, então o ideal é se mexer. Para isso, priorize sentar no corredor. Assim, a locomoção fica mais fácil e você consegue esticar as pernas com maior facilidade.

Se estiver viajando de carro, vale estudar o percurso com antecedência e programar paradas para esticar as pernas e mexer o corpo durante o caminho.

Cuide da saúde

Tem coisas na vida que é melhor prevenir que remediar. E com a saúde é desse jeito. Quem mantém uma rotina mais saudável acaba sofrendo menos com a má circulação. Por isso, coma bem, durma bem e beba bastante água. Também não esqueça de se exercitar. Manter a saúde em dia é essencial para conseguir viajar mais.

Evite o stress

Viajar de avião para muitos é um desafio. Para outros, ficar muito tempo na estrada pode ser desesperador. Apesar de muitas vezes o medo e a ansiedade baterem, procure meios de se controlar. Medite, faça uma playlist bacana para o caminho, leve um livro. Prepare sua mente para o percurso que será feito. Caso nada disso dê resultado, vale consultar um médico para descobrir o que te deixa tão desconfortável e encontrar uma solução para isso.

Meias de compressão

As meias de compressão podem ser grandes aliadas do viajante, já que elas são feitas para ajudar na circulação das pernas. Antes de uma viagem longa, considere adquirir uma. E caso tenha alguma dúvida sobre sua indicação e funcionamento, não esqueça de consultar o seu médico antes de usá-la.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
2 In Dicas/ Mais recentes/ Viagens

Seguro Viagem: entenda porque você deve fazer um antes de embarcar!

Compartilhe:

Vejo muitos viajantes com dúvidas se vale a pena ou não fazer um seguro viagem. Bom, seguro é aquele tipo de serviço que a gente contrata sempre torcendo para não precisar, mas se precisa e não tem bate aquele arrependimento de não ter feito. Se só de imaginar os perrengues que podem ser evitados com a contratação de um seguro viagem não te convenceram, confira nesse texto o porque é importante contratar um seguro antes de viajar. 

Para começar, despesas médicas em outros países podem ser extremamente caras. Já conheci histórias de viajantes que não contrataram um seguro-viagem e se deram muito mal, pois quando chegaram ao Brasil se depararam com uma conta enorme para pagar.

Além disso, a contratação de um seguro viagem também pode te dar direito a outros serviços como suporte jurídico, indenização por extravio da bagagem, auxílio em caso de perda de documentos e reembolso por atrasos ou cancelamentos de voos. O que facilita, e muito, a vida do turista.

 

#DICADAKARI: Leia muito bem a apólice antes de

contratar o seguro, para saber o que ele te dá direito!

 

Outro fato que o viajante tem que se atentar é que alguns países exigem que o estrangeiro tenha um seguro-viagem para poder entrar em seu território. Um bom exemplo são os 27 países europeus que integram o Tratado de Schengen, que exigem que o turista tenha um seguro-viagem com cobertura mínima de 30 mil euros. Então, se seu sonho é conhecer o velho continente, já deixe reservada a grana para o seguro viagem.

Os países europeus que exigem o seguro-viagem são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Irlanda, Islândia, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Suécia e Suíça. Além deles, outros países também exigem seguro-viagem do turista: Cuba, Emirados Árabes Unidos, Qatar e Turquia. 

Pesquisar bem a empresa e o seguro viagem antes de contratar o serviço é fundamental para não cair em furadas

O que considerar antes de contratar um seguro?

Depois de entender a importância de contratar um seguro viagem antes de  embarcar vamos as dicas para não errar na escolha. Essa é a parte chata, mas muito necessária. Afinal, você não quer ficar desassistido caso preciso usar o seguro, né? A melhor maneira de evitar surpresas desagradáveis, ainda mais quando se está com algum problema de saúde, é tomar alguns cuidados antes de contratar seu seguro, na hora do planejamento da viagem. Veja quais são eles:

– Verifique se os  valores de cobertura médica estão de acordo com o destino que você vai. Como citamos acima, para conhecer 27 países europeus, por exemplo, é exigido uma cobertura mínima de 30 mil euros.

– Leia atentamente quais são os precedimentos para acionar o seguro e em quanto tempo e como é feito o reembolso caso o seguro seja acionado. Aqui, vale checar quais documentos são necessários para que você receba o benefício.

– Existem seguro-viagem para diversos perfis: gestantes, idosos, estudantes de intercâmbio e praticantes de esportes radicais, com planos individuais e familiares. Verifique qual atende melhor o seu perfil.

– Pesquise a reputação da empresa que pretende contratar o serviço. Se ela tem um histórico ruim, provavelmente, fechar com ela não será uma boa ideia. Sites como o Reclame Aqui podem te ajudar a descobrir quais experiência negativas outros clientes tiveram. 

Faça aqui a comparação do seu seguro viagem!

Viajante conta experiência

“Em 14 de Dezembro eu tinha uma viagem marcada para o Chile, essa viagem como todas as outras que faço, foi programada com um tempo de antecedência para que eu pudesse me organizar financeiramente para realiza-la e pesquisar sobre os passeios que gostaria de fazer.

Sempre compro minhas passagens com o apoio de um agente de viagens. E todas as vezes que o agente me oferece o SEGURO VIAGEM, em 90% das vezes eu nego, pois acredito que o valor investido nele, pode ser melhor aproveitado em um restaurante ou passeio. Nessa viagem não foi diferente, meu agente ofereceu o seguro (R$ 48) e no primeiro momento eu neguei. Mas um dia antes da viagem eu resolvi fazer, porém com uma pontinha de remorso.

No dia do embarque, ao chegar no aeroporto eu comecei a sentir uma indisposição, uma dor no meu estômago e sintomas muito parecidos com má digestão. Na hora imaginei que algum alimento tivesse feito mal, comprei um remédio para o estomago e segui a viagem. 

LEIA MAIS: Como usar o Facebook para organizar a sua viagem

Confira uma lista de presentes inspirados em viagem que custam até R$ 50

Chegando no Chile sob o efeito do remédio, eu estava melhor e dei início ao meu tão esperado passeio, porém o tempo passava o remédio deixava de fazer efeito, e novos sintomas surgiam. O primeiro sintoma a se juntar à dor de estomago foi a dor nas costas, depois a sensação de bexiga cheia e por fim o corpo todo dolorido como a sensação de quem está com uma gripe muito forte.

Até que ficou insuportável, e os remédios já não estavam mais fazendo o efeito. Expliquei para minha amiga que na hora se fez solicita e entramos em contato com o SEGURO VIAGEM, prontamente fomos encaminhadas à uma clínica próxima onde recebi os primeiros socorros. Meu primeiro diagnóstico foi Infecção de urina em estágio avançado. Fizeram todos os exames, fui medicada para o meu retorno ao Brasil. O atendimento foi de primeira, e o suporte que a seguradora e meu agente deram foi essencial.

Quando retornei, fui internada, e com base nos exames feitos no Chile e mais uma pancada de exames feitos aqui, meu diagnóstico final foi APENDANGITE EPOCLÓICA (trocando em miúdos: uma trombose na gordura do intestino grosso), que causou essa infecção que passou para o meu estômago e parte renal.

Ou seja, a minha teimosia em não procurar ajuda e me auto medicar fez com que esta infecção caminhasse e piorasse todo o quadro clinico.

Então o que fica de aprendizado nessa história:
– NUNCA FAÇAM UMA VIAGEM SEM FAZER UM SEGURO (esses R$48 salvaram a minha vida)
– É IMPORTANTE SIM SE POR NO LUGAR DO OUTRO, MAS NUNCA SE DEIXE PARA SEGUNDO PLANO.
– COM SAÚDE NÃO SE BRINCA”

Relato da Juliana Leitão, publicado no grupo Mochileiros na Europa

 

Seguro viagem geral 728x90

 

Contrate seu seguro

O Kari Desbrava é afiliado da Real Seguro e, através dela, você pode fazer a cotação do seguro que melhor lhe atende. A Real Seguro é um buscador que lhe mostrará os preços e planos disponíveis nas mais variadas empresas. 

Contratei meu seguro viagem para a Argentina e gostei bastante do atendimento. Assim que realizei a pesquisa, recebi a ligação de uma atendente que foi super solícita e me ajudou a escolher o seguro que melhor me atendia.

Além disso, contratando o seguro através do blog você ajuda o Kari Desbrava a continuar produzindo conteúdo de qualidade sem pagar nada a mais por isso. 

Se ainda ficou alguma dúvida sobre como funciona um seguro viagem, confira o vídeo abaixo: 

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Dicas/ Mais recentes/ Vídeos

VÍDEO | Como é ficar hospedada em um hostel

Sala de estar
Compartilhe:

Tem dúvida como funciona um hostel? Se é seguro? Crianças podem se hospedar em um hostel? Respondo a essas e outras dúvidas nesse vídeo.

Se você achou esse vídeo interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Argentina/ Dicas/ Mais recentes

Como é viajar pela Aerolineas Argentinas?

Compartilhe:

Quando resolvi viajar para Buenos Aires comecei aquela pesquisa de preço das passagens aéreas. Até aí, nada demais já que esse é um procedimento padrão na vida de quem viaja. Sempre que busco por passagens aéreas tento juntar alguns requisitos, sendo eles, geralmente: bom preço aliado ao menor tempo possível dentro do avião. E a companhia que me proporcionava isso para esse destino era a Aerolineas Argentinas. Mas como é voar com a Aerolineas? Essa companhia é confiável? Bom, vamos lá.

A cia

Não vou falar sobre preço, pois pagar barato em uma passagem aérea depende de diversos fatores como época do ano em que se vai viajar, com quanto tempo de antecedência você comprou a passagem, do quão perto ou distante você está do destino para qual pretende ir, entre outros fatores. Aqui vou relatar o que curti e o que não curti na companhia aérea e espero que isso possa te ajudar a tomar sua decisão de compra.

Sobre os aspectos positivos:

– A Aerolineas tem comissários de bordo super atenciosos. O único porém é que como a companhia é argentina, a língua padrão deles é o espanhol. Isso pode ser uma fator complicador se você não está habituado com o espanhol, já que os hermanos falam um tanto rápido. Na dúvida, peça para eles “hablarem um poco mais devagar”.

– Curti bastante o lanche que eles dão durante o voo. No meu caso ganhei dois sanduíches de pão de forma (um braco e um negro) sem casca com queijo e presunto, um alfajor e uma bebida, que poderia ser refrigerante, café ou água. Pelo que observei, o passageiro pode escolher mais de uma bebida se quiser. 

Lanche dado durante o voo

 

– As aeronaves da companhia possuem Wi-Fi, para utilizá-las basta baixar o aplicativo da Aerolineas e usá-lo durante o voo. Não lembrei de baixar o aplicativo, mas vi passageiros ao meu lado usando e ninguém se queixou. Logo, funciona.

– O banheiro é bem limpo e cheiroso e tem água quente na pia. Achei bacana! 

Fazendo a espaçosa já que não tinha ninguém ao meu lado no voo

Sobre os pontos negativos:

– Não consegui fazer check in online e isso me incomodou. Gosto de já sair de casa para o aeroporto com isso resolvido, pois detesto filas e tudo que puder fazer online faço. Na ida fiz check in em uma máquina de autoatendimento. Já na volta, tentei fazer nessa mesma máquina e também não consegui. Então tive que ir até o guichê da cia aérea mesmo.

– A poltrona da aeronave é um pouco dura. Em um voo de 3 horas isso não é um problema. Mas, em voos mais longos pode se tornar. Talvez falha fazer um upgrade de poltrona para não ficar com a bunda quadrada.

Vale ou não fale a pena?

Apesar da parte do check in não ter me agradado nenhum pouco, gostei de voar de Aerolineas. Não tive nenhum problema com a companhia e nem vi outros passageiros com problema (sempre reparo no que acontece a minha volta!). Logo, se você é brasileiro e não conhece a Aerolineas Argentinas e tá na dúvida se deve comprar a passagem por ela, responde que sim.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Dicas/ Viagens

Livros de Viagem | Resenha do ‘Não Comprei na Zara Gastei Na Viagem’

Compartilhe:

Esse ano coloquei nas minhas metas ler um livro por mês. Vi esse desafio no perfil do Facebook de um professor meu da faculdade e decidi que queria participar, já que fazia um tempo que queria ler leituras mais aprofundadas. Pois bem…  entre os livros que já foram devorados estão o ‘Não Comprei Na Zara Gastei Na Viagem’, da Amanda Noventa, do blog Amanda Viaja.

LEIA MAIS: 7 dicas que você deve seguir se quiser viajar mais

Antes de falar do livro propriamente, gostaria de contar como conheci o conteúdo da Amanda. Além do blog, ela também é colunista do Estadão e foi através do textos no jornal que conheci o trabalho dela. E por gostar da forma como ela escreve resolvi ler o livro, já que o tema dele me interessava: poupar para viajar.

O livro

Achei que livro é um puxão para a realidade daqueles que desejam viajar mais e sempre arrumam uma desculpa. Não tenho dinheiro, não tenho tempo, etc muitas vezes são desculpas que damos para disfarçar a nossa falta de prioridade.

No livro a Amanda, que não nasceu rica, conta como faz para economizar para viajar. Tem dica de como ela lida com as contas, carro, quantas vezes compra roupa, se prioriza qualidade ou quantidade, dinheiro X relacionamento, além claro, de dividir com o leitor dicas legais para aplicar nas trips.

LEIA MAIS: Insegurança, falta de dinheiro e de tempo livre impedem que as brasileiras viajem mais, aponta pesquisa  

Muitas vezes é difícil resistir as tentações do dia a dia. É só um cafezinho, uma blusinha, um jantarzinho fora… E quando você vê seu salário já foi e aquela viagem que você queria não pode mais ser feita. A realidade é que se você não nasceu rico é preciso planejamento para conseguir conhecer todos aqueles destinos dos sonhos.

É sabe porque é tão difícil poupar para viajar? Por que viajar não te dá prazer imediato. É preciso tempo para que aquele sonho se realize. E quando as nossas emoções estão afloradas é difícil mesmo resistir a todas as tentações que a rotina nos apresenta. Mas posso te garantir que se você resistir a elas vai descobrir que uma viagem proporciona muito mais prazer, e memórias, do que a forma como você está gastando seu dinheiro atualmente.

LEIA MAIS: 4 atitudes para não se endividar com as viagens

E ler o  ‘Não Comprei Na Zara Gastei Na Viagem’ pode te trazer bons insight sobre esse tema. Vale a leitura!

E você, tem algum livro de viagem para indicar? Deixa o nome nos comentários! 🙂

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Dicas/ Listas/ Viagens

10 filmes sobre viagem para assistir na Netflix

Compartilhe:

Se você está nesse blog com certeza sabe que viajar é bom demais! Porém, nem sempre é possível viajar o tanto quanto gostaríamos seja porque ainda estamos juntando dinheiro para a próxima aventura ou por estarmos trabalhando, por exemplo. Se você não tá podendo viajar seja lá qual for o motivo, que tal ver algum filme sobre viagem e se inspirar para quando chegar a sua vez? Confira a lista abaixo com 10 filmes sobre viagem que você pode assistir na Netflix.

1 – Viajar é preciso

Problemas financeiros forçam um casal de Nova York a se mudar para Atlanta. A caminho do sul dos EUA, eles encontram uma comunidade hippie e consideram adotar seu estilo de vida. 

2 – Burn, burn, burn

Uma viagem de carro para espalhar as cinzas de um amigo se transforma em uma jornada emocional de autoconhecimento para Seph e Alex.

 

3 – Um parto de viagem

Peter é impedido de voar a poucos dias do parto de sua esposa e precisa viajar de carro pelo país com um cara que não gosta. 

4 – Mexicana

Um ladrão atrapalhado viaja até a fronteira para recuperar uma pistola valiosa para o chefe, apesar da insistência de sua namorada para que abandone o mundo do crime. 

5 – Up Altas Aventuras

Depois de uma vida sonhando em viajar pelo mundo, um velhinho voa em uma aventura incrível com um menino ao seu lado.

6 – Na natureza selvagem

Um jovem desiste de tudo, inclusive de seus investimentos e laços com a família, para viver uma vida solitária na natureza. 

7 – Cartas para Julieta

Ao responder uma carta endereçada à trágica heroína de Shakespeare, uma jovem americana em Verona, na Itália, começa uma jornada à procura do amor. 

8 – Copenhagen

Namorando aqui e ali pela Europa enquanto procura o avô que nunca conheceu, William faz amizade com uma menina de 14 anos que muda seu modo de ver as mulheres. 

9- Diário de um Jornalista bêbado

Johnny Depp estrela esta adaptação da obra de Hunter S. Thompson sobre um jornalista beberrão que se muda para Porto Rico e se apaixona por uma mulher comprometida. 

10 – Colegas

Inspirados no filme “Thelma & Louise”, três amigos com síndrome de Down resolvem deixar para trás a instituição onde vivem e embarcam em uma longa viagem de carro.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Dicas/ Listas/ Viagens

8 formas de acumular milhas aéreas

Compartilhe:

Acumular milhas deve ser a missão de toda a pessoa que quer viajar mais. Através delas, é possível economizar uma boa grana e usar o dinheiro que seria destinado para as passagens aéreas para outras despesas da viagem.

Sem contar, que o valor das passagens são uma das grandes despesas, se não a maior, quando se pensa em viajar. Ouço muita gente falar que não viaja mais porque é caro. Então, que tal juntar milhas, comprar suas passagens com os pontos e fazer a viagem ser mais barata?

LEIA MAIS: Como economizar mais R$ 6 mil por ano e viajar mais!

Quer saber como? Confira:

Formas de acumular milhas:

1 – Cartão de crédito

O cartão de crédito pode ser o vilão do orçamento. Mas, se você souber utilizá-lo ele pode ser um grande ajudante nas suas viagens. Através das compras que você faz no cartão de créditoé possível  acumular pontos. Esses pontos podem ser transferidos para os programas das companhias aéreas e TCHANRAN: convertidos em passagens.

Todas as companhias oferecem programas de fidelidade. A dica é pesquisar e decidir o que mais te interessa. Os programas de fidelidade brasileiros são: Smiles, da Gol; Multiplus, da Latam; Amigo, da Avianca; e Tudo Azul, da Azul. 

2 – Com aplicativos de transporte

Se os apps de transporte vieram para facilitar a nossa vida, agora eles também nos ajudam a acumular milhas. É o caso do Uber, que te ajuda a pontuar no Smiles ou do Cabify que te ajuda com o Multiplus.

Ah, e se você for esperto pode acumular pontos duas vezes: pagando as corridas no cartão você acumula ponto através do aplicativo e no pagamento da fatura do cartão.

Aplicativos de transporte como o Uber passaram a pontuar em programas de fidelidade

LEIA MAIS: Como usar o Facebook para organizar a sua viagem
Porque e como comecei a viajar

3 – Assinatura de clubes de fidelidade

Falei acima que as cias aéreas oferecem programas de fidelidade. Além de você poder acumular milhas em diversas situações do dia a dia, também é possível assinar esses clubes e pontuar a quantia de pontos referente ao valor da assinatura.

Sou assinante do Clube Smiles da Gol e eles possuem uma promoção muito legal chamada “Milhas pra você e pra mim”. Nessa promoção, o assinante pode indicar até 10 pessoas por mês e ambos (o assinante e o indicado) ganham milhas. 🙂

Quer ganhar milhas? Me manda um e-mail para karidesbrava@gmail.com que lhe indico para o clube e ganhamos pontos juntos!

4 – Hospedagens

Diversos hotéis são parceiros dos programas de fidelidade. Para pontuar, confira a lista de parceiros no site do programa na qual faz parte ou pergunte na hora da reserva se o estabelecimento é parceiro de algum programa. Assim, você não desperdiça oportunidades de acumular milhas!

Procure saber se a hospedagem em que vai ficar é parceira de algum programa de fidelidade

5 – Fazendo exercícios

É isso mesmo que você leu! O aplicativo HeartBit oferece milhas para o Multiplus para aqueles que se exercitam com ele. Veja abaixo como funciona:

Agora dá até mais vontade de se movimentar né?

LEIA MAIS: Três dicas para comprar passagens aéreas mais baratas
Glossário do viajante: Entenda o significado de alguns termos

6 – Compras online

Também é possível pontuar comprando online. Essa é uma oportunidade de você ganhar milhas comprando algo que precisa. Para isso, visite as lojas parceiras do programa de fidelidade na qual você faz parte, compre e acumule milhas.

Multiplushttps://www.compreipontuei.com.br/

Smileshttps://www.shoppingsmiles.com.br/smiles/index.jsf?a=true

Tudo Azul – Não possui plataforma própria, mas possui parceria com a loja virtual Casas Bahia.

Amigo – Não possui plataforma própria, mas possui parceria com a loja virtual do Extra.

7 – Viajando de avião

Ao viajar de avião também é possível acumular mais milhas. É como se fosse um ciclo vicioso do bem. Quanto mais você viaja, mais milha tem para viajar. Para isso, cadastra-se no programa da cia aérea que você vai viajar e não perca a oportunidade de pontuar.

No caso de cias aéreas internacionais, verifique se tem alguma equivalência com o seu programa de fidelidade e transfira os pontos. Voando Delta, KLM e AirFrance, por exemplo, é possível pontuar no Smiles.

LEIA MAIS: Infográfico: 10 dicas de segurança para viajantes

Camiseta ajuda viajante a se comunicar em qualquer lugar do mundo

8 – Postos de combustíveis

Ao abastecer também é possível pontuar nos programas de fidelidade. Alguns dos programas existentes são o Km de Vantagens, do Ipiranga; Petrobras Premmia, dos postos Petrobras; e o da Shell, através do aplicativo Shell Box.

Neste caso, vale levar em consideração diversos fatores para saber se vale a pena acumular pontos dessa forma. Algumas das coisas que você deve se perguntar é: vale a pena trocar o posto onde abastece por um que faz parte da rede só para participar da promoção? No caso do programa da Ipiranga, é preciso levar em consideração também se o custo das transferências para o Multiplus, que são pagas, compensa. 

                                        Guarde este infográfico e não esqueça mais como acumular milhas!

 

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Dicas/ Viagens

[VÍDEO]: Febre amarela e como ela afeta a vida do viajante

Compartilhe:

Algumas cidades brasileiras estão vivendo um surto, ou a eminência de um, de febre amarela. Por causa disso, uma campanha de vacinação foi iniciada em vários estados e a procura por imunização tem crescido. Mas como a febre amarela afeta a vida de quem viaja? Quais cuidados temos que ter antes de ir para um lugar em que a doença circula? Saiba essa e outras respostas assistindo o vídeo abaixo.

Após o vídeo, tem um FAQ com algumas perguntas e respostas que também podem lhe auxiliar.

Porque e quando devo tomar a vacina?

É preciso se vacinar se você está em uma área de risco da doença ou se vai viajar para uma. O ideal é tomar a vacina com até 10 dias de antecedência de uma viagem, já que o efeito de proteção começa a contar a partir do décimo dia após a vacinação.

Existe contra indicação?

Sim. A vacina é contra-indicada para crianças com menos de seis meses; para pessoas com alergia grave ao ovo; para pessoas com hipersensibilidade a algum dos componentes da vacina; para portadores de imunodeficiências; e pessoas em de tratamento com quimioterapia/ radioterapia.

Maiores de 60 anos, gestantes, mulheres que amamentam crianças menores de seis meses e portadores de HIV precisam ser avaliadas e ter autorização médica para tomar a vacina.

Qual a diferença entre dose fracionada e dose integral?

A dose fracionada vale por oito anos.  Já a  dose integral vale para a vida inteira e é essa que a pessoa tem que tomar para poder embarcar para viagens internacionais.

Para que serve o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP)?

O certificado é o documento que comprova que você de fato se vacinou contra a febre amarela ou outras doenças.

Em que casos devo apresentar o certificado de vacinação contra febre amarela?

Em viagens internacionais para países que exigem a apresentação do cartão. Consulte aqui se o destino para onde você vai tem essa exigência.

Como emitir o cartão de vacinação?

Para emitir o CIPV é  preciso ir a um posto habilitado da Anvisa e apresentar a documentação necessária que é: carteira de identidade, passaporte ou outro documento oficial com foto, ou certidão de nascimento para menor de idade; comprovante de vacinação preenchido corretamente, caso a vacina tenha sido aplicada em outra data e local. Confira aqui os endereços dos postos.

Se eu não posso tomar a vacina e preciso viajar, o que devo fazer?

É preciso tirar um atestado médico, escrito em inglês ou francês, que comprove que você não pode receber a vacina. A anvisa tem um modelo de formulário para estes casos. Confira aqui.

O macaco transmite a febre amarela?

Não. O transmissor da febre amarela é o mosquito. O macaco é tão vítima da doença quanto nós, humanos. Um macaco doente serve como alerta para nós de que a doença está circulando em áreas próximas a gente. Se você vê um macaco com comportamento atípico (movimentos lentos, destacado do grupo) acione a Vigilância Sanitária do seu município para que o animal seja localizado e estudado. 

Se você mora no estado do Rio, pode entrar em contato com as secretarias de Saúde do município ou do estado através do telefone (21) 98596-6553 ou e-mail: notifica@saude.rj.gov.br

Vale lembrar, que matar macacos é crime ambiental! Além disso, ao matá-lo você está desequilibrando o ecossistema.

 

*As indicações deste post foram tiradas do site da Anvisa e da FioCruz
.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Dicas/ Viagens/ Vídeos

[VÍDEO]: ID Jovem – Dicas, quem tem direito e como aproveitar o benefício

Compartilhe:

O ID Jovem é um programa do Governo Federal, que entre alguns benefícios, dá direito a viagens gratuitas ou pela metade do preço para ônibus interestaduais. Você já pensou em usar o programa para conhecer novos lugares e ter acesso a novas culturas? Para explicar para gente como funciona essa iniciativa, conversei com a estudante de jornalismo, Luana Benedito, que é beneficiada pelo programa e nos explica quem tem direito e como melhor aproveitá-lo.

Então resumidamente:

A Identidade Jovem, ou ID Jovem, é um programa do governo Federal que concede alguns benefícios para pessoas que estão dentro dos quesitos exigidos.

Quem tem direito ao ID Jovem?

Brasileiros de 15 a 29 anos, cadastrados no Cadastro Único e com renda de até dois salários mínimos.

Como usar o benefício? 

O ID Jovem dá direito a meia-entrada em eventos artístico-culturais e esportivos e também a vagas gratuitas ou com desconto no sistema de transporte coletivo interestadual.

Como emitir o benefício?

O cartão é virtual e deverá ser apresentado nos estabelecimentos na tela do seu smartphone ou impresso pela página da internet.

Para emitir pela internet basta acessar o site da ID Jovem, preencher os dados que forem solicitados e gerar o seu cartão. Neste caso será preciso imprimir o cartão.

Você também pode emitir o ID Jovem pelo aplicativo. Para isso, basta fazer o download do APP da ID Jovem, preencher os dados cadastrais solicitados e gerar o cartão virtual. Não é necessário imprimir, apenas apresente a imagem do cartão dentro da validade na tela de seu celular no momento da aquisição do bilhete ou ingresso acompanhada de documento oficial com foto.

Por quanto tempo vale o ID Jovem?

A ID Jovem tem validade de 180 dias. Após esse período é necessário revalidar o documento em nova consulta no App ou no site.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações! 

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe: