All Posts By

Karilayn Areias

0 In Inspiração/ Mais recentes/ Viagens

Não existe receita de bolo para viajar!

Compartilhe:

Um dia desses surgiu em um grupo que participo do Facebook um texto questionando se falta realidade nos blogs de viagem. As reflexões foram feitas pela Adriana Satti, do blog Achados, hospedado na revista eletrônica Viagem E Turismo. Do texto, surgiu um debate sobre como abordamos nossas viagens. E aí me veio a cabeça uma conclusão óbvia: não existe receita de bolo para viajar!

Compartilhamos percepções. Não há como um visitante ler nossos textos e acreditar que a viagem dele será igual, tanto nas coisas boas quanto nas ruins. E mais, você pode muito bem ler um texto — ou assistir a um vídeo, entre outras formas de consumir um conteúdo — e concordar ou não com o que o autor está dizendo. E tá tudo bem com isso!

Por isso, me incomodo tanto com perguntas genéricas como “Quanto vou gastar nesse destino?”, “Você gostou da viagem?”, entre outras variações desses questionamentos. O que me agrada, pode não ser o que agrada você. A mesma coisa vale para o que incomoda. Repito: blogs de viagem compartilham percepções! Não ditamos regras.

A principal diferença entre a viagem de um blogueiro/produtor de conteúdo para uma pessoa comum é o olhar, geralmente mais crítico. E a crítica tem um objetivo muito claro: deixar o leitor informado sobre as características do destino, para ele decidir se combina com ele ou não.

Agora quanto se vai gastar, se a viagem será mais econômica ou mais luxuosa, se o leitor irá gostar ou não, isso são variáveis. Exatamente por esses motivos que não há uma resposta pronta para se planejar e executar uma viagem.

Leia mais textos narrativos de viagem na categoria Inspiração

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Mais recentes/ O que comer no Rio/ Rio de Janeiro

Mirante da Floresta: café da manhã no Rio de Janeiro ao lado da maior floresta urbana do mundo

Compartilhe:

Imagina ter a experiência de tomar um suculento café da manhã ao lado da maior floresta urbana do mundo, replantada pelo homem, a Floresta da Tijuca? Pois fique sabendo que isso é possível sim! E o serviço é oferecido pelo Mirante da Floresta, que fica no bairro da Tijuca, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Localizado fora do rota tradicional geralmente procurada por turistas e moradores, o Mirante da Tijuca reúne boa comida, um local aconchegante, além de estar bem pertinho da natureza. O local é tão silencioso que a gente até esquece que está em uma cidade grande.

+ Pedra Bonita: o que você precisa saber para fazer essa trilha

As panelas são comandadas pelo receptivo chef Rodrigo Dirques. No buffet, servido de 9h30 às 12h, é possível experimentar uma grande variedade de pratos, dignos de um hotel 4 estrelas, segundo os responsáveis pelo estabelecimento. Pra comer, você encontrará bolos, pães caseiros, frutas, sucos, frios, ovos mexidos, entre outras iguarias.

  + Dicas para conhecer o Parque Lage, no Rio de Janeiro

E participar dessa “orgia gastronômica” não custa os olhos da cara, leitor. O preço cobrado é R$ 45 por pessoa, sendo que crianças de 6 a 12 anos pagam 50% e crianças com menos de 5 anos não pagam. Mas, fique atento, pois o serviço deve ser pago em dinheiro ou no débito, já que eles não aceitam cartão de crédito.

Ah, como o espaço é relativamente pequeno, as vagas para o café da manhã são limitadas. Vale dá uma ligada para o Mirante para verificar a disponibilidade da casa. Já as reservas acima de oito pessoas devem ser solicitadas através do e-mail: atendimento@mirantedafloresta.com.br . Todos os pedidos estão sujeitos a confirmação, que será realizada através do e-mail informado pelo cliente.

Sobre a melhor forma de chegar ao local, o ideal é ir de táxi ou Uber, já que o local não possui estacionamento.

+ Onde se hospedar no Rio de Janeiro?

Hospedagem e sustentabilidade

Além do serviço de café da manhã, o Mirante da Floresta também oferece hospedagem, já que o local é categorizado como bed and breakfast (cama e café), segundo o Ministério do Turismo e o Sebrae. O local possui três quatros, que podem ser alugados por mês.

O Rodrigo e o Ivan Fortes, donos do estabelecimento, fundaram o mirante com quatro pilares: gastronômica, turismo, ambiental e social. A gastronomia fica por conta do café e o turismo pela ida até o mirante, que como disse, fica ao lado da Floresta da Tijuca.

Já o ambiental e social me chamaram a atenção e também merecem ser destacados. A decoração do mirante foi feita com objetos reciclados ou comprados em brechós, e a parede, por exemplo foi pintada com uma mistura de barro, coletado no próprio terreno, e cola. De acordo com o Ivan, eles também recolhem água da chuva e a reutilizam.

A parte social fica por conta das oportunidades de emprego dadas a quem mora na comunidade que fica ao lado do mirante, a Favela da Coreia.

Você pode conferir mais sobre como o Mirante da Floresta foi construído assistindo a esse vídeo do Projeto Colabora:

Serviço:

Mirante da Floresta. Rua Henrique Fleiuss, 450 – Tijuca. Telefone: (21) 2527-2907. Café da Manhã servido de 9h às 12h30. Preço: R$45 por pessoa. Crianças de 6 a 12 anos pagam 50%. Crianças com menos de 5 anos não pagam. Formas de pagamento: Cartão de débito ou dinheiro.

*O blog foi conhecer o destino a convite da administração do Mirante da Floresta. Entretanto, o texto reflete a opinião do autor. Para dúvidas sobre parcerias, consulte nossas políticas editoriais.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Mais recentes/ O que fazer no Rio/ Rio de Janeiro

Passeios pelo Rio de Janeiro: como visitar a Ilha Fiscal

Compartilhe:

Quem nunca se perguntou o que funciona naquele castelo bem no meio da Baía de Guanabara? O edifício verde, com arquitetura digna de um prédio pertencente a contos de fadas é a Ilha Fiscal, local onde ocorreu “O Último Baile do Império”, realizado alguns dias antes da Proclamação da República.

O passeio na ilha é uma verdadeira volta pelo túnel do tempo, e fica difícil não imaginar como funcionava a rotina do local em outros tempos. Para ajudar ainda mais a imaginação dos viajantes, o guia que acompanha o grupo vai salpicando relatos, para o delírio dos visitantes, que não poupam interjeições que demostram ora surpresa, ora espanto.

Como visitar

O passeio até à Ilha Fiscal é feito na escuna Nogueira da Gama, trajeto que dura cerca de 10 minutos. Em caso de mau tempo, o deslocamento é realizado de van. Entretanto, segundo a guia que nos acompanhava, se a mar estiver muito revolto, as visitas podem ser canceladas, já que as ondas alcançam a pista por onde passa o veículo, impossibilitando a visitação.

Conhecendo a Ilha Fiscal, no Rio de Janeiro: tempo nublado não ofuscou a beleza do passeio

Os ingressos para conhecer a Ilha custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia) e são vendidos no período das 11h às 15h10. Já as visitas acontecem de quinta a domingo em três horários: 12h30, 14h 15h30. Os ingressos devem ser comprados no Espaço Cultural da Marinha e o embarque acontece 20 minutos antes do horário marcado para o início do passeio. Ou seja, se você comprar o passeio de 12h30 deve embarcar 12h10, para que a visita comece no horário agendado.

Além da Ilha Fiscal, o visitante ainda pode conhecer o Navio Bauru, que participou da Segunda Guerra Mundial e está atracado no píer, e o Submarino Riachuelo. Nesse caso, outro ingresso, que dá direito as duas visitas, nos valores de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) devem ser adquiridos. A visitação de ambas as embarcações é feita de quarta a domingo, das 12h às 17h. Às terças a visitação é gratuita.

Serviço:

Visita a Ilha Fiscal – Avenida Alfred Agache, s/n Centro Cultural da Marinha – Centro. De quinta à domingo em três horários: 12h30, 14h e 15h30. Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). Os ingressos serão vendidos no período das 11h às 15h10. O embarque acontece 20 minutos antes.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Mais recentes/ Viagens

2019: confira a lista de feriados e pontos facultativos

Compartilhe:

Feriados são datas sempre esperadas, pois é a grande chance de quem trabalha ter o tão merecido descanso. Afinal, uma pausa na rotina, nunca cai mal né?

Mas, que tal verificar a lista de feriados de 2019 e já ir programando as próximas viagens? Já pensou, a cada feriadão um destino novo? Tudo é possível com um bom planejamento.

E para você já ir se programando fiz um lista dos feriados nacionais e pontos facultativos que rolarão em 2019. Confere só:

Vai viajar? Reserve sua hospedagem através do Booking.com

 

1º de janeiro: Confraternização Universal (feriado nacional);

4 de março, Carnaval (ponto facultativo);

5 de março, Carnaval (ponto facultativo);

6 de março, quarta-feira de cinzas (ponto facultativo até as 14 horas);

19 de abril, Paixão de Cristo (feriado nacional);

21 de abril, Tiradentes (feriado nacional);

1º de maio, Dia Mundial do Trabalho (feriado nacional);

20 de junho, Corpus Christi (ponto facultativo);

7 de setembro, Independência do Brasil (feriado nacional);

12 de outubro, Nossa Senhora Aparecida (feriado nacional);

28 de outubro, Dia do Servidor Público (ponto facultativo);

2 de novembro, Finados (feriado nacional);

15 de novembro, Proclamação da República (feriado nacional);

24 de dezembro, véspera de natal (ponto facultativo após as 14 horas);

25 de dezembro, Natal (feriado nacional);

31 de dezembro, véspera de ano novo (ponto facultativo após as 14 horas)

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Mais recentes/ Rio de Janeiro

Tour hop-on hop-off no RJ: conhecendo a cidade de ônibus

Compartilhe:

Vocês sabiam que é possível conhecer o Rio de Janeiro com um ônibus panorâmico que passa pelos principais pontos turísticos da cidade? Pois é! O passeio é organizado pela Rio Line Turismo, que tem sua sede localizada em Copacabana, na Zona Sul.

O tour tem início na praia do Leblon e passa por pontos como as praias de Ipanema, Copacabana, Leme e Vermelha, na Urca; a região Central da cidade, com destaque para a Cinelândia, Lapa, o AquaRio e a Zona Portuária, a Cidade do Samba (onde dá para fazer o tour Carnaval Experience); e o Maracanã, na Zona Norte.

LEIA MAIS: Ônibus panorâmico| passeando com a linha de turismo em Porto Alegre

O que é hop-on hop-off?

Nos tours hop-on hop-off você pode embarcar e desembarcar quantas vezes quiser durante o período de validade do bilhete, que pode ser de 24h, 48h ou 72h. Esse tipo de passeio tem o objetivo de facilitar a locomoção dos turistas, já que o trajeto feito pelo ônibus é sempre turístico, e é uma ótima opção para quem está viajando sozinha, por exemplo.

No caso do tour realizado pela Rio Line Turismo, os pontos de embarque e desembarque são: Praia do Leblon; Praia de Ipanema; Praia de Copacabana; Praia do Leme; Pão de Açúcar; Marina da Glória; Catedral Metropolitana; AquaRio; Cidade do Samba; Rio Zoo; Maracanã; Sambódromo; Trem do Corcovado; e Lagoa Rodrigo de Freitas.

Funcionamento, preços e gratuidades

O tour hop-on hop-off (que você desembarca e embarca em pontos pré-estabelecidos) acontecem todos os dias, das 9h às 17h. Porém, você deve ficar de olho no horário de embarque na parte da tarde, pois o Maracanã só está incluído nas rotas que saem do ponto inicial até as 14h por conta do horário de funcionamento do estádio.

Com relação aos preços, há três opções de tarifas: a light, a 24h e a 48h. Na light, que custa R$75, você embarca no ônibus, mas não tem direito a descer e embarcar no ônibus. Logo, o ingresso dá direito a volta completa sem desembarque e embarque.

Já na 24 h (R$ 95), o número de embarques e desembarques é ilimitado dentro do período determinado no bilhete. No de 48h, o ingresso custa R$ 115, e dá direito a acesso ilimitado por esse período. Os ingressos podem ser comprados diretamente no ônibus ou na agência da empresa Rio Line.

Sobre as gratuidades, crianças abaixo de 5 anos têm direito a entrada franca. Crianças maiores de 5 e menores de 10 anos, pagam meia tarifa. Maiores de 10 anos, pagam tarifa cheia. Maiores de 60 anos não tem descontos.

Serviço:

Rio Line Turismo. Avenida Atlântica, n° 2364, Copacabana.

 

*O Kari Desbrava participou do tour inaugural do ônibus hop-on hop-off no Rio de Janeiro a convite da Rio Line. Entretanto, este texto expressa a opinião da autora, independente da parceria.

 

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Brasil/ Mais recentes/ São Paulo

Onde se hospedar em São Paulo: review Mercure Bela Vista

Compartilhe:

Na minha participação no encontro Japão.BR tive a oportunidade de conhecer o Hotel Mercure Bela Vista, localizado no bairro Bela Vista, na região central de São Paulo. Pertencente a rede Accor hotels, o estabelecimento possui instalações modernas e ao mesmo tempo acolhedoras.

Tá procurando hospedagem em SP? Reserve sua hospedagem com o Booking.com

O destaque com certeza vai para os quartos, que possuem camas confortáveis; para a piscina aquecida, academia, sauna seca e úmida; a recepção, que foi reformada recentemente; e para o heliponto, que nos permite ver SP por um outro ângulo.

Ah, como não falar do café da manhã? O farto buffet dispõe dos mais variados pratos, em que é possível experimentar frutas, sucos, café, pães e guloseimas como bolos e um maravilhoso pão de queijo.

E tenho uma boa notícia para você! Não é preciso estar hospedado no Mercure para desfrutar do café da manhã de lá. O buffet também é aberto para terceiros e o custo é de R$ 38 por pessoa.

Localização

O Mercure Bela Vista fica em um dos bairros mais tradicionais de São Paulo. Perto dele você encontra diversas cantinas italianas e uma grande programação cultural.

De lá você consegue facilmente visitar o Teatro Renault, o Teatro Gazeta, a Avenida Paulista, o MASP e o Centro Cultural São Paulo, além de lugares bem conhecidos como a 25 de Março, o Mercado Municipal e a lendária Galeria do Rock.

O hotel também fica a apenas 8,7 km do Aeroporto de Congonhas e tem fácil acesso para os agitados bairros de Vila Mariana e Liberdade.

Heliponto

Durante o Japão.BR eu e outros blogueiros de viagem tivemos acesso ao heliponto, o que nos proporcionou vivenciar São Paulo de uma outra maneira. O local não é liberado normalmente, mas vale se informar na recepção como faz para conhecê-lo.

Serviço:

Hotel Mercure Bela Vista. Rua Maestro Cardim, n° 407. Tel: (11)2853-7000. Fax: (11)2853-7088. Check-in a partir das 12h | Check out até as 12h.

O Japão.Br teve a realização e apoio de:

 

 

Você também pode saber o que rolou no Japão.BR através dos sites dos outros participantes. Confira: Bagagem de Memórias, Tá na minha rota, SP da Garoa, Turistando com a Lu, Orientando-se pelo Mundo, Yomitai, Casa de Doda, Mulheres Viajantes, Abraço Mundo, Top 5 Tour, Itinerário de Viagem, Ideias na Mala, Viajante Móvel e Trippolis.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Viagens

Brasil ganha voo de baixo custo para o Reino Unido

Compartilhe:

A aérea low cost Norwegian começou a vender ontem (dia 27 de novembro), os primeiros voos ligando o Reino Unido ao Brasil, com uma rota direta entre Londres e Rio de Janeiro. As operações começarão a partir de 31 de março de 2019, com rotas às segundas, quartas, sextas-feiras e domingos.

Para Teté Bezerra, presidente do Instituto Brasileiro de Turismo, a medida representa um importante passo na internacionalização do turismo brasileiro “e reforça a competitividade do turismo nacional, na medida em que permite a ampliação da oferta e a consequente redução do custo de passagens”.

Em agosto deste ano, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) liberou a companhia norueguesa com base no Reino Unido para fazer o transporte aéreo internacional regular de passageiro, carga e mala posta no Brasil. O valor de algumas tarifas já foram divulgadas. Os preços partem de, aproximadamente, R$1.200 (equivalente a £240) por pessoa por trecho (www.norwegian.com/uk).

A Norwegian é a terceira maior entre as empresas aéreas de baixo custo da Europa, conhecidas como low cost, e  foi classificada como a companhia aérea mais eficiente em combustível em rotas transatlânticas pelo Conselho Internacional de Transporte Limpo (ICCT) e tem uma das frotas de aeronaves mais recentes do mundo, com uma idade média de 3,7 anos. Além do Brasil, atualmente, a empresa oferece uma rede crescente de voos de longa distância entre Londres e 12 destinos populares nos Estados Unidos e na Argentina.

Desde outubro, a companhia Sky Airline, uma low cost chilena, opera voos de Santiago, no Chile, para Rio de Janeiro, São Paulo e Florianópolis.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Mais recentes/ O que fazer no Rio/ Rio de Janeiro

Tour Maracanã | Visita ao templo do futebol brasileiro

Compartilhe:

Leia ouvindo: Uma partida de futebol, do Skank

Os apaixonados por futebol, e até os que não são muito ligados ao esporte, irão concordar que visitar os bastidores do que já foi o maior estádio do mundo é realmente emocionante. O Tour Maracanã é uma oportunidade para moradores e turistas conhecerem a história do local que já foi palco das finais de duas Copas do Mundo e de uma edição de Jogos Olímpicos. 

A visita guiada tem duração média de 40 minutos e pode ser feita com um guia bilíngue ou sozinho. Durante o passeio, é possível visualizar objetos que contam momentos históricos do estádio, entre eles a camisa 7 do Brasil usada por Manéna na Copa de 62 e a bola e rede que foram usadas no jogo em que Pelé fez seu milésimo gol: a partida entre Vasco e Santos, em 1969. 

+ Visita guiada pela Arena da Baixada, em Curitiba

Camisa, bola e rede que foram usadas no jogo em que Pelé marcou seu milésimo gol na carreira

Camisas históricas: Uniforme que foi do jogador Roberto Dinamite, do Vasco; Camisas de cinco times cariocas; Objetos que pertenceram ao Zico, do Flamengo; Camisas do América

Camisas do Brasil: desde 1938 até 2016

 

Os amantes do futebol também se depararão com um acervo doado por Zico, o maior artilheiro da história do Maracanã, com 333 gols. Entre as peças estão uma camisa do Flamengo usada em 1979; a faixa de campeão mundial pelo Fla em 1981; a bola do último jogo da carreira, pelo Kashima Antlers (Japão), em 1994; e uma chuteira que usou quando defendeu a Udinese (Itália).

Além disso, entramos em um dos vestiários, decorado com camisas de clubes que disputam o Campeonato Brasileiro da Série A, sala de aquecimento dos jogadores e de coletiva de imprensa.

E para coroar o passeio, a parte que considero mais emocionante durante visitas a estádios: a de entrar no gramado. Acompanhado de um áudio que imita o grito da torcida não é difícil imaginar como é a sensação de vivenciar aquele estádio lotado. Também aproveitamos e sentamos no banco de reservas, o que nos fez sentir verdadeiros jogadores de futebol.

+ 5 aplicativos para ajudar você a se virar no Rio de Janeiro

‘Calçada da fama’ tem marca de pés de importantes nomes do futebol

Vestiário é decorado com as camisas dos times que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro

Mari, do Mariana Viaja, eu e Olívia, do Olívia Garimpando Por Aí

Recordação

Além das memórias e diversas fotos, eu, Olívia e Mari resolvemos gravar um vídeo 360. A imagem foi capturada em uma cabine da Twist Cam e cada uma posou com a bandeira do seu time e uma taça. O valor do serviço custa R$ 40 e pode ser pago em dinheiro ou cartão. Confira como ficou:

 

Serviço:

Tour Maracanã – Avenida Presidente Castelo Branco, s/n – Portão 2. Diariamente, das 9 às 16h. Tour guiado: R$ 60/ R$ 30 (meia). Tour não guiado: R$ 50/ R$ 25. 

Gravação em 360, pela Twist Cam: R$ 40.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Carioquices/ Mais recentes/ Rio de Janeiro

Dicas para conhecer o Parque Lage, no Rio de Janeiro

Compartilhe:

Leia ouvindo: Beautiful, do Snoop Dogg e participação de Pharrell Williams

Localizado no bairro do Jardim Botâncio, o Paque Lage é um dos atrativos da região. Em 1957, o espaço foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como patrimônio histórico e cultural da cidade do Rio de Janeiro e desde então atrai cariocas e turistas. Com entrada franca, o parque tem entre seus atrativos o jardim, projetado pelo paisagista inglês John Tyndale, e o palacete que já foi cenário até de clipe internacional.

O local já viveu três períodos históricos: foi um engenho de açúcar, uma chácara e um parque. Mergulhando nesses três momentos históricos, o visitante vê o lavandário, onde os negros escravizados lavavam as roupas; o jardim dos namorados, as grutas, o castelinho e o aquário, projetados em um período em que o local ainda era uma propriedade privada; e o palacete que tem uma história bem curiosa…

Jardim do Parque Lage foi pensado para “parecer uma pintura” e “ser contemplado”

O que parece uma gruta por fora esconde um aquário por dentro

Palacete do Parque Lage: o Taj Mahal brasileiro

Se você pensou que só a Índia tinha seu Taj Mahal, você se engana. Nós brasileiros também temos a nova versão da história. O palacete do Parque Lage foi construído por causa de uma promessa de Herinque Lage a sua esposa, a italiana e cantora lírica Gabriela Beanzoni. Quando a pediu em casamento, o milionário prometeu que construiria um castelo para ela se aceitasse o pedido. E como promessa feita é promessa cumprida, dez anos depois, Gabriela ganhou seu presente, que teve as pedras trazidas de seu país, além de um salão feito especialmente para ela, com uma acústica pensada em seus acordes vocais.

Mas, como nem tudo são flores, após presentear a mulher, Henrique faleceu. Como tinha dívidas, o imóvel foi tomado pelo governo como forma de pagamento. Porém, ao invés de ser leiloado acabou virando parque público, como o conhecemos hoje.

Visita guiada

Todas essas curiosidades aprendi na visita guiada pela coordenadora Kátia Rosendo. O passeio acontece de terça a sexta, às 14h, e sábado, às 12h30, e custa R$ 30 por pessoa. A partir de 15 pessoas é necessário agendar e dar um sinal de 50% na secretaria da escola.

As inscrições devem ser feitas por pelo e-mail: visitas.eavparquelage@gmail.com ou pessoalmente, na secretaria da Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV), até meia-hora antes do horário de início do passeio. Grupos, visitas especiais, escolas ou atendimentos em inglês, devem ser agendados com antecedência por e-mail ou telefone: (21) 2334-4088.

Jardim do Parque Lage: feito para comtemplar

Dicas para visitar o Parque Lage

Como toda atividade ao ar livre, é necessário alguns cuidados ao visitar o Parque Lage. Reuni em tópicos quais são eles:

– Leve protetor solar. Afinal, você não quer terminar o passeio como um camarão né?

– Não se esqueça do repelente. Nada pior do que ir para uma atividade ao ar livre e lembrar que não passou repelente depois da primeira picada de mosquito…

– Se você quer menos tumulto vá durante a semana. Fim de semana é sempre mais tumultuado. Ainda mais para tirar a tão famosa foto na frente da piscina que foi cenário do clipe ‘Beautiful’, do rapper Snoop Dogg.

– Você pode fazer piquenique nas áreas reservadas para isso. Vale atentar aqui para as normas de utilização dos espaços, que não permitem música, uso de bolas ou acessórios que deteriorem o ambiente ou que possa representar algum risco aos animais. Confira todas as regras aqui.

– O food truck do parque não ceita cartão. Logo, se quiser comprar alguma coisa nele, e no camelôs em volta do parque, leve dinheiro, e de preferência trocado, já que naquela região não tem lugar para trocar.

– O Parque Lage possui um restaurante, o Bistrô Plage. Como geralmente vive cheio avalie se não vale reservar seu lugar antes caso não tenha paciência para esperar vagar um lugar.

Serviço

Parque Lage. Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico. Horário de funcionamento: Parque: Diariamente, das 8h às 17h (durante o horário de verão, até às 18h). Bistrô Plage: 2ª a 6ª feira – 09h às 23h. Sábado – 13h às 23h. Domingo – 09h – 23h. Tel. do Bistrô: (21) 2535-7336.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe:
0 In Japão/ Mais recentes

Cinco filosofias japonesas para implementar na sua vida agora!

Compartilhe:

A cultura oriental é realmente fascinante. A forma como eles lindam com a vida e com o coletivo são só algumas das filosofias que deveríamos implementar no nosso dia a dia. Tive a oportunidade de aprender mais sobre a cultura japonesa durante o encontro Japão.BR e divido com vocês os conhecimentos que a coach Carla Okubo compartilhou com o grupo:

1 – Omotenashi

A filosofia do Omotenashi prega que devemos tratar as pessoas da melhor forma possível e que sempre devemos nos anteciparmos as necessidades do outro. É como se fosse a arte de “bem cuidar” de alguém. Um exemplo dessa filosofia na prática é o ato de preparar um chá/uma sopa para outra pessoa.

2- Omoiyari

A expressão Omoiyari significa ter consideração. A ideia aqui é também se colocar no lugar do outro, mas desta vez sem julgamentos. Também pode ser aplicada a ter zelo pelo que é do outro e demonstrar respeito e cuidado com as diferenças.

Quem não se lembra dos japoneses limpados os estádios durante os jogos da Copa? Tal atitude faz parte dessa filosofia e eles aprendem isso desde pequenininhos. No Japão, as crianças limpam o ambiente escolar como forma de entenderem que aquele espaço pertence a todos e deve ser preservado. 

Foto: Marcelo Hide/Fotos Públicas

3 – Gaman

Na tradução, o significado de gamam se assemelha a nossa gíria “aguente firme”. Essa filosofia é aplicada a situações em que estamos impacientes ou que queremos resultados rápidos.

Durante a palestra de apresentação do evento, a Karla nos deu um exemplo muito interessante do que significa ‘gaman’. Após um desastre, diversos japonenses foram colocados em uma fila para receber bolinhos de arroz. Cada um recebia dois bolinhos, independente da idade. As crianças, como são mais frágeis, não tinham tanta paciência para esperar chegar a sua vez. Mas, os pais repetiam a palavra “gaman” para eles, ensinando-os a terem paciência e aprenderem a esperarem, pois quem estava na fila também tinha fome. Olha o senso de coletivo aqui!

4 – Mottainai

Mottainai quer dizer “não desperdice” e/ou “reaproveite”. Isso quer dizer que os japoneses detestam desperdício e sempre zelam pela comida, tempo, materiais e espaço, dando valor para tudo que está ao seu redor. Gratidão que fala?

5 – Kansha

Já até dei spoiler da última filosofia. Kansha se refere a gratidão. Como podemos ver através das demais filosofias descritas acima, os japoneses praticam a empatia, o senso de coletividade, o cuidado com o outro e com o ambiente onde vivem. E como é que eles arrematam tudo isso? Sendo gratos!

Toda situação, boa ou ruim, tem algo na qual podemos tirar uma lição. Mas, só enxergamos isso se aprendemos a ser gratos pelo o que nos acontece.

 

O Japão.Br teve a realização e apoio de:

 

 

Você também pode saber o que rolou no Japão.BR através dos sites dos outros participantes. Confira: Bagagem de Memórias, Tá na minha rota, SP da Garoa, Turistando com a Lu, Orientando-se pelo Mundo, Yomitai, Casa de Doda, Mulheres Viajantes, Abraço Mundo, Top 5 Tour, Itinerário de Viagem, Ideias na Mala, Viajante Móvel e Trippolis.

***

Se você achou esse texto interessante compartilhe com seus amigos nas redes sociais! Assim, além de ajudar o blog, você ainda ajuda algum amigo que precisa saber dessas informações!

Beijos,

Kari.

Você sabia que através do ‪#‎KariDesbrava‬ você pode reservar seu hotel, contratar um seguro viagem ou alugar um carro? É só clicar nos links abaixo! Assim você resolve tudo da sua viagem e ainda ajuda o blog a se manter sem pagar nada a mais por isso.

Reserve seu hotel com Booking
Seguro Viagem Real Seguros
Alugue um automóvel com a Rentcars



Compartilhe: